Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
141,00 129,00 136,00
GO MT RJ
131,00 128,00 130,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1270,00
Garrote 18m 1520,00
Boi Magro 30m 1820,00
Bezerra 12m 960,00
Novilha 18m 1160,00
Vaca Boiadeira 1330,00

Atualizado em: 16/7/2018 10:04

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Funcionários estão envolvidos em 80% dos roubos

 
 
 
Publicado em 11/08/2017

A legislação do abigeato que tipifica o crime de furto de gado completa um ano neste mês de agosto e, mesmo com penas mais graves para os criminosos, os números de violência no campo só têm aumentado. Na região de Uberaba, no Triângulo Mineiro, a cada dois dias é registrada uma ocorrência de furto ou roubo de gado nas áreas rurais e, em mais de 80% dos casos, trabalhadores da própria fazenda estão envolvidos nas ações.

Um produtor rural que não quis se identificar relembra os momentos de terror que passou nas mãos dos bandidos. Ele teve a fazenda invadida por bandidos que levaram alguns animais e objetos de sua casa no fim de 2016. “O meu funcionário foi rendido junto com a família dele e até hoje a sua esposa vive trancada em casa, com medo. Minha fazenda agora vive com a porteira trancada e não tem acesso de ninguém, além de pessoas que possuem a chave”, relatou.

Segundo levantamento da Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais, neste ano foram registradas 1.053 ocorrências em fazendas de todo o estado, sendo que mais da metade dos casos está relacionado ao furto ou roubo de gado.

Um dos fatores que tem elevado o número de ocorrências no campo é o surgimento de quadrilhas especializadas em agir nas áreas rurais e, segundo o levantamento da Polícia Civil, somente este ano foram registrados 109 casos de furto ou roubo de gado em quatro municípios do Triângulo Mineiro.

Abigeato

A pena para quem cometer este tipo de crime varia entre dois a cinco anos de prisão. Segundo o delegado da Polícia Civil, Diego Paganicci, é bem comum a participação de funcionários, que facilitam o acesso às propriedades. “Durante nossas investigações, constatamos que caso não houvesse alguém para trazer informações da propriedade rural, não haveria possibilidade de cometer esses crimes”, relatou.

Segundo o policial, para evitar este tipo de situação é importante que o produtor verifique os antecedentes criminais do trabalhador antes de realizar a contratação. “Pode ir até a delegacia dentro do sindicato rural e consultar se o indivíduo que será contratado possui algum problema com a Justiça. Nós já tivemos casos de o produtor rural contratar um indivíduo que tinha um mandado de prisão em aberto.”

Para tentar diminuir a ação dos bandidos, o sindicato rural de Uberaba vai instalar dez câmeras de segurança em áreas rurais para monitorar o fluxo de veículos na zona rural. Até o fim do ano, outras quarenta câmeras devem entrar em atividade.

“Infelizmente, o investimento dos governos estadual e federal está abaixo do necessário e teremos que envolver os produtores para tentar identificar os autores desses crimes”, disse o presidente do Sindicato Rural de Uberaba, Romeu Borges.

Prevenção

Nas próximas semanas, o sindicato rural vai lançar uma campanha com dicas de segurança no campo. Entre os principais itens estão os cuidados na contratação de pessoas para trabalhar nas fazendas e evitar algumas atividades relacionadas ao transporte em determinados horários.

“É preciso evitar a movimentação de carga e descarga entre as 18h e 6h, exceto em atividades canavieiras ou em granjas, que precisam fazer a captura do frango no galpão durante esse período”, falou o Borges. Com informações do Canal Rural.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[16/07/2018] - Lula teria pedido para agilizar verba para a JBS
[16/07/2018] - Arroba: frigoríficos oferecem acima da referência
[16/07/2018] - Reposição ganhou força
[16/07/2018] - Exportações de boi em pé cresceram 84%
[16/07/2018] - Exportações do Agro seguem firmes, apesar da greve

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[13/07/2018] - Arroba: frigoríficos cm dificuldade para comprar
[13/07/2018] - Preço da carne continua caindo no varejo
[13/07/2018] - STF nega liminar que suspenderia tabela de frete
[13/07/2018] - Frete: aprovação não derruba ações judiciais
[13/07/2018] - O Brasil ganha ou perde com a guerra comercial?
[13/07/2018] - Preço do milho recua e pode cair mais
[13/07/2018] - CNA: campo precisa entrar na política de segurança
[12/07/2018] - Arroba subiu, frigoríficos já pagam mais
[12/07/2018] - CEPEA: arroba em alta, carne em baixa
[12/07/2018] - Frigoríficos apostam em retomada das exportações
[12/07/2018] - Abates batem recorde positivo no MT após a greve
[12/07/2018] - PIB da Pecuária recua no MT mas deve se recuperar
[12/07/2018] - Câmara aprova tabela de frete
[12/07/2018] - Senado aprova tabela de frete em tempo recorde
[12/07/2018] - Lactalis vai produzir marca francesa no Brasil
[11/07/2018] - Arroba: frigoríficos não acham boi para comprar
[11/07/2018] - Carne bovina deve subir mais
[11/07/2018] - Leite pára de subir
[11/07/2018] - Custo deve subir até 50% com tabela de frete
[11/07/2018] - Frete alto dificulta entrega de fertilizantes
[11/07/2018] - JBS: Noruega decide não investir e cita corrupção
[11/07/2018] - Polpa cítrica: oferta está menor
[10/07/2018] - Quem quer vender boi a R$ 150 a arroba?
[10/07/2018] - Consumo de carne bovina segue devagar
[10/07/2018] - Proibição da exportação pode ser votada hoje
[10/07/2018] - Inspeção privada tem data para começar no RS
[10/07/2018] - Crise e inflação podem piorar com tabela
[10/07/2018] - Tabelamento do frete pode ser aprovado hoje
[10/07/2018] - Doença que atinge o milho chegou ao Paraná
[10/07/2018] - Prefeitura fecha acordo para reabrir frigorífico
[09/07/2018] - Arroba: feriado em SP pode puxar cotação do boi
[09/07/2018] - Proibição das exportações pode parar na Justiça
[09/07/2018] - Milho: compradores esperam que preços caiam
[09/07/2018] - Brasil precisa vender melhor lá fora
[06/07/2018] - Consultoria prevê aumento das exportações
[06/07/2018] - MAPA tenta ampliar vendas aos árabes
[06/07/2018] - Arroba: consumo ainda segura a alta do boi
[06/07/2018] - Reposição começa a se movimentar
[06/07/2018] - Pecuaristas do MS pedem redução do ICMS
[06/07/2018] - Proibição de exportação é adiada novamente
[06/07/2018] - Contra tabela, produtores compram caminhões
[06/07/2018] - Milho disparou. Para onde vão os preços?
[06/07/2018] - Crime: união com pecuaristas reduz furtos e roubos
[05/07/2018] - Arroba: frigoríficos já pagam acima da referência
[05/07/2018] - Preço da carne exportada bate recorde
[05/07/2018] - Carne bovina recupera espaço em relação ao frango
[05/07/2018] - Relator da tabela de fretes ignora produtores
[05/07/2018] - JBS: CVM não vê falha em divulgação da delação
[05/07/2018] - Deputado quer restringir importação de lácteos
[04/07/2018] - Arroba: escalas estão curtas

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br