Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
138,00 126,00 133,00
GO MT RJ
127,00 128,00 130,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1280,00
Garrote 18m 1520,00
Boi Magro 30m 1850,00
Bezerra 12m 960,00
Novilha 18m 1140,00
Vaca Boiadeira 1310,00

Atualizado em: 22/6/2018 12:58

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Caminhoneiros ameaçam nova greve

 
 
 
Publicado em 06/06/2018

Enquanto as empresas transportadoras se movimentam para mudar a tabela do frete mínimo, os caminhoneiros acompanham, ressabiados, o andamento das negociações em Brasília. Nas redes sociais, os motoristas temem que o lobby dos grandes grupos consiga derrubar a tabela recém-instituída pelo governo como contrapartida ao fim da greve. Mas eles prometem resistir. “Se essa tabela cair, vai ter uma greve pior que a última. E aí não vai ter negociação, pois eles vão querer provar para o mundo que são fortes, vai ser uma grande revolta”, diz Ivar Luiz Schmidt, representante do Comando Nacional do Transporte (CNT) e que foi o grande líder da paralisação de 2015.

Foi ele quem criou os primeiros grupos de caminhoneiros no WhatsApp para organizar os protestos daquele ano. Hoje, Schmidt participa de quase 90 grupos na rede. “Está todo mundo só esperando que a tabela seja derrubada para parar tudo de novo”, afirma. “E, pelo que estou vendo no WhatsApp, pode ter certeza de que isso vai acontecer.”

A tabela de preço mínimo do transporte rodoviário – definida às pressas pelo governo para interromper a greve na semana passada – é considerada a maior vitória dos caminhoneiros nos últimos tempos. Mas, diante da reação do empresariado (principalmente representantes do agronegócio), eles começam a temer que essa conquista esteja com os dias – ou horas – contados.

“Não vejo coisa muito boa vindo pela frente, mas vamos lutar para encontrar um meio-termo para ambas as partes”, afirma o presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José Fonseca Lopes, que esteve à frente das negociações com o governo na greve encerrada na semana passada. Ele deve participar nesta quarta-feira, 6, de uma reunião com a Casa Civil para discutir o assunto. “Esperamos encontrar um denominador comum que não prejudique o caminhoneiro. Caso contrário, podem esperar uma nova rebelião.”

O presidente da Abcam afirma que uma tabela de preço mínimo vinha sendo negociada no Congresso antes da greve e da medida provisória ser emitida. Schmidt afirma que desde 2016 essa proposta vem sendo negociada, sem sucesso – com as condições precárias de trabalho dos motoristas de caminhão no Brasil sendo ignoradas.

“Hoje, não existe categoria mais massacrada que o caminhoneiro. Há 30 anos esse profissional vem sendo explorado”, diz Schmidt, do CNT. Na avaliação dele, se os motoristas autônomos permitirem que o governo elimine essa tabela em favor das transportadoras, eles estarão perdendo uma grande oportunidade de melhorar a qualidade de seu trabalho. Com informações da Veja.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[22/06/2018] - Arroba: oferta está curta
[22/06/2018] - Frigoríficos aproveitaram greve para pressionar
[22/06/2018] - Transporte mais caro derruba preço do milho
[22/06/2018] - Transportadoras ignoram tabela de frete
[22/06/2018] - Produtores pedem veto à proibição de exportação
[22/06/2018] - Agropecuária liderou criação de empregos em maio
[21/06/2018] - Arroba: entressafra começa a mexer com o mercado

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[21/06/2018] - Frigoríficos procuram novilhos para abate
[21/06/2018] - Fiux pressiona por acordo sobre fretes
[21/06/2018] - Produtores rurais já perderam R$ 10 bi com impasse
[21/06/2018] - Greve dos caminhoneiros faz inflação bater recorde
[21/06/2018] - SRB critica governador por veto às exportações
[21/06/2018] - Maggi pressiona por fim do embargo russo
[21/06/2018] - UE anuncia retaliação a produtos agrícolas dos EUA
[20/06/2018] - Fiscal demitido se queixa de interferência
[20/06/2018] - Arroba: já começa a faltar boi
[20/06/2018] - Mercado da carne está ótimo para os frigoríficos
[20/06/2018] - STF debate hoje tabelamento de frete
[20/06/2018] - Venda de grãos travada por impasse no frete
[20/06/2018] - Governador de SP apóia fim da exportação de gado
[20/06/2018] - PIB do agro deve cair em 2018
[20/06/2018] - BRF vende participação no Minerva
[20/06/2018] - Farelo de soja continua subindo
[20/06/2018] - Guerra comercial não ajuda o Brasil, diz Maggi
[19/06/2018] - PF indicia Batista e Miller por corrupção
[19/06/2018] - Arroba começa a dar sinais de alta
[19/06/2018] - Exportações de carne têm o pior junho em 9 anos
[19/06/2018] - Reposição sobe e arroba cai. E agora?
[19/06/2018] - Leite longa vida tem forte alta
[19/06/2018] - UE pressiona para que Mercosul ceda em acordo
[19/06/2018] - Temer espera que STF decida sobre fretes
[19/06/2018] - Ministro: tabela pode prejudicar caminhoneiros
[18/06/2018] - Operação investiga corrupção em unidade da JBS
[18/06/2018] - Arroba: oferta encurta e frigoríficos pagam mais
[18/06/2018] - Frigoríficos subiram preço da carne no atacado
[18/06/2018] - Cai a procura por reposição
[18/06/2018] - Milho: preços caíram quase 8% em sete dias
[18/06/2018] - Cooperativas obtêm liminar contra tabela de frete
[15/06/2018] - Arroba: está sobrando boi?
[15/06/2018] - MS tem maior número de abates em dois anos
[15/06/2018] - STF trava ações sobre tabelamento de frete
[15/06/2018] - CADE é contra tabelamento de fretes
[15/06/2018] - Entidade obteve liminar contra tabela de frete
[15/06/2018] - Frigoríficos pressionam e chefe da inspeção cai
[15/06/2018] - O dólar alto vai afetar o preço do farelo de soja?
[15/06/2018] - Insegurança jurídica custa caro ao produtor
[14/06/2018] - Impasse no mercado do boi
[14/06/2018] - CEPEA: escalas ditam o valor do boi
[14/06/2018] - IBGE: abates em alta no Brasil
[14/06/2018] - Impasse adia reabertura de frigorífico
[14/06/2018] - Leite: produtores do PR perderam milhões de litros
[14/06/2018] - Exportações do Agro mostraram força em maio
[14/06/2018] - Governo prevê acordo com a UE antes das eleições
[14/06/2018] - Acordo UE-Mercosul preocupa deputados do Agro
[14/06/2018] - STF quer que governo explique a tabela de frete
[14/06/2018] - Brasil vai exportar genética para o Equador
[13/06/2018] - Arroba: pecuarista deve segurar o boi?

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br