Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
156,00 143,00 148,00
GO MT RJ
143,00 142,00 144,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1430,00
Garrote 18m 1720,00
Boi Magro 30m 2100,00
Bezerra 12m 1080,00
Novilha 18m 1350,00
Vaca Boiadeira 1480,00

Atualizado em: 22/4/2019 10:08

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Negócio bilionário do Marfrig pode não ser tão bom

 
 
 
Publicado em 11/04/2018

A estratégia da Marfrig, anunciada na segunda-feira, de comprar o frigorífico norte-americano National Beef, é levemente positivo para sua nota crédito, afirma a agência de rating Fitch. A companhia brasileira chegou a um acordo para a aquisição de 51% das ações da empresa que é a quarta maior processadora de carne bovina dos Estados Unidos. A Marfrig pagará US$ 969 milhões pela participação e diz que, concluída a transação, passará a ter um faturamento consolidado de R$ 43 bilhões.

A Fitch diz que a estratégia é positiva uma vez que vai melhorar a diversificação geográfica da Marfrig, levando em conta produção e vendas. Já sobre a questão financeira, a agência afirma que “o impacto financeiro em termos de alavancagem é muito pequena”. “Os riscos de execução desta transação são gerenciáveis porque a atual gerência sênior da National Beef permanecerá na empresa por cinco anos após o fechamento da transação”, informa.

Em relação à venda da subsidiária da Marfrig nos Estados Unidos, a Keystone Foods, também anunciada ontem, a Fitch relata que isso vai ajudar a empresa a atingir metas de alavancagem, mas aumentaria o risco de negócios da empresa, já que a Keystone Food fornece um fluxo de caixa relativamente estável. A Keystone gera a maior parte de suas vendas por meio da venda de produtos avícolas processados nos EUA para o McDonald’s, ressalta a Fitch.

A agência afirma, ainda, que os fundamentos para o mercado de carne bovina devem se manter positivos nos próximos dois anos para Brasil e Estados Unidos. A agência observa que a produção global de carne bovina deve crescer 2% em 2018, para 62,6 milhões de toneladas, com os dois países respondendo por cerca de metade deste crescimento sozinhos, segundo o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[22/04/2019] - Doença na China pode ajudar pecuaristas do Brasil
[22/04/2019] - Arroba perde força mas oferta está curta
[22/04/2019] - Como está o mercado do boi no Maranhão?
[22/04/2019] - Caminhoneiros estão divididos sobre greve
[22/04/2019] - Caminhoneiros: governo enfrenta negociação difícil
[22/04/2019] - Milho cai ao menor valor desde novembro
[22/04/2019] - Produtores rurais argentinos criticam Macri

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[18/04/2019] - Arroba: não tem espaço para baixa
[18/04/2019] - Melhorou cenário para o confinamento?
[18/04/2019] - Chuvas puxam preço do boi no Mato Grosso
[18/04/2019] - Como está a reposição no Pará?
[18/04/2019] - RS procura mercados para exportar gado em pé
[18/04/2019] - Exportações: receita do frango supera carne bovina
[18/04/2019] - Caminhoneiros vão mesmo entrar em greve?
[18/04/2019] - Pecuaristas preocupados com a volta da aftosa
[17/04/2019] - Arroba: tem frigorífico pagando mais
[17/04/2019] - Carne: varejo dá sinais de melhora
[17/04/2019] - Leite vai continuar subindo?
[17/04/2019] - Especialistas defendem prazo maior para o CAR
[17/04/2019] - Governo quer destravar o crédito rural
[16/04/2019] - Arroba: alta perdeu força
[16/04/2019] - É hora de vender o boi?
[16/04/2019] - Carne: preços não têm força para subir
[16/04/2019] - Exportações estão mais fracas em abril
[16/04/2019] - China fala em ampliar compras de carne do Brasil
[16/04/2019] - Rússia adia visita que liberaria mais frigoríficos
[16/04/2019] - Bertin terá que explicar negócio com a JBS
[16/04/2019] - Banco prevê alta forte para ações da JBS
[16/04/2019] - PIB do Agro deverá crescer mais que o previsto
[16/04/2019] - Nova Previdência trará investimentos para o Agro
[16/04/2019] - Governo anuncia pacote para evitar greve
[16/04/2019] - Caminhoneiros se dizem insatisfeitos com ajuda
[15/04/2019] - Invasões de terra caíram com Bolsonaro
[15/04/2019] - Arroba: preço não dá sinal de queda
[15/04/2019] - Reposição está ficando mais cara
[15/04/2019] - Bezerro está em falta no Mato Grosso
[15/04/2019] - JBS vale R$ 35 bilhões a mais após a delação
[15/04/2019] - Produtores rurais cobram aplicação de impostos
[15/04/2019] - Vai sobrar milho em 2019?
[12/04/2019] - Governo teme nova greve dos caminhoneiros
[12/04/2019] - Líder dos caminhoneiros elogia ação de Bolsonaro
[12/04/2019] - Arroba: boi segue em subindo com força
[12/04/2019] - Milho: como ficará a produção em 2019?
[12/04/2019] - Arroba em alta forte também no Pará
[12/04/2019] - Paraná vai debater fim da vacinação
[12/04/2019] - Crise chega forte à pecuária argentina
[11/04/2019] - Arroba: boi continua subindo sem parar
[11/04/2019] - CEPEA: uma mudança importante na arroba
[11/04/2019] - Exportação de gado em pé subiu em março
[11/04/2019] - Imposto sobre a carne sobe 140%
[11/04/2019] - Catástrofe sanitária pode beneficiar a JBS
[11/04/2019] - Lácteos: importações caíram com força em março
[11/04/2019] - Bolsonaro: Brasil está de braços abertos a árabes
[11/04/2019] - Qual opinião dos árabes sobre encontro?
[11/04/2019] - Bolsonaro enfrenta dilema com setor rural
[10/04/2019] - A arroba do boi vai continuar subindo?
[10/04/2019] - Arroba do boi em alta firme

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br