Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
151,00 141,00 146,00
GO MT RJ
139,00 136,00 146,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1380,00
Garrote 18m 1650,00
Boi Magro 30m 2000,00
Bezerra 12m 1020,00
Novilha 18m 1250,00
Vaca Boiadeira 1420,00

Atualizado em: 17/12/2018 10:49

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Carne Fraca terá novas fases

 
 
 
Publicado em 08/03/2018

A Trapaça não será a única etapa da Operação Carne Fraca a ser deflagrada em 2018. É o que garantem fontes do Ministério da Agricultura, que, ao contrário do que aconteceu na primeira fase das investigações, deflagradas em março do ano passado, atualmente colabora com os trabalhos liderados pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal (MPF).

As fontes não souberam detalhar datas ou focos das próximas etapas da operação, mas adiantaram que há mais de uma frente de apurações de irregularidades em andamento. E que, se a Trapaça se debruçou sobre laudos forjados por laboratórios para maquiar elevados níveis de presença de salmonela na carne de frango produzida em algumas unidades da BRF, o próximo capítulo poderá voltar a se concentrar nos fiscais.

Esse foi o foco da primeira fase, quando a Carne Fraca destrinchou casos de corrupção entre fiscais agropecuários e funcionários de frigoríficos. O que chama a atenção dos investigadores agora, conforme as fontes consultadas pelo Valor, são casos de fiscais que aparentam ter padrões de vida incompatíveis com seus salários. Sinais dessas incompatibilidades teriam ficado evidentes já na operação de março de 2017.

Foram apreendidos na época, por exemplo, diversos automóveis importados e bens pessoais de luxo com o ex-superintendente do Ministério da Agricultura no Paraná, o fiscal Daniel Gonçalves, considerado pelo Ministério Público Federal como o "chefe da organização criminosa" nas investigações de corrupção, que está em prisão domiciliar. Casos semelhantes estão na mira.

Procurado pela reportagem, o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki, negou que a Pasta tenha informações sobre novas etapas da Carne Fraca. Mas afirmou que, se novas fases vierem, a Pasta estará preparada para as repercussões, até porque tem colaborado com as investigações.

"Pode haver outras operações, mas muita coisa também já mudou desde que a Operação Carne Fraca estourou", afirmou o secretário, que ontem estava em São Paulo. Porém, ele admitiu que o país não está imune a possíveis embargos de países importadores, dependendo do que as investigações revelarem.

Ontem, a preocupação do governo e da iniciativa privada em relação a eventuais embargos decorrentes da Operação Trapaça era sensivelmente menor que na segundafeira. Segundo o ex-ministro Francisco Turra, presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), apenas União Europeia e Hong Kong pediram explicações formais ao Brasil sobre o caso.

De acordo com Turra, o Ministério da Agricultura foi ágil, enviando explicações aos diversos importadores antes mesmo que eles as tivessem solicitado. Nos casos da UE e Hong Kong, isso só não aconteceu porque os pedidos feitos pelas autoridades foram "concomitantes" ao envio das explicações do Brasil.

Para Turra, desde o trauma da primeira fase da Carne Fraca, o Brasil "aprendeu bastante". Desta vez, a governo brasileiro conseguiu rapidamente circunscrever os problemas aos três frigoríficos da BRF, em Mineiros (GO), Rio Verde (GO) e Carambeí (PR). Essas unidades tiveram as exportações suspensas pelo próprio Ministério da Agricultura.

Mas o presidente da ABPA fez questão de lamentar as irregularidades cometidas na BRF. "É má prática, ilegal. Quem quer ser global, não pode errar", disparou. Com informações do Infomoney. 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[17/12/2018] - BOLETIM NOTÍCIAS DA PECUÁRIA EM RECESSO
[14/12/2018] - Arroba: frigoríficos continuam procurando boi
[14/12/2018] - Arroba sobe forte no RJ
[14/12/2018] - Agência otimista com a situação do Minerva
[14/12/2018] - Leite: importações podem ser suspensas
[14/12/2018] - CNA pede ao STF decisão urgente sobre frete
[14/12/2018] - Incerteza sobre frete trava negócios

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[13/12/2018] - Fux volta atrás e tabela de fretes volta a valer
[13/12/2018] - CNA recorrerá contra tabela do frete
[13/12/2018] - Líder dos caminhoneiros agradece Fux
[13/12/2018] - Exportações de gado em pé cresceram 80%
[13/12/2018] - Arroba chega ao maior valor do ano
[13/12/2018] - Abates de novilhas batem recorde
[13/12/2018] - Abates bovinos cresceram 7% em um ano
[13/12/2018] - Exportações poderiam ter crescido mais
[13/12/2018] - Leite: longa vida tem preços estáveis
[13/12/2018] - Mercado do leite está estagnado
[13/12/2018] - Onde criar gado é correr risco de vida
[12/12/2018] - Exportações devem bater recorde em 2019
[12/12/2018] - Arroba: frigoríficos precisam de boi para o Natal
[12/12/2018] - Para onde vai o preço da reposição?
[12/12/2018] - Fracassa leilão de frigorífico em SP
[12/12/2018] - Venda da parte do BNDES na JBS ficou para 2019
[12/12/2018] - Ruralistas nunca foram contra ambiente e índios
[12/12/2018] - Deputados querem prorrogar o Refis do Funrural
[11/12/2018] - PF investiga propina da JBS a Aécio Neves
[11/12/2018] - Árabes aumentam pressão sobre Bolsonaro
[11/12/2018] - Caminhoneiros temem falta de apoio para greve
[11/12/2018] - Arroba: festas de final de ano puxam o boi
[11/12/2018] - Oferta curta valoriza preço da reposição
[11/12/2018] - Alta no atacado puxa preço da carne no varejo
[11/12/2018] - Exportações de carne: dezembro começa forte
[10/12/2018] - Caminhoneiros protestam contra decisão do STF
[10/12/2018] - Arroba do boi segue subindo
[10/12/2018] - Atacado da carne tem recorde de preço
[10/12/2018] - Marfrig será líder global em hambúrguer
[10/12/2018] - Leite: oferta aumentou e derrubou preço
[10/12/2018] - MG terá nova referência para o preço do leite
[10/12/2018] - Milho: preços seguem firmes
[10/12/2018] - Agro dá apoio ao novo ministro do Meio Ambiente
[07/12/2018] - STF impede multa por desrespeito à tabela do frete
[07/12/2018] - Mais uma greve dos caminhoneiros?
[07/12/2018] - Arroba do boi ganha força na alta
[07/12/2018] - Mercado do boi está devagar em SC
[07/12/2018] - Marfrig fecha compra de unidades da BRF
[07/12/2018] - Tereza: produtor deve ser pago para preservar
[07/12/2018] - Milho deve ficar mais caro em 2019
[07/12/2018] - Funai irá para o Ministério dos Direitos Humanos
[06/12/2018] - Arroba do boi voltou a subir em São Paulo
[06/12/2018] - Exportação de boi em alta em novembro
[06/12/2018] - Boi deve subir no Mato Grosso
[06/12/2018] - Há frigoríficos pagando mais pelo boi
[06/12/2018] - CNA pede suspensão de multas por tabela
[06/12/2018] - Custos devem derrubar PIB do Agro em 2018
[06/12/2018] - Dívida do Funrural será extinta?
[06/12/2018] - Minerva nega oferta para comprar ativos da BRF
[06/12/2018] - Prazo para o CAR termina em 31 de dezembro

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br