Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
138,00 126,00 131,00
GO MT RJ
126,00 127,00 131,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1280,00
Garrote 18m 1520,00
Boi Magro 30m 1860,00
Bezerra 12m 960,00
Novilha 18m 1140,00
Vaca Boiadeira 1310,00

Atualizado em: 15/6/2018 11:10

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Itambé: mais um capítulo na briga

 
 
 
Publicado em 07/03/2018

A novela sobre o destino do laticínio Itambé, que foi vendida em dezembro pela cooperativa mineira CCPR para a francesa Lactalis, chega a um novo capítulo.

A Câmara de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça do estado de São Paulo vai julgar nesta quarta-feira (7) se a CCPR pode ou não transferir as ações da Itambé para a Lactalis. Isso porque, apesar do anúncio do negócio no final do ano passado, a Vigor, que era dona de uma parte da Itambé antes de a mineira ser vendida aos franceses, questionou a operação na Justiça.

A operação chegou a ser aprovada pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) do ponto de vista concorrencial, mas ainda tem aspectos pendentes no lado judicial porque teria quebrado acordo de acionistas e também ferido cláusulas de sigilo, de acordo com as reclamações levadas à Justiça.

A decisão mais recente do tribunal autoriza a venda, mas não dá aos franceses da Lactalis a chance de exercer seus direitos de acionista, gerando um impasse. Metaforicamente, é como se alguém tivesse comprado um carro, mas não pudesse dirigi-lo. O caso será resolvido por meio de arbitragem que envolve CCPR, Vigor e Itambé, mas ainda há recursos a serem avaliados pela Justiça.

Em entrevista coletiva no último dia 28, quando falou publicamente sobre o caso pela primeira vez, Patrick Sauvageot, presidente da Lactalis na América Latina, afirmou que a Lala (mexicana que hoje controla a Vigor) está usando o conflito na Justiça para "queimar" a Itambé porque gostaria de, ela própria, ter comprado a empresa mineira.

A Vigor era dona de 50% da Itambé até o dia 4 de dezembro, quando a CCPR (dona dos outros 50% da Itambé) exerceu seu direito de preferência de compra e ficou com 100% do laticínio mineiro.

No dia seguinte, porém, a CCPR anunciou o acordo de venda da totalidade da Itambé para a francesa Lactalis. A Vigor considerou como violação do acordo de acionistas porque o trato previa que as partes não poderiam negociar uma venda com concorrentes diretos, mas mesmo assim, a CCPR teria negociado com a Lactalis em um período em que estava impedida por contrato.

Na semana passada, quando falou a jornalistas sobre o caso, Patrick Sauvageot não soube precisar quantos dias durou a negociação da Lactalis com a CCPR para a compra da Itambé.

"Não sei exatamente quando começaram a se falar, mas pelo que entendi, a CCPR estava fechando um acordo com o Estado de Minas Gerais, mas como não deu certo, pouco tempo antes de firmar com a Lactalis, não sei se 15 dias, eles chamaram a Lactalis para fechar um acordo", disse Sauvageot.

Como não tinha recursos para comprar os 50% da Itambé que pertencia à Vigor, a CCPR pediu financiamento da Codemig (Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais), mas não conseguiu. A cooperativa não revela de onde saiu o dinheiro para efetuar a compra da Itambé, mas a informação deverá vir à tona durante o processo de arbitragem.

"Desde o momento em que a CCPR exerce o seu direito de preferência, que foi em 20 de setembro, ela é proprietária dos 50% da Vigor. A pergunta, 'de onde vem o dinheiro?' é irrelevante", disse Sauvageot aos jornalistas na semana passada.

A CCPR confirmou que gostaria de exercer seu direito de preferência de compra em setembro, mas só efetuou a venda no dia 4 de dezembro.

Procuradas, Vigor e Lactalis não se manifestaram. Com informações da Folha.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[15/06/2018] - Arroba: está sobrando boi?
[15/06/2018] - MS tem maior número de abates em dois anos
[15/06/2018] - STF trava ações sobre tabelamento de frete
[15/06/2018] - CADE é contra tabelamento de fretes
[15/06/2018] - Entidade obteve liminar contra tabela de frete
[15/06/2018] - Frigoríficos pressionam e chefe da inspeção cai
[15/06/2018] - O dólar alto vai afetar o preço do farelo de soja?

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[15/06/2018] - Insegurança jurídica custa caro ao produtor
[14/06/2018] - Impasse no mercado do boi
[14/06/2018] - CEPEA: escalas ditam o valor do boi
[14/06/2018] - IBGE: abates em alta no Brasil
[14/06/2018] - Impasse adia reabertura de frigorífico
[14/06/2018] - Leite: produtores do PR perderam milhões de litros
[14/06/2018] - Exportações do Agro mostraram força em maio
[14/06/2018] - Governo prevê acordo com a UE antes das eleições
[14/06/2018] - Acordo UE-Mercosul preocupa deputados do Agro
[14/06/2018] - STF quer que governo explique a tabela de frete
[14/06/2018] - Brasil vai exportar genética para o Equador
[13/06/2018] - Arroba: pecuarista deve segurar o boi?
[13/06/2018] - Frigoríficos estão aproveitando oferta para ganhar
[13/06/2018] - Reposição continua parada no Paraná
[13/06/2018] - CNA vai ao STF contra tabelamento de frete
[13/06/2018] - Transportadoras também vão à Justiça contra tabela
[13/06/2018] - Maggi não vê solução breve para fretes
[13/06/2018] - Caminhoneiros querem 50% de aumento
[13/06/2018] - Impasse sobre frete travou venda de grãos
[13/06/2018] - CADE arquiva processo contra Friboi por cartel
[13/06/2018] - Crédito rural está em alta
[13/06/2018] - Maggi prevê piora na relação com a UE
[13/06/2018] - Índios são presos por cobrar pedágio no MT
[12/06/2018] - Arroba: mercado está retomando o ritmo
[12/06/2018] - Reposição volta à normalidade depois da greve
[12/06/2018] - Exportações caem em junho depois da greve
[12/06/2018] - Leite subiu depois da greve dos caminhoneiros
[12/06/2018] - Mantega admite encontro com Joesley Batista
[12/06/2018] - Caminhoneiros e produtores fecham acordo
[12/06/2018] - Indefinição sobre frete atrasa entregas no Agro
[12/06/2018] - IBGE prevê safra menor em 2018
[11/06/2018] - CNA tenta acordo sobre frete sem o governo
[11/06/2018] - Exportações reagem e batem 110 mil toneladas
[11/06/2018] - Arroba: com escalas mais longas, pressão continua
[11/06/2018] - Varejo não consegue repassar alta da carne
[11/06/2018] - Oferta aumenta e preço do milho cai
[11/06/2018] - Governo anuncia reforço na fiscalização
[11/06/2018] - Preço do frango subiu 40% após a greve
[11/06/2018] - Frigorífico fecha e culpa crise e embargo europeu
[08/06/2018] - Arroba cai em SP mas sobe em outras praças
[08/06/2018] - Pecuária de corte perdeu R$ 11 bi em negócios
[08/06/2018] - Queda do boi prejudica troca com o milho
[08/06/2018] - China impõe sobretaxa ao frango brasileiro
[08/06/2018] - Preço do frango sobe 30% e retoma normalidade
[08/06/2018] - Governo volta atrás e impasse sobre frete continua
[08/06/2018] - CNA pede suspensão da tabela de frete
[08/06/2018] - Doença fatal para cavalos chega ao Brasil
[07/06/2018] - Justiça suspende tabela de preço mínimo para frete
[07/06/2018] - Arroba; pressão para derrubar o boi
[07/06/2018] - Arroba: exportações se recuperam mesmo com greve

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br