Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
139,00 127,00 128,00
GO MT RJ
124,00 129,00 128,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1290,00
Garrote 18m 1540,00
Boi Magro 30m 1880,00
Bezerra 12m 980,00
Novilha 18m 1160,00
Vaca Boiadeira 1320,00

Atualizado em: 18/5/2018 10:55

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

JBS muda plano de reorganização e agrada ao BNDES

 
 
 
Publicado em 06/12/2016

Para contornar o veto do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) à reorganização societária que havia anunciado em maio, a gigante JBS anunciou ontem um modelo alternativo, pelo qual fará uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da sua agora subsidiária JBS Foods International na bolsa de Nova York (NYSE).

No plano original, vetado no fim de outubro, a JBS Foods International se tornaria, na prática, na controladora da JBS. Nesse processo, a JBS transferiria ativos responsáveis por 80% do faturamento à JBS Foods International, que teria sede na Irlanda e ações na bolsa americana. No Brasil, a JBS seguiria listada na BM&Bovespa, mas após uma redução de capital a JBS Foods International passaria a ter 75% da JBS Brasil. Ao fim e ao cabo, portanto, a empresa irlandesa controlaria a JBS.

Em 26 de outubro, o BNDES justificou o veto à proposta de reorganização societária alegando que companhia, que é a maior empresa privada não financeira do país, seria desnacionalizada. No novo modelo, a JBS no Brasil será a controladora da JBS Foods International. Em vez da Irlanda, a sede da JBS Foods International será na Holanda. A expectativa da JBS é que o IPO da subsidiária seja concluído ao longo do primeiro semestre de 2017.

Desta vez, o BNDES aprovou a proposta, tendo em vista que o conselho de administração da JBS decidiu favoravelmente, por unanimidade, o IPO da JBS Foods International. A BNDESPar, braço de participações do banco, tem um assento no conselho de administração da JBS e 20,36% do capital da companhia de carnes brasileira. Além disso, mesmo que quisesse o BNDES não poderia vetar o IPO, porque a proposta não implica redução de capital. Procurado, o BNDES não se manifestou até o fechamento desta edição.

O IPO da JBS Foods International tende a ser bem recebido no mercado e impulsionar as ações da empresa, segundo analistas. Quando o BNDES anunciou o veto à primeira proposta de reorganização, as ações desabaram. Em recente relatório, o banco BTG Pactual avaliou que as ações da JBS precisavam de um catalisador, papel que vinha sendo exercido pela reorganização societária que foi vetada. Agora, a empresa pode ter novo catalisador.

De modo geral, analistas vinham afirmando que a reorganização societária traria muitos benefícios para a JBS, especialmente com a redução do custo de capital. Com ações em Nova York, também se espera que a empresa seja negociada a múltiplos mais próximos ao de concorrentes como a Tyson Foods.

Na JBS Foods International, a JBS reunirá todos os negócios internacionais, além da Seara - subsidiária que engloba as operações de aves, suínos e alimentos processados no Brasil. As operações de bovinos na América do Sul e os negócios globais de couro seguirão sob o guarda-chuva da JBS no Brasil.

Atual CEO global da JBS, Wesley Batista presidirá o conselho de administração da JBS Foods International. O conselho da empresa será composto por nove membros, com maioria independente, informou ontem a JBS.

No comando da JBS Foods International, estará Gilberto Tomazoni, que é atualmente o vice-presidente global da operações da JBS. O canadense Russ Colaco será o CFO da empresa.

"A companhia acredita que a estrutura proposta e o plano de IPO refletem sua plataforma de produção global, portfólio de produtos e ampla base internacional de clientes", informou a JBS em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) ontem. A data de realização do IPO, o número de ações ordinárias classe A de emissão da JBS Foods International que serão ofertadas e o preço de emissão por ação ainda não foram definidos, segundo a empresa.  Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[18/05/2018] - Uma notícia que pode mexer com a arroba do boi
[18/05/2018] - Exportações de carne à China podem ter forte alta
[18/05/2018] - Embargo de Trump pode complicar vendas ao Irã
[18/05/2018] - Arroba: hora da virada chegou?
[18/05/2018] - Farelo de soja pesa no bolso do pecuarista
[18/05/2018] - Projeto prevê carro mais barato a produtor rural
[18/05/2018] - Polícia investiga venda de gado furtado a frigoríf

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[18/05/2018] - Produtores do Nordeste poderão renegociar dívidas
[17/05/2018] - Bolsonaro: produtor não pode ficar à mercê do MST
[17/05/2018] - Arroba: mercado já não está tão ruim
[17/05/2018] - Arroba: estiagem favorece frigoríficos
[17/05/2018] - Longa vida cai novamente no atacado
[17/05/2018] - Governo dos EUA aprova aquisição da Marfrig
[17/05/2018] - Mais um processo contra a JBS
[17/05/2018] - Funrural: deputados pedem segurança jurídica
[16/05/2018] - Carne sobe no varejo
[16/05/2018] - Frigoríficos ampliam abates e reclamam do consumo
[16/05/2018] - Arroba: luz no fim do túnel para o boi?
[16/05/2018] - Reposição empaca no preço do boi
[16/05/2018] - Justiça desapropria unidade da JBS
[16/05/2018] - BNDES amplia investigações sobre a JBS
[16/05/2018] - Marfrig se endivida para pagar compra
[16/05/2018] - China pode liberar mais 84 frigoríficos
[16/05/2018] - Sem o Agro, Brasil teria deficit comercial
[16/05/2018] - Produtores vão cobrar renegociação que está na lei
[16/05/2018] - Índios ameaçam defensoras do direito à propriedade
[15/05/2018] - Governo proíbe renegociação de dívidas rurais
[15/05/2018] - JBS lucra 43,5% mais no trimestre
[15/05/2018] - JBS fecha acordo bilionário com bancos
[15/05/2018] - Marfrig culpa frango por queda da carne bovina
[15/05/2018] - Arroba: boi em queda em São Paulo
[15/05/2018] - Carne sobe no atacado
[15/05/2018] - Irã suspende compra de carne bovina do Minerva
[15/05/2018] - Momento ruim para exportações de carne
[15/05/2018] - PIB do agro deverá ser menor em 2018
[15/05/2018] - UE publica embargo ao frango
[14/05/2018] - Arroba: sinais de baixa
[14/05/2018] - Dá para investir no confinamento este ano?
[14/05/2018] - Fim do embargo europeu pode ficar para 2019
[14/05/2018] - Turquia promete aumentar compras do Brasil
[14/05/2018] - Frigorífico com 6 unidades está à venda
[14/05/2018] - Milho segue em alta
[14/05/2018] - Produtores rurais querem segurança
[14/05/2018] - Concentração e impostos pesam sobre o pecuarista
[14/05/2018] - Rússia pode embargar Paraguai por carne do Brasil
[14/05/2018] - Câmara pode mudar Reserva Legal
[11/05/2018] - Arroba: dois mercados diferentes para o boi
[11/05/2018] - Problemas sanitários travam exportações de carne
[11/05/2018] - Os desafios do mercado do boi
[11/05/2018] - JBS se recuperou mais cedo que o esperado
[11/05/2018] - Decisão judicial favorece irmãos Batista
[11/05/2018] - Mais uma burocracia para o produtor rural
[11/05/2018] - UE resolve conversar sobre embargo ao frango
[10/05/2018] - Arroba: boi cai com força no Triângulo Mineiro
[10/05/2018] - Turbulência no mercado do boi
[10/05/2018] - Minerva tem prejuízo de R$ 114 mi no trimestre
[10/05/2018] - Cartel de frigoríficos: processo já dura 11 anos

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br