Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
146,00 131,00 142,00
GO MT RJ
142,00 131,00 141,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1280,00
Garrote 18m 1550,00
Boi Magro 30m 1910,00
Bezerra 12m 950,00
Novilha 18m 1170,00
Vaca Boiadeira 1320,00

Atualizado em: 13/12/2017 12:20

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

EDITORIAL: A Navalha e a re-reeleição de Lula

 
 
 
Publicado em 28/05/2007

Adriano Garcia
Editor do Pecuária.com.br

Não há como escapar: nos últimos dias domina o noticiário as informações sobre as muitas ramificações da “Operação Navalha” desencadeada pela Polícia Federal, numa tentativa de desmontar mais um esquema de corrupção envolvendo empreiteiras e obras públicas fantasmas ou inacabadas. É louvável a tentativa dos órgãos de segurança de coibir o desvio das escassas verbas públicas nos Estados e municípios brasileiros. O que não se pode, com isto, é jogar toda classe política numa situação que sirva aos interesses eleitorais do governo.

É espantosa a engenhosidade de Lula no começo de seu segundo mandato. Num primeiro momento - com sua “lenta, gradual e segura” formação de ministério – cooptou boa parte do espaço político. Muitos levados ao Congresso por seus eleitores com a finalidade de fazer oposição, agora são aliados do governo federal. Ao mesmo tempo, como vem fazendo desde a posse em 2003, vem agregando à sua base de sustentação a legião de participantes dos programas sociais , “sem-terra”, estudantes e o topo da pirâmide social, beneficiado pela manutenção dos juros inexplicavelmente altos. A classe média, por ser minoria, permaneceu excluída, a não ser pela recente “Bolsa-Miami”, garantida por um dólar excessivamente baixo.

Agora, com a “Operação Navalha”, vem o golpe final. Como já é sabido, a Justiça brasileira tem extrema dificuldade quando o assunto é punição a políticos flagrados em situações previstas pelo Código Penal. Mesmo assim a operação policial é anunciada com estardalhaço, por atingir políticos tanto da chamada “base aliada” como de oposição. O ex-presidente José Sarney, Renan Calheiros e ACM, os dois primeiros aliados e o último um opositor em flerte público com o presidente, estão entre os atingidos pela operação.

Passou despercebido pela chamada grande imprensa que a operação pode incluir um cálculo político engenhoso: se no caso “mensalão” o presidente não saiu prejudicado pelo noticiário, mesmo quando seus principais assessores e auxiliares diretos foram envolvidos e tiveram que se afastar do governo, o que dirá agora que os políticos afetados nunca foram ligados diretamente ao presidente e cuja imagem política vem de anos atrás? Um resultado interessante para Lula seja justamente este: eliminar da cena atores principais, tanto da atual base governista quanto de sustentação da oposição, restando ele, Lula, como única força perante o eleitorado que, dada à abrangência da operação policial, enterraria toda classe política na vala comum do descrédito.

Daí ao surgimento, por “clamor popular”, de uma emenda permitindo mais uma reeleição, falta muito pouco. Só o tempo dirá se estamos assistindo ao surgimento de “poderes republicanos” no Brasil, que controlam o Estado independentemente de governos, ou à gestação de um novo Hugo Chávez, com parto previsto para 2010.

O Pecuária.com.br convida você a opinar sobre este assunto, clique aqui e mande sua mensagem.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[13/12/2017] - Arroba: frigoríficos estão precisando comprar boi
[13/12/2017] - Reposição ganha força com a chegada das chuvas
[13/12/2017] - Exportação de gado subiu quase 32% em 2017
[13/12/2017] - Agência prevê 2018 melhor para os frigoríficos
[13/12/2017] - Mercosul cede, mas UE adia acordo para 2018
[13/12/2017] - Brasil trabalha forte para abrir mercado britânico
[13/12/2017] - Maggi crê que mercado dos EUA será reaberto logo

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[13/12/2017] - Argentina ganha espaço entre os exportadores
[13/12/2017] - JBS deverá devolver terreno de frigorífico no MT
[13/12/2017] - Câmara conclui aprovação da Lei do Funrural
[13/12/2017] - Famato pede prorrogação para inscrição no CAR
[13/12/2017] - MST invade fazenda recém-desocupada no Paraná
[12/12/2017] - Exportações de carne bovina: recorde histórico
[12/12/2017] - MAPA vai atender exigências dos russos
[12/12/2017] - Arroba: frigoríficos tentam segurar alta do boi
[12/12/2017] - Produção de carne fica estável no MS
[12/12/2017] - Frigoríficos criticam imposto menor para o boi
[12/12/2017] - Mais um processo contra a JBS e Wesley Batista
[12/12/2017] - UE quer abertura, mas carne bovina ainda é entrave
[11/12/2017] - Operação da PF investiga propina da JBS a fiscal
[11/12/2017] - Arroba continua a subir com firmeza
[11/12/2017] - Carne sobe e melhora perspectiva para o boi
[11/12/2017] - Reposição começa a se agitar no Tocantins
[11/12/2017] - Acordo com a UE pode ser anunciado até o dia 21
[11/12/2017] - Missão oficial de Hong Kong inspeciona frigorífico
[11/12/2017] - Funrural: votação deve acabar amanhã na Câmara
[11/12/2017] - Venda de milho está parada
[08/12/2017] - Arroba: frigoríficos pagam cada vez mais pelo boi
[08/12/2017] - Frigoríficos: vendas para o Natal surpreendem
[08/12/2017] - Reação do mercado agora depende do consumidor
[08/12/2017] - JBS diz que vai recuperar o mercado perdido
[08/12/2017] - BNDES deve vender ações da JBS
[08/12/2017] - JBS mantém planos de vender ações em NY
[08/12/2017] - Venda da Itambé pode parar na Justiça
[08/12/2017] - Governo do MS reduz impostos para laticínios
[08/12/2017] - Preço do farelo de algodão cai com força
[07/12/2017] - Arroba: boi sobe e tem mais espaço para alta
[07/12/2017] - Preço do bezerro sobe com volta das chuvas
[07/12/2017] - Exportações podem fechar ano com forte alta
[07/12/2017] - Ameaça de Trump faz México buscar carne do Brasil
[07/12/2017] - Negociações para reabertura da Rússia vão bem
[07/12/2017] - Compra da Itambé cria nova líder no leite
[07/12/2017] - Índios pedem ajuda para poder produzir
[06/12/2017] - Arroba: cotações firmes e subindo
[06/12/2017] - Confinamento deve fechar o ano com alta de 5,5%
[06/12/2017] - CCPR surpreende e vende Itambé imediatamente
[06/12/2017] - Leite: qual a perspectiva para os próximos meses?
[06/12/2017] - Leite caiu, mas custo de produção segue subindo
[06/12/2017] - Lácteos: Brasil importa menos, mas deficit segue
[06/12/2017] - Gilmar Mendes pede vista e Wesley continuará preso
[06/12/2017] - CPI da JBS pode convocar Lula e Dilma para depor
[06/12/2017] - Bancada corre contra o tempo por Funrural
[06/12/2017] - CNA pede aprovação da Reforma da Previdência
[06/12/2017] - Fazenda de frigorífico falido é invadida em SP
[05/12/2017] - Arroba sobe com demanda firme
[05/12/2017] - Carnes sobem e devem puxar a arroba do boi
[05/12/2017] - Recuperação no consumo puxa ações de frigoríficos

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br