Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
139,00 127,00 130,00
GO MT RJ
122,00 122,00 133,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1160,00
Garrote 18m 1410,00
Boi Magro 30m 1770,00
Bezerra 12m 900,00
Novilha 18m 1150,00
Vaca Boiadeira 1370,00

Atualizado em: 27/4/2017 11:08

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Estoque de machos vai subir em 2018 no MT

 
 
 
Publicado em 16/12/2016

Independente da elevação dos abates de bovinos em Mato Grosso, o estoque de machos tende a subir e atingir 4,5 milhões de cabeças em 2018. As projeções são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Hoje, o estoque é de 3,96 milhões de cabeças, apresentando curva de crescimento.

As perspectivas foram apresentadas nesta semana pelo Imea, durante balanço de 2016 e projeções para 2017. As expectativas apontam para 2017 um estoque de 4,01 milhões de cabeças de bovinos machos, um leve incremento em relação as 3,96 milhões de cabeças de 2016 e as 3,90 milhões verificadas em 2015.

De acordo com o Imea, caso o abate em 2017 cresça 5% o estoque de bovinos machos deve ficar na casa das 4,07 milhões de cabeças. Contudo, se os abates caírem 5% o estoque tende a ficar em 4,49 milhões de cabeças. As estimativas apontam ainda 4,28 milhões de cabeças de machos caso os abates fiquem estáveis.

“O ciclo da pecuária está mudando. Mato Grosso está entrando em uma tendência maior de estoque de machos”, pontuou o gestor de análise de mercado do Imea, Ângelo Ozelame.

Para 2017 são esperadas para a bovinocultura mato-grossense uma melhora na oferta de animais, evolução na demanda interna e fortalecimento das negociações com o mercado externo.

Recuos consecutivos

Em seu boletim semanal da bovinocultura o Imea destaca que o boi gordo nos últimos meses vem apresentando recuos consecutivos em suas cotações. Hoje, a arroba do boi gordo em Juína, por exemplo, encontra-se a R$ 124,65. O declínio é diante o "aumento da quantidade de animais no mercado físico não acompanhado por uma melhora na demanda".

"Diante disto, o Imea traçou cenários futuros para o preço do boi gordo em Mato Grosso levando em consideração as cotações do animal na BM&F/Bovespa para os próximos cinco meses, e considerando diferenciais de base SP-MT diferentes. Apesar das discrepâncias entre os valores encontrados em virtude dos diferenciais de bases diferentes, a cotação do boi gordo futuro aponta apenas um sentido? queda, podendo chegar a R$ 125,70/@ em maio/17 (considerando o diferencial de base histórico - 13,40%). Essas previsões ficam como um alerta, para que os pecuaristas se planejem para o ano que está por vir, visto que, 2017 pode ser um ano difícil para as receitas", pontua o Imea. Com informações do IMEA.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[27/04/2017] - JBS: TCU aprova investigação por unanimidade
[27/04/2017] - Arroba: preços começam a subir
[27/04/2017] - CEPEA: arroba tem pequena alta
[27/04/2017] - MT: Arroba volta ao preço anterior à operação
[27/04/2017] - EUA aprovam explicações do Brasil por Carne Fraca
[27/04/2017] - Bancada promete solução para o Funrural
[27/04/2017] - O que muda com a reforma trabalhista?

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[26/04/2017] - TCU confirma favorecimento bilionário ao JBS
[26/04/2017] - Justiça torna 59 pessoas réus na Carne Fraca
[26/04/2017] - Arroba: frigoríficos pagam acima para ter boi
[26/04/2017] - Consultoria prevê queda forte da arroba
[26/04/2017] - Outros países suspenderão restrições à carne
[26/04/2017] - Reposição começa a se movimentar na Bahia
[26/04/2017] - Novo calendário para vacina já vale no MT
[26/04/2017] - Roraima é declarada zona livre de aftosa
[26/04/2017] - Produtores já marcam protesto contra o Funrural
[26/04/2017] - Bancada tenta resolver problema do Funrural
[25/04/2017] - Arroba: pior já passou?
[25/04/2017] - Feriados derrubam exportações, preço subiu
[25/04/2017] - Queda das importações prejudica exportação
[25/04/2017] - Quinze países ainda embargam a carne brasileira
[25/04/2017] - Preço do leite dispara no MS
[25/04/2017] - Brasil importou menos lácteos
[25/04/2017] - Leite: falta gordura para produzir manteiga
[25/04/2017] - Redução de imposto não reduz arrecadação
[24/04/2017] - JBS: quatro unidades não reabriram
[24/04/2017] - Marfrig: certificação Angus acaba em 4 unidades
[24/04/2017] - Arroba: até frigorífico grande está pagando mais
[24/04/2017] - Reposição: procura aumenta
[24/04/2017] - MAPA marca mais viagens para promover carne
[24/04/2017] - MG: pecuarista deve declarar vacina pela internet
[24/04/2017] - Milho: preços sobem
[24/04/2017] - Funrural: Receita ameaça com multa de 225%
[20/04/2017] - Arroba: pecuaristas conseguem preço melhor
[20/04/2017] - Frigoríficos precisam pagar mais para ter boi
[20/04/2017] - Carne volta a subir. E a arroba?
[20/04/2017] - Frigoríficos anunciam reabertura
[20/04/2017] - Superintendente denunciado por favorecer frigo
[20/04/2017] - Frigoríficos retomam promoção de exportações
[20/04/2017] - Produção de carne aumenta nos EUA
[20/04/2017] - Preço do leite subiu: alta vai continuar?
[20/04/2017] - Polícia prende ladrões com gado esquartejado
[19/04/2017] - Arroba: pecuarista não aceita preços atuais
[19/04/2017] - Leite subiu no Rio Grande do Sul
[19/04/2017] - Milho continua em queda
[19/04/2017] - Brasil negocia dobrar comércio com a Rússia
[19/04/2017] - Funrural na pecuária é quase 40% mais caro
[19/04/2017] - No Facebook, Blairo Maggi se defende
[18/04/2017] - Arroba: pecuarista segura venda e arroba sobe
[18/04/2017] - JBS diz que férias coletivas não serão prorrogadas
[18/04/2017] - Associação volta a falar em manipulação da arroba
[18/04/2017] - Embaixador russo diz confiar na carne brasileira
[18/04/2017] - Relação de troca piorou no Paraná
[18/04/2017] - Carne exportada está mais cara, volume pode cair
[18/04/2017] - Movimento quer livrar frigoríficos do Funrural
[18/04/2017] - ONG conclui: pecuária sustentável é inviável hoje
[17/04/2017] - Carne Fraca: um mês depois, pecuarista pagou conta

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br