Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
138,00 127,00 131,00
GO MT RJ
126,00 128,00 131,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1280,00
Garrote 18m 1520,00
Boi Magro 30m 1860,00
Bezerra 12m 960,00
Novilha 18m 1140,00
Vaca Boiadeira 1310,00

Atualizado em: 19/6/2018 10:04

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

MPF vê risco de quebra da JBS

 
 
 
Publicado em 09/10/2017

O Ministério Público Federal (MPF) aponta um "inegável caráter fraudulento" na organização societária das empresas do grupo J&F, que criou CNPJs distintos daqueles dos empreendimentos produtivos para distribuir lucros e dividendos à família controladora.

No documento em que pede a ampliação do bloqueio de bens da família Batista, revelado pelo jornal "O Globo" desta segunda-feira, a Procuradoria da República no Distrito Federal afirma que os controladores usufruem bens de luxo que estão em nome de empresas sem atividade operacional.

O MPF fala em risco de insolvência do grupo. Os bens foram comprados a partir de repasses de empreendimentos produtivos que acumulam "dívidas milionárias" com Fisco e Previdência Social, "beneficiados por desvios e/ou irregularidades na gestão de recursos públicos".

Lanchas, jet skis e avião

Na última sexta-feira, o juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal em Brasília, atendeu ao pedido do MPF e da Polícia Federal (PF) e ampliou o bloqueio de bens dos Batista, inicialmente de R$ 60 milhões.

As investigações da Operação Bullish, que apuram fraudes em contratos do grupo com o BNDES, apontam prejuízos na ordem de R$ 1,2 bilhão, podendo chegar já na atual fase das investigações a R$ 1,6 bilhão, o que justificaria um bloqueio maior, segundo o MPF.

"A estrutura organizacional do grupo adquire inegável caráter fraudulento", afirma o procurador da República Ivan Marx, responsável pela Operação Bullish, no pedido enviado à Justiça. "É através dessas empresas que o grupo distribui recursos para seus sócios e acionistas, oriundos das empresas produtivas que acumulam as dívidas milionárias, enquanto a família controladora desfruta livremente dos bens e recursos disponíveis aos demais CNPJs."

O pedido de bloqueio foi feito no fim de junho. A decisão da 10ª Vara Federal ocorre três meses depois, quando a delação premiada dos executivos do grupo J&F é alvo de questionamentos. A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu a rescisão do acordo, com anulação de benefícios dados e preservação das provas e depoimentos, após constatar omissão de informações. Joesley e Wesley Batista estão presos preventivamente.

O pedido de ampliação do bloqueio de bens detalha o patrimônio da família que já estava indisponível. Em nome de seis empresas, estão registrados uma aeronave Embraer, no valor de R$ 30 milhões; quatro lanchas; sete jet skis, com valor individual de R$ 25 mil a R$ 52 mil; 46 carros de luxo, sendo quatro Porsche Cayenne e uma BMW; e quatro imóveis em áreas nobres de Brasília, avaliados em mais de R$ 10 milhões; entre outros.

À exceção de poucos bens, o patrimônio está em nome de pessoas jurídicas da família controladora. Isso, segundo o MPF, "reforça o intuito de dificultar o rastreio e impedir que as constrições recaiam diretamente sobre o patrimônio do núcleo familiar".

Em relação a um risco de insolvência, citado para justificar o pedido de ampliação do bloqueio, o MPF cita o rastreamento do dinheiro do BNDES destinado a participações acionárias; prejuízos com fundos de investimento; ações indenizatórias de investidores estrangeiros; perda de valor de mercado; escassez de crédito; boicote do mercado; e fraudes em balancetes contábeis.

Um laudo da PF apontou pelo menos cinco irregularidades nos aportes do BNDES no grupo J&F. São eles: desvio de finalidade no emprego dos recursos, erros de cálculo na formação do preço das ações, abandono da forma de cálculo para conversão de debêntures, mudança rápida na percepção de risco do negócio e dispensa de garantias em operação com debêntures.

Procuradas, a J&F e a JBS chamaram de "insinuação leviana" a suspeita de fraude. "Não há fraude alguma. Todas as operações societárias foram feitas de acordo com a lei", afirmaram em nota. Sobre irregularidades em aportes do BNDES, as duas empresas dizem que isso ainda é objeto de discussão no Tribunal de Contas da União. "Todas as operações com o BNDES foram abertas, de acordo com a mais rigorosa transparência e dentro dos melhores padrões de governança." Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[19/06/2018] - PF indicia Batista e Miller por corrupção
[19/06/2018] - Arroba começa a dar sinais de alta
[19/06/2018] - Exportações de carne têm o pior junho em 9 anos
[19/06/2018] - Reposição sobe e arroba cai. E agora?
[19/06/2018] - Leite longa vida tem forte alta
[19/06/2018] - UE pressiona para que Mercosul ceda em acordo
[19/06/2018] - Temer espera que STF decida sobre fretes
[19/06/2018] - Ministro: tabela pode prejudicar caminhoneiros

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[18/06/2018] - Operação investiga corrupção em unidade da JBS
[18/06/2018] - Arroba: oferta encurta e frigoríficos pagam mais
[18/06/2018] - Frigoríficos subiram preço da carne no atacado
[18/06/2018] - Cai a procura por reposição
[18/06/2018] - Milho: preços caíram quase 8% em sete dias
[18/06/2018] - Cooperativas obtêm liminar contra tabela de frete
[15/06/2018] - Arroba: está sobrando boi?
[15/06/2018] - MS tem maior número de abates em dois anos
[15/06/2018] - STF trava ações sobre tabelamento de frete
[15/06/2018] - CADE é contra tabelamento de fretes
[15/06/2018] - Entidade obteve liminar contra tabela de frete
[15/06/2018] - Frigoríficos pressionam e chefe da inspeção cai
[15/06/2018] - O dólar alto vai afetar o preço do farelo de soja?
[15/06/2018] - Insegurança jurídica custa caro ao produtor
[14/06/2018] - Impasse no mercado do boi
[14/06/2018] - CEPEA: escalas ditam o valor do boi
[14/06/2018] - IBGE: abates em alta no Brasil
[14/06/2018] - Impasse adia reabertura de frigorífico
[14/06/2018] - Leite: produtores do PR perderam milhões de litros
[14/06/2018] - Exportações do Agro mostraram força em maio
[14/06/2018] - Governo prevê acordo com a UE antes das eleições
[14/06/2018] - Acordo UE-Mercosul preocupa deputados do Agro
[14/06/2018] - STF quer que governo explique a tabela de frete
[14/06/2018] - Brasil vai exportar genética para o Equador
[13/06/2018] - Arroba: pecuarista deve segurar o boi?
[13/06/2018] - Frigoríficos estão aproveitando oferta para ganhar
[13/06/2018] - Reposição continua parada no Paraná
[13/06/2018] - CNA vai ao STF contra tabelamento de frete
[13/06/2018] - Transportadoras também vão à Justiça contra tabela
[13/06/2018] - Maggi não vê solução breve para fretes
[13/06/2018] - Caminhoneiros querem 50% de aumento
[13/06/2018] - Impasse sobre frete travou venda de grãos
[13/06/2018] - CADE arquiva processo contra Friboi por cartel
[13/06/2018] - Crédito rural está em alta
[13/06/2018] - Maggi prevê piora na relação com a UE
[13/06/2018] - Índios são presos por cobrar pedágio no MT
[12/06/2018] - Arroba: mercado está retomando o ritmo
[12/06/2018] - Reposição volta à normalidade depois da greve
[12/06/2018] - Exportações caem em junho depois da greve
[12/06/2018] - Leite subiu depois da greve dos caminhoneiros
[12/06/2018] - Mantega admite encontro com Joesley Batista
[12/06/2018] - Caminhoneiros e produtores fecham acordo
[12/06/2018] - Indefinição sobre frete atrasa entregas no Agro
[12/06/2018] - IBGE prevê safra menor em 2018
[11/06/2018] - CNA tenta acordo sobre frete sem o governo
[11/06/2018] - Exportações reagem e batem 110 mil toneladas
[11/06/2018] - Arroba: com escalas mais longas, pressão continua
[11/06/2018] - Varejo não consegue repassar alta da carne
[11/06/2018] - Oferta aumenta e preço do milho cai
[11/06/2018] - Governo anuncia reforço na fiscalização

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br