Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
138,00 126,00 131,00
GO MT RJ
126,00 127,00 131,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1280,00
Garrote 18m 1520,00
Boi Magro 30m 1860,00
Bezerra 12m 960,00
Novilha 18m 1140,00
Vaca Boiadeira 1310,00

Atualizado em: 15/6/2018 11:10

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Justiça suspende venda da Itambé

 
 
 
Publicado em 08/03/2018

A Câmara de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu ontem, por dois votos a um, suspender a venda da Itambé Alimentos pela Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais (CCPR) para a francesa Lactalis até decisão do tribunal arbitral sobre a validade do negócio, segundo fontes a par do processo.

A decisão veio após a Vigor - que foi vendida pela J&F à mexicana Lala - apresentar agravo interno contra a validação, em meados de janeiro, pelo desembargador César Ciampolini da recompra dos 50% da Itambé pela CCPR e posterior venda da empresa à Lactalis. Na ocasião, Ciampolini definiu, porém, que a Lactalis não poderia exercer os direitos de acionista na Itambé até parecer da Câmara de Arbitragem Brasil-Canadá sobre a validade da operação.

A Vigor recorreu por considerar que a operação com a Lactalis fere o acordo de acionistas que ela e CCPR tinham na Itambé.

No início de janeiro, na primeira instância, o juiz Luis Felipe Ferrari Bedendi, da 1ª Vara Empresarial e Conflitos de Arbitragem em São Paulo, havia reconhecido a recompra de 50% da Vigor na Itambé pela CCPR, mas suspendera a venda da empresa de lácteos à Lactalis, determinando que a decisão sobre a validade do negócio seria do tribunal arbitral.

No julgamento do agravo na Câmara de Direito Empresarial do TJ, iniciado há duas semanas, Ciampolini confirmou a decisão que havia tomado em janeiro, mas os outros dois desembargadores, Marcelo Fortes Barbosa e Alexandre Alves Lazzarini, posicionaram-se contra a transferência das ações da Itambé para a Lactalis até a decisão da câmara de arbitragem.

A CCPR também tinha apresentado, em fevereiro, agravo interno na Câmara de Direito Empresarial solicitando que a decisão de Ciampolini, que impede a Lactalis de exercer os direitos de acionista, seja reconsiderada. Esse recurso da CCPR ainda não foi julgado.

Em nota, ontem, a Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais afirmou que "aplaude a decisão da Câmara de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, que [...] deu ganho de causa, por 3 votos a 0, à CCPR, confirmando por unanimidade decisão julgada em primeira instância. Com isto, fica reconhecida a validade da compra dos 50% da Itambé que pertenciam à Vigor pela CCPR, que segue com a gestão da empresa".

Disse ainda que "reitera a absoluta confiança na Justiça e espera agora confirmar a venda da Itambé para a Lactalis, após julgamento do agravo da Itambé sobre esta questão nas próximas semanas". Segundo a CCPR, a decisão é necessária para que possa "concluir o contrato de longo prazo de fornecimento de leite com a Lactalis, de forma a evitar prejuízos para as 6,5 mil famílias dos seus cooperados". A CCPR destacou, na nota, que a operação já foi validada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Também em nota, a Vigor afirmou que " ao suspender a venda da Itambé à Lactalis, a 1ª Câmara Empresarial do Tribunal de Justiça de São Paulo preserva os direitos da Vigor, impedindo que um ato ilegal se torne fato consumado. As decisões tomadas até o momento pelo Poder Judiciário têm natureza cautelar, sendo que o mérito - a validade da operação entre Vigor e CCPR - será decidido em arbitragem".

A Lactalis não comentou.

A constituição do tribunal arbitral, que ainda não ocorreu, encerra a disputa entre Vigor e CCPR na Justiça. Assim, dependendo de quando isso acontecer, o agravo da CCPR pode não ser levado a julgamento.  Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[15/06/2018] - Arroba: está sobrando boi?
[15/06/2018] - MS tem maior número de abates em dois anos
[15/06/2018] - STF trava ações sobre tabelamento de frete
[15/06/2018] - CADE é contra tabelamento de fretes
[15/06/2018] - Entidade obteve liminar contra tabela de frete
[15/06/2018] - Frigoríficos pressionam e chefe da inspeção cai
[15/06/2018] - O dólar alto vai afetar o preço do farelo de soja?

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[15/06/2018] - Insegurança jurídica custa caro ao produtor
[14/06/2018] - Impasse no mercado do boi
[14/06/2018] - CEPEA: escalas ditam o valor do boi
[14/06/2018] - IBGE: abates em alta no Brasil
[14/06/2018] - Impasse adia reabertura de frigorífico
[14/06/2018] - Leite: produtores do PR perderam milhões de litros
[14/06/2018] - Exportações do Agro mostraram força em maio
[14/06/2018] - Governo prevê acordo com a UE antes das eleições
[14/06/2018] - Acordo UE-Mercosul preocupa deputados do Agro
[14/06/2018] - STF quer que governo explique a tabela de frete
[14/06/2018] - Brasil vai exportar genética para o Equador
[13/06/2018] - Arroba: pecuarista deve segurar o boi?
[13/06/2018] - Frigoríficos estão aproveitando oferta para ganhar
[13/06/2018] - Reposição continua parada no Paraná
[13/06/2018] - CNA vai ao STF contra tabelamento de frete
[13/06/2018] - Transportadoras também vão à Justiça contra tabela
[13/06/2018] - Maggi não vê solução breve para fretes
[13/06/2018] - Caminhoneiros querem 50% de aumento
[13/06/2018] - Impasse sobre frete travou venda de grãos
[13/06/2018] - CADE arquiva processo contra Friboi por cartel
[13/06/2018] - Crédito rural está em alta
[13/06/2018] - Maggi prevê piora na relação com a UE
[13/06/2018] - Índios são presos por cobrar pedágio no MT
[12/06/2018] - Arroba: mercado está retomando o ritmo
[12/06/2018] - Reposição volta à normalidade depois da greve
[12/06/2018] - Exportações caem em junho depois da greve
[12/06/2018] - Leite subiu depois da greve dos caminhoneiros
[12/06/2018] - Mantega admite encontro com Joesley Batista
[12/06/2018] - Caminhoneiros e produtores fecham acordo
[12/06/2018] - Indefinição sobre frete atrasa entregas no Agro
[12/06/2018] - IBGE prevê safra menor em 2018
[11/06/2018] - CNA tenta acordo sobre frete sem o governo
[11/06/2018] - Exportações reagem e batem 110 mil toneladas
[11/06/2018] - Arroba: com escalas mais longas, pressão continua
[11/06/2018] - Varejo não consegue repassar alta da carne
[11/06/2018] - Oferta aumenta e preço do milho cai
[11/06/2018] - Governo anuncia reforço na fiscalização
[11/06/2018] - Preço do frango subiu 40% após a greve
[11/06/2018] - Frigorífico fecha e culpa crise e embargo europeu
[08/06/2018] - Arroba cai em SP mas sobe em outras praças
[08/06/2018] - Pecuária de corte perdeu R$ 11 bi em negócios
[08/06/2018] - Queda do boi prejudica troca com o milho
[08/06/2018] - China impõe sobretaxa ao frango brasileiro
[08/06/2018] - Preço do frango sobe 30% e retoma normalidade
[08/06/2018] - Governo volta atrás e impasse sobre frete continua
[08/06/2018] - CNA pede suspensão da tabela de frete
[08/06/2018] - Doença fatal para cavalos chega ao Brasil
[07/06/2018] - Justiça suspende tabela de preço mínimo para frete
[07/06/2018] - Arroba; pressão para derrubar o boi
[07/06/2018] - Arroba: exportações se recuperam mesmo com greve

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br