Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
151,00 142,00 145,00
GO MT RJ
139,00 134,00 141,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1320,00
Garrote 18m 1570,00
Boi Magro 30m 1920,00
Bezerra 12m 990,00
Novilha 18m 1150,00
Vaca Boiadeira 1370,00

Atualizado em: 20/9/2018 14:04

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Acrimat: ICMS menor estimula concorrência pelo boi

 
 
 
Publicado em 10/10/2017

A demanda aquecida por carne se mostrou fator essencial para recuperação do mercado da pecuária nos últimos meses. Em setembro, novo crescimento no número de abates foi registrado, com 434 mil animais, 13% a mais que em setembro do ano passado. Apesar do volume ser menor do que o registrado em agosto, é considerado alto devido ao período de entressafra da pecuária, quando a seca compromete a disposição de pasto e prejudica a engorda.

Para a Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), a retomada imediata de mercados e o aumento no consumo interno foram fatores importantes para que a pecuária de corte não acumulasse perdas ainda maiores. O diretor-executivo da entidade, Luciano Vacari, explica que de março a julho, o mercado registrou quedas consecutivos no preço da arroba, causando perda de renda para o pecuarista.

“Em Mato Grosso, foram registradas até 11 semanas seguidas de desvalorização no mercado do boi gordo. Operação da Polícia Federal, corrupção envolvendo agentes do setor e incertezas na economia do país causaram prejuízos no campo. A retomadas de mercados internacionais e o recente crescimento em postos de trabalhos foram essenciais para o ano não fosse perdido para a pecuária de corte”, afirma Vacari.

O boletim do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) informa que, as altas nos abates e nas exportações e a recente recuperação no preço da arroba ainda não são suficientes para estabelecer como o ano será finalizado. De acordo com a avaliação dos analistas, o montante de bovinos abatidos em setembro deste ano é 7,2% maior do que a média dos primeiros oito meses deste ano e ainda houve valorização de 9,5% no preço da arroba em comparação com agosto.

“Mesmo com mais oferta, foi possível manter o preço em ascendência. O mercado em outubro e novembro vai depender do número de animais terminados em confinamento que estarão disponíveis e da demanda interna e externa”, avalia Luciano Vacari.

Algumas medidas adotadas pelo governo estadual contribuíram para a manutenção do mercado do boi gordo, como a redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para abate em outros estados e atualização da pauta do boi gordo, que é a base de cálculo do imposto.

O presidente da Acrimat, Marco Túlio Duarte Soares explica que a redução do ICMS, por parte do governo estadual, atendeu a uma demanda do setor produtivo que este ano passou por algumas crises com impactos diretos na remuneração do pecuarista.

“Em março, quando havia previsão de aumento da alíquota de 7% para 9% para o gado em pé, o governo atendeu a primeira solicitação dos pecuaristas e manteve os 7% até final de junho. Novamente, antes que o ICMS fosse elevado para 9%, conforme era previsto, o governo do Estado reconheceu a situação delicada enfrentadas pelos produtores de carne e reduziu a alíquota para 4%”, detalhou Marco Túlio.

A redução do imposto foi essencial para todo o setor. “Hoje vemos que a redução, ao invés de estimular a evasão de animais para o abate em outros estados, estimulou o mercado interno. Com mais concorrência, a indústria remunerou melhor o produtor, aumentou a produção e Mato Grosso, ao invés de enviar produto in natura, vendeu com valor agregado”.

Agora, a entidade pleiteia a manutenção da alíquota em 4% até 31 de dezembro para garantir a movimentação aquecida do setor. “Enviamos ao governo, no dia 19 de setembro, um ofício solicitando a manutenção do ICMS em 4%. Esperamos contar mais uma vez com a parceria com um dos principais setores produtivos do Estado”, afirma Marco Túlio. Com informações da Acrimat.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[20/09/2018] - Boi gordo atinge o maior valor em 2 anos
[20/09/2018] - Arroba: frigoríficos não estão achando boi
[20/09/2018] - Frigoríficos já falam em dar férias coletivas
[20/09/2018] - BNDES teve prejuízo de quase R$ 1 bi na JBS
[20/09/2018] - Reposição está movimentada no Pará
[20/09/2018] - Dólar alto puxa preço dos adubos
[19/09/2018] - Alta da arroba não perde força

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[19/09/2018] - Reposição sobe forte
[19/09/2018] - Tabela de frete não é sustentável, diz ministro
[19/09/2018] - Diesel pode faltar no final do ano
[19/09/2018] - Milho deve subir
[18/09/2018] - Mercado do boi segue em alta
[18/09/2018] - Exportações de carne seguem firmes em setembro
[18/09/2018] - Atacado da carne continua em alta
[18/09/2018] - Leite cai no varejo
[18/09/2018] - Javalis causam grandes prejuízos a produtores
[18/09/2018] - Bolsonaro consegue apoio de indígenas
[17/09/2018] - JBS mais fraco aumenta concorrência pelo boi
[17/09/2018] - Arroba: alta segue firme
[17/09/2018] - Confinamento está menor em SP
[17/09/2018] - Fim de imposto pode aumentar exportação de couro
[17/09/2018] - Milho: negociações esfriam
[17/09/2018] - Incêndio devasta pastos em Rondônia
[17/09/2018] - JBS: Justiça libera presos em operação
[14/09/2018] - Frigorífico Minerva tenta acalmar o mercado
[14/09/2018] - Arroba continua subindo
[14/09/2018] - Preço da carne cai no varejo
[14/09/2018] - Alckmin tira porte de arma no campo de programa
[14/09/2018] - Receita está negativando CPF de produtores rurais
[13/09/2018] - Arroba: frigoríficos não acham boi para comprar
[13/09/2018] - Arroba já bate os R$ 150
[13/09/2018] - Exportações seguem com força em setembro
[13/09/2018] - Produção de leite caiu no trimestre
[13/09/2018] - BNDES perdeu mais de R$ 1 bi no Bertin
[13/09/2018] - JBS diz ter pago R$ 70 mi ao governador do MS
[13/09/2018] - JBS antecipa pagamento de R$ 2 bi
[13/09/2018] - Minerva: sauditas podem se tornar majoritários
[13/09/2018] - Governo vai liberar hora-extra a fiscais
[12/09/2018] - Frigoríficos confirmam recorde nas exportações
[12/09/2018] - Arroba do boi continua subindo
[12/09/2018] - Exportações de boi em pé subiram em agosto
[12/09/2018] - Abates subiram mesmo com greve dos caminhoneiros
[12/09/2018] - Custo em alta trava confinamento
[12/09/2018] - Insumos sobem com frete tabelado no MS
[12/09/2018] - Por dívidas, Minerva anuncia aumento de capital
[12/09/2018] - PF investiga escândalo que envolve frigoríficos
[11/09/2018] - Arroba do boi sobe em 17 praças
[11/09/2018] - Frigorífico exportador puxa preço do boi em SP
[11/09/2018] - Oportunidade no mercado de reposição
[11/09/2018] - Governo não libera dados das exportações
[11/09/2018] - Milho: confinamento puxa vendas no Mato Grosso
[11/09/2018] - Leite: consumo baixo pressiona os preços
[10/09/2018] - Arroba do boi deve seguir em alta
[10/09/2018] - Boi magro está em falta
[10/09/2018] - Carne continua em alta em SP
[10/09/2018] - Brasil enfrenta turbulências nas exportações
[10/09/2018] - Exportação argentina pode ser afetada pela crise

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br