Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
150,00 141,00 145,00
GO MT RJ
138,00 132,00 141,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1320,00
Garrote 18m 1570,00
Boi Magro 30m 1920,00
Bezerra 12m 990,00
Novilha 18m 1150,00
Vaca Boiadeira 1370,00

Atualizado em: 19/9/2018 12:25

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Fraudes ocorreram mesmo com supervisão da PF

 
 
 
Publicado em 08/03/2018

Os três laboratórios pegos pela Polícia Federal na Operação Trapaça são os mesmos flagrados em fraudes em março de 2017, na primeira fase da Carne Fraca.

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Luís Eduardo Rangel, disse que, em um primeiro momento, as empresas foram descredenciadas. Depois, sob o argumento de que se adequaram, elas voltaram a atuar, mas sob ação controlada da PF.

Desde então, segundo ele, escutas telefônicas e outras medidas permitiram verificar que as empresas reincidiram nas fraudes com a BRF.

Ainda segundo o secretário, sua equipe está pronta para estender o escopo [das investigações].

“Esses laboratórios também prestaram serviços para outras empresas”, disse.

Diante da crise no setor, o governo quer implementar ainda neste ano um novo sistema de fiscalização de laudos laboratoriais de carnes para tentar prevenir fraudes como as que foram reveladas.

Rangel afirmou que pretende fazer os primeiros testes do novo sistema até o fim de julho.

“O nível de fraude superou nossas expectativas”, disse. “Por isso, tivemos de pensar numa forma mais sofisticada [de fiscalização].”

A ideia é que os laboratórios hoje credenciados sejam obrigados a fazer testes cruzados. Um vai refazer um teste feito pelo seu concorrente.

Em outra frente, os seis laboratórios oficiais do ministério farão uma checagem por amostras dos testes realizados. “Para isso, devem deixar de fazer os exames de rotina a fim de se dedicarem à nova tarefa”, disse Rangel.

O secretário informou que a medida é uma consequência das investigações que vinham sendo conduzidas pela PF e pelo ministério desde abril do ano passado.

A parceria, no entanto, só deslanchou depois de março de 2017 com a Operação Carne Fraca, da Polícia Federal -- que não contou com a participação do ministério.

Naquele momento, a Polícia Federal já tinha evidências de fraudes praticadas pelos frigoríficos com laboratórios que atestam a qualidade da carne.

Meta

No caso da carne de frango, a meta do governo é baixar os índices de contaminação por salmonela de 20% para 7%. “É impossível atingir essas metas se as empresas mentem para a gente”, afirmou Rangel.

O secretário acredita que o novo sistema de fiscalização das auditorias fitossanitárias que o ministério desenvolve deve ajudar a coibir as fraudes, mas, mesmo assim, os resultados só devem surgir no longo prazo. “Não dá para fazer em 18 meses. É coisa para dez anos.”

Ainda segundo ele, a Operação Trapaça não deve comprometer as vendas de carnes do Brasil porque, no caso do frango, a presença de salmonela não representa risco para a saúde.

“Existe um consenso internacional sobre isso porque essa bactéria não sobrevive a temperaturas superiores a 60ºC.”

De acordo com ele, os países já fazem notificações de presença de salmonela rotineiramente. “Isso não é tão polêmico”, disse.

“Apenas 12 destinos têm requisitos específicos e não aceitam a presença da salmonela”, disse o secretário.

Por isso, Rangel acredita que os países devem entender a Operação Trapaça como mais um passo do Brasil para um sistema capaz de atestar a qualidade da carne brasileira. Com informações da Gazeta do Povo. 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[19/09/2018] - Alta da arroba não perde força
[19/09/2018] - Reposição sobe forte
[19/09/2018] - Tabela de frete não é sustentável, diz ministro
[19/09/2018] - Diesel pode faltar no final do ano
[19/09/2018] - Milho deve subir
[18/09/2018] - Mercado do boi segue em alta
[18/09/2018] - Exportações de carne seguem firmes em setembro

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[18/09/2018] - Atacado da carne continua em alta
[18/09/2018] - Leite cai no varejo
[18/09/2018] - Javalis causam grandes prejuízos a produtores
[18/09/2018] - Bolsonaro consegue apoio de indígenas
[17/09/2018] - JBS mais fraco aumenta concorrência pelo boi
[17/09/2018] - Arroba: alta segue firme
[17/09/2018] - Confinamento está menor em SP
[17/09/2018] - Fim de imposto pode aumentar exportação de couro
[17/09/2018] - Milho: negociações esfriam
[17/09/2018] - Incêndio devasta pastos em Rondônia
[17/09/2018] - JBS: Justiça libera presos em operação
[14/09/2018] - Frigorífico Minerva tenta acalmar o mercado
[14/09/2018] - Arroba continua subindo
[14/09/2018] - Preço da carne cai no varejo
[14/09/2018] - Alckmin tira porte de arma no campo de programa
[14/09/2018] - Receita está negativando CPF de produtores rurais
[13/09/2018] - Arroba: frigoríficos não acham boi para comprar
[13/09/2018] - Arroba já bate os R$ 150
[13/09/2018] - Exportações seguem com força em setembro
[13/09/2018] - Produção de leite caiu no trimestre
[13/09/2018] - BNDES perdeu mais de R$ 1 bi no Bertin
[13/09/2018] - JBS diz ter pago R$ 70 mi ao governador do MS
[13/09/2018] - JBS antecipa pagamento de R$ 2 bi
[13/09/2018] - Minerva: sauditas podem se tornar majoritários
[13/09/2018] - Governo vai liberar hora-extra a fiscais
[12/09/2018] - Frigoríficos confirmam recorde nas exportações
[12/09/2018] - Arroba do boi continua subindo
[12/09/2018] - Exportações de boi em pé subiram em agosto
[12/09/2018] - Abates subiram mesmo com greve dos caminhoneiros
[12/09/2018] - Custo em alta trava confinamento
[12/09/2018] - Insumos sobem com frete tabelado no MS
[12/09/2018] - Por dívidas, Minerva anuncia aumento de capital
[12/09/2018] - PF investiga escândalo que envolve frigoríficos
[11/09/2018] - Arroba do boi sobe em 17 praças
[11/09/2018] - Frigorífico exportador puxa preço do boi em SP
[11/09/2018] - Oportunidade no mercado de reposição
[11/09/2018] - Governo não libera dados das exportações
[11/09/2018] - Milho: confinamento puxa vendas no Mato Grosso
[11/09/2018] - Leite: consumo baixo pressiona os preços
[10/09/2018] - Arroba do boi deve seguir em alta
[10/09/2018] - Boi magro está em falta
[10/09/2018] - Carne continua em alta em SP
[10/09/2018] - Brasil enfrenta turbulências nas exportações
[10/09/2018] - Exportação argentina pode ser afetada pela crise
[10/09/2018] - Para onde vão os preços do milho?
[10/09/2018] - ANTT começa a fiscalizar cumprimento de tabela
[10/09/2018] - CNA pede, de novo, suspensão da tabela de frete
[10/09/2018] - Precisa de ajuda para preencher o ITR?
[06/09/2018] - Frigoríficos tentam segurar a subida da arroba
[06/09/2018] - Exportações sustentam a arroba do boi

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br