Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
 
 
 
 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

PF prende dono de curtume por falta de vistoria
 
 
Publicado em 05/04/2007

A Polícia Federal deteve hoje o empresário Nilson Riga Vitale, dono do Curtume Vitapele, segundo maior produtor e exportador de couro do País e dono da maior planta de curtume do mundo. Vitale foi detido na sede da empresa, em Presidente Prudente, interior de São Paulo, a pedido de um fiscal do Ministério do Trabalho que havia interditado as quatro caldeiras do curtume, alegando que as mesmas estavam sem um laudo de manutenção que tem de ser feito a cada 25 anos.

A interdição foi feita na segunda-feira pelo médico do trabalho Luiz Sant'Anna, que avisou a empresa que as caldeiras deveriam ficar paralisadas sob pena de prisão. Na manhã de hoje, Sant'Anna voltou à empresa e constatou que os equipamentos estavam funcionando e determinou a prisão do empresário.

O empresário alegou que se quatro caldeiras fossem desligadas, a produção da empresa também seria paralisada e teria de dispensar seus 3 mil funcionários e assumir dívidas de R$ 1 milhão por dia, além de perder fornecedores de matéria-prima e enfrentar dificuldades no mercado externo. Por isso, segundo ele, a empresa decidiu paralisar duas caldeiras para que engenheiros fizessem a avaliação para expedir o laudo. Quando terminasse a avaliação, seria a vez de paralisar as outras caldeiras.

O advogado da empresa, Alfredo Vasques da Graça Júnior, disse que a empresa está com as avaliações anuais das caldeiras em ordem. Por isso, a interdição foi um "exagero". "Os laudos anuais estão corretos, houve uma falha na elaboração dos laudos dos 25 anos, mas isso não deveria causar interdição", afirmou.

Vitale foi levado à delegacia da Polícia Federal, em Prudente, onde foi registrado um termo circunstanciado. Ao sair, o empresário disse que vai continuar com duas caldeiras em funcionamento. "Houve uma arbitrariedade na ação do fiscal, que é médico do trabalho e não tem competência de engenheiro para interditar equipamentos. Além disso, os engenheiros estavam fazendo a avaliação em duas caldeiras, quando ele chegou hoje", comentou o empresário. "Se eu parar a produção, vou falir", afirmou.

O departamento jurídico da empresa entrou com ação judicial para anular a penalidade administrativa da interdição. Já o técnico do Ministério do Trabalho informou que agora "o caso é com a polícia".

Fonte: Estadão

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir


   Leia também:
 
[19/12/2014] - Pecuarista resiste às tentativas de baixar o boi
[19/12/2014] - Governo prevê alta nas exportações de carne
[19/12/2014] - Carne puxa alta recorde da inflação
[19/12/2014] - Pecuarista recusa alta de preço na reposição
[19/12/2014] - Contran adia emplacamento de máquinas por 2 anos
[19/12/2014] - Um bom negócio que mostra o campo à cidade
[18/12/2014] - Festas de fim de ano tiram frigoríficos do mercado

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[18/12/2014] - Exportações sobem em relação a novembro
[18/12/2014] - CEPEA: frigoríficos reduzem compra de boi
[18/12/2014] - Polícia prende fiscais por fraude no leite
[18/12/2014] - PEC da demarcação ficou para 2015
[18/12/2014] - Senado derruba emplacamento mas depende de Dilma
[18/12/2014] - Recomposição de reserva legal vai à Justiça
[17/12/2014] - Crise na Rússia derruba exportações em dezembro
[17/12/2014] - IMEA prevê demanda forte por carnes
[17/12/2014] - Frigoríficos aumentam a pressão sobre a arroba
[17/12/2014] - Agro gerou quase meio trilhão de reais em 2014
[17/12/2014] - Alta nos custos preocupa pecuaristas
[17/12/2014] - Preços dos lácteos continuam caindo
[17/12/2014] - Nova operação policial contra leite adulterado
[17/12/2014] - Furtos levam medo a propriedades rurais
[16/12/2014] - BNDES transforma donos do JBS em bilionários
[16/12/2014] - Dilma elogia Kátia Abreu em posse na CNA
[16/12/2014] - Arroba: escalas mais logas, pressão de baixa
[16/12/2014] - Brasil importou menos lácteos em novembro
[16/12/2014] - Laboratório que falsificava agrotóxicos é fechado
[15/12/2014] - Frigoríficos do Brasil puxam embarques do Uruguai
[15/12/2014] - Bezerro subiu duas vezes mais que o boi no PR
[15/12/2014] - Arroba: frigoríficos tentam segurar as cotações
[15/12/2014] - Sementes de pastagem estão mais baratas
[15/12/2014] - Operação do MP faz produtor inocente perder leite
[12/12/2014] - Rússia: uma decepção para a pecuária bovina
[12/12/2014] - Oferta melhora e frigoríficos pagam menos
[12/12/2014] - Abate de fêmeas tem queda
[12/12/2014] - Pecuária puxa crescimento da indústria de ração
[12/12/2014] - Abates no Paraná cresceram 8,5%
[12/12/2014] - Pastagens: 45% tem baixa produtividade
[12/12/2014] - Vigor, do grupo JBS, quer voltar às compras
[12/12/2014] - LBR tem problemas com produtores e muda plano
[11/12/2014] - Exportações de carne devem continuar fortes
[11/12/2014] - Arroba do boi cai em São Paulo
[11/12/2014] - CEPEA: confinamento pressiona arroba
[11/12/2014] - Abates caíram 4,5% no trimestre, segundo o IBGE
[11/12/2014] - Wesley Batista nega lobby contra Kátia Abreu
[11/12/2014] - JBS negocia a compra de outro banco
[11/12/2014] - Frigoríficos perdem votação da MP da inspeção
[11/12/2014] - Comissão aprova isenção do emplacamento
[11/12/2014] - Sessão polêmica adia PEC da demarcação
[10/12/2014] - Rússia pode reduzir compra de carne em até 20%
[10/12/2014] - Minerva: oferta de gado será menor em 2015
[10/12/2014] - Oferta curta mantém o mercado firme para o boi
[10/12/2014] - Exportações de carne do MT podem bater recorde
[10/12/2014] - Agro deverá aumentar participação no PIB
[10/12/2014] - Está mais caro produzir leite
[10/12/2014] - Medida que favoreceria JBS volta em nova MP
[10/12/2014] - Congresso pode votar hoje emplacamento de trator
[09/12/2014] - Frigoríficos voltam a tentar pressionar o boi

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br