Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
137,00 123,00 128,00
GO MT RJ
119,00 122,00 133,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1180,00
Garrote 18m 1390,00
Boi Magro 30m 1730,00
Bezerra 12m 900,00
Novilha 18m 1150,00
Vaca Boiadeira 1370,00

Atualizado em: 22/5/2017 10:13

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Pecuaristas querem receber à vista da JBS

 
 
 
Publicado em 18/05/2017

A JBS, maior indústria de alimentos do mundo, suspendeu as compras de boiadas à vista em algumas de suas unidades a partir de ontem. A informação foi repassada por um agente ligado ao setor, destacando que essa mudança para compra a prazo é uma prática adotada em todos os estados de atuação da empresa, com exceção de São Paulo, pelo menos até agora.

Segundo a fonte, houve um aumento significativo na procura de contratos à vista nos últimos dias, por isso a atitude da empresa. Mas, apesar de estar efetuando somente negócios no prazo com 30 dias, a antecipação do recebimento pode ser feita pelo Banco Original [também pertencente à Companhia J&F, dona da JBS] mediante a cobrança da Nota Promissória Rural (NPR), no valor de 3,1% ao mês.

Há grande preocupação dos produtores com relação a saúde financeira da empresa. No Mato Grosso, por exemplo, a JBS corresponde a mais de 50% do abate total do estado. “Há um temor sobre os desdobramentos da operação e de que forma isso poderia afetar a liquidez do mercado”, diz.

Na última sexta-feira (12), dois sócios do grupo JBS, os irmãos Joesley e Wesley Batista, estiveram novamente na mira da PF, desta vez na Operação Bullish, que aponta prejuízo aos cofres públicos de R$ 1,2 bilhão, por supostas fraudes em aportes do BNDES. 

Segundo Paulo José Mano, pecuarista em Mato Grosso, por cautela iniciou-se uma forte tendência por todo o país de vendas somente à vista. Ele, que havia vendido com pagamento para 30 dias, solicitou na segunda-feira (15), antecipação do recebimento dos valores relativos à venda de boiadas. Nessa operação, o prejuízo total do produtor se aproximou de R$ 8 mil reais.

“Não sabemos se a empresa está preparada para um grande volume de retiradas”, acrescenta o pecuarista Oswaldo Furlan, o coordenador do grupo Pecuária Bauru (GPB). Segundo ele, algumas unidades de abate não fazem contratos à vista, mas os produtores estão vendendo as boiadas a prazo, para posteriomente solicitar a antecipação do pagamento.

Em nota a JBS informou que "não comenta suas políticas comerciais por questões estratégicas. A Companhia informa ainda que suas operações seguem dentro da normalidade dos negócios”.

A maior preocupação nesse cenário fica por conta dos produtores localizados em regiões que não possuem alternativas de venda. Os analistas afirmam que somente os rumores em relação aos desdobramentos da Operação Bullish já travaram o mercado no início desta semana. Com informações do Notícias Agrícolas.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[22/05/2017] - Pecuaristas não querem vender gado à JBS
[22/05/2017] - Temer prepara retaliação à dona da JBS
[22/05/2017] - JBS: Ética, só fora do Brasil
[22/05/2017] - BNDES: JBS pagou US$ 220 mi em propinas
[22/05/2017] - Pecuaristas do MT pedem intervenção do governo
[22/05/2017] - Sem alternativa ao JBS, pecuarista tem prejuízo
[22/05/2017] - Arroba: como a nova crise está afetando o boi?
[22/05/2017] - Reposição: como está o mercado?
[22/05/2017] - Custo de produção do leite caiu novamente
[22/05/2017] - Agro deverá puxar PIB mesmo com nova crise
[22/05/2017] - Demanda em alta evita queda do farelo de soja

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[19/05/2017] - Arroba: crise chegou ao bolso do pecuarista?
[19/05/2017] - JBS: Batistas venderam ações
[19/05/2017] - JBS: pecuarista está correndo risco?
[19/05/2017] - JBS: lucro com compra de dólares pagará multa
[19/05/2017] - JBS: Batistas estão de mudança para os EUA
[19/05/2017] - Delação da JBS: o crime compensou?
[19/05/2017] - Carne sem osso: preços caíram
[19/05/2017] - CAR: metade das propriedades do MS está fora
[19/05/2017] - Tumulto político paralisa discussão sobre Funrural
[18/05/2017] - Com acordo, JBS se livra de operações da PF
[18/05/2017] - JBS comprou dólar para lucrar com escândalo?
[18/05/2017] - Pecuaristas querem receber à vista da JBS
[18/05/2017] - Arroba: frigoríficos não querem comprar à vista
[18/05/2017] - Arroba: frigoríficos aproveitam para pressionar
[18/05/2017] - Confinamento: o que vai acontecer?
[18/05/2017] - CPI da Funai aprova indiciamento de 90 pessoas
[18/05/2017] - Aftosa: pecuaristas discutem fim da vacinação
[17/05/2017] - TCU: BNDES perdeu R$ 711 mi com JBS
[17/05/2017] - MAPA: novas operações da PF já eram esperadas
[17/05/2017] - PF divulga lista de empresas alvo de operação
[17/05/2017] - Brasil quer exportar boi em pé ao Kuwait
[17/05/2017] - Arroba: é hora de vender?
[17/05/2017] - Carne bovina ganha espaço em relação ao frango
[17/05/2017] - Reposição: mercado ainda devagar em Goiás
[17/05/2017] - Cotações desabam e negociações com milho travam
[17/05/2017] - Funrural: negociações chegam a impasse
[16/05/2017] - PF: operação na fiscalização do MAPA em 4 estados
[16/05/2017] - Arroba: frigoríficos retomam pressão de baixa
[16/05/2017] - Acrimat: queda da arroba confirma manipulação
[16/05/2017] - Como separar agora JBS e Bertin?
[16/05/2017] - JBS: problemas com a Justiça adiam oferta de ações
[16/05/2017] - Lucro bruto do JBS caiu 92% na América do Sul
[16/05/2017] - Reposição reage e pára de cair
[16/05/2017] - Exportações de carne decepcionam e voltam a cair
[16/05/2017] - Farelo de soja: preços caíram
[16/05/2017] - Governo fecha alíquota de 1,5% para o Funrural
[16/05/2017] - Caiado apresenta projeto de anistia do Funrural
[16/05/2017] - CPI da Funai deve indiciar quase 100 pessoas
[15/05/2017] - Donos da JBS podem fazer delação premiada
[15/05/2017] - JBS e Bertin: fusão será revertida?
[15/05/2017] - Credores cobram mais de R$ 10 bi dos Bertin
[15/05/2017] - Arroba: pressão de baixa voltou?
[15/05/2017] - Coréia e EUA vêm ao Brasil para ampliar compras
[15/05/2017] - Preço do milho continua a cair
[12/05/2017] - JBS: PF investiga fraude que envolve Palocci
[12/05/2017] - Irmãos Batista são foco da operação da PF
[12/05/2017] - Marfrig: prejuízo dobrou com câmbio e Carne Fraca
[12/05/2017] - Arroba: abates voltaram ao nível pré Carne Fraca
[12/05/2017] - Carne sobe e mantém margens altas de frigos
[12/05/2017] - ABIEC: preço médio da carne exportada subiu

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br