Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
153,00 138,00 145,00
GO MT RJ
139,00 138,00 142,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1380,00
Garrote 18m 1650,00
Boi Magro 30m 2060,00
Bezerra 12m 1050,00
Novilha 18m 1300,00
Vaca Boiadeira 1480,00

Atualizado em: 19/2/2019 11:10

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Mais um processo contra os irmãos Batista

 
 
 
Publicado em 10/08/2018

Os irmãos Batista são alvo de novo processo sancionador na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), mais um aberto após a delação premiada de ambos, no ano passado. O alvo agora é o conselho de administração da JBS. Ao mesmo tempo, Wesley e Joesley apresentaram propostas de termos de compromisso para tentar encerrar os casos mais complexos nos quais são acusados de irregulares na autarquia.

Além dos irmãos, o pai deles, José Batista Sobrinho, Humberto Junqueira de Farias, e Tarek Farahat são acusados pela CVM por não terem empregado o “cuidado e a diligência necessários no monitoramento da política de hedge aprovada em 2014 e os assuntos referentes às alterações propostas por trabalho de consultoria contratado pela companhia e realizado entre junho e dezembro de 2013”. Nessa segunda acusação, apenas Farahat não é citado. O novo processo é resultado de um inquérito administrativo instaurado em fevereiro.

Enquanto isso, os irmãos Batista tentam firmar termos de compromissos para encerrar dois casos abertos anteriormente e que são considerados os mais complexos em análise na CVM. Um deles se refere ao processo em que a área técnica concluiu que eles tiveram vantagem indevida de quase R$ 73 milhões com a venda de ações da JBS antes da divulgação do acordo de delação premiada que veio a público em 17 de maio de 2017. Na esfera criminal, os irmãos Batista chegaram a ser presos no ano passado por conta desse mesmo caso.

O processo analisa eventual uso de informação privilegiada e manipulação de mercado por Joesley e Wesley Batista e quebra do dever de lealdade, abuso de poder e manipulação de preços pela FB Participações – veículo por meio do qual os irmãos controlam a JBS -, que também apresentou proposta.

Wesley também quer encerrar, por meio de termo de compromisso, o processo que analisa se houve infração na compras de contratos de derivativos de dólar antes da delação. Neste caso, apenas Wesley, que era CEO da JBS, é acusado. A empresa, a divisão Seara e a Eldorado (empresa de papel e celulose, já vendida pelos irmãos) também apresentaram suas propostas para um acordo. Não há mais detalhes públicos, como os valores propostos. A aceitação ou não dos termos de compromisso ainda depende de análise do comitê responsável.

Procurada, a JBS disse que não comenta sobre processos específicos e se mantém à disposição da CVM para informações ou esclarecimentos necessários. A J&F, holding da família Batista, também não comentou. Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[19/02/2019] - Procuradoria deve cobrar R$ 2 bilhões da JBS
[19/02/2019] - Exportações de carne podem ter alta de quase 40%
[19/02/2019] - Frigoríficos tentam continuar a vender ao Irã
[19/02/2019] - Exportações de carne do MS batem recorde
[19/02/2019] - Arroba: pressão mesmo com oferta curta
[19/02/2019] - Leite longa vida sobe com menor produção
[19/02/2019] - Minerva tenta atrair interesse por ações

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[18/02/2019] - Estados aumentam impostos sobre o Agro
[18/02/2019] - Arroba: frigoríficos seguem tentando pagar menos
[18/02/2019] - Milho: procura está em alta
[18/02/2019] - Leite: governo tentará retaliar a UE
[18/02/2019] - Enchente mata meio milhão de bois
[15/02/2019] - Frigoríficos aumentam a pressão sobre o boi
[15/02/2019] - Carne: será que as vendas melhoram no Carnaval?
[15/02/2019] - Leite: governo ainda não aumentou tarifa da UE
[15/02/2019] - Leite: CEPEA mudará cálculo do preço ao produtor
[15/02/2019] - China fecha acordo para importar frango do Brasil
[15/02/2019] - Acordo com China puxa ações de frigoríficos
[15/02/2019] - JBS substitui Marfrig e assina parceria com ACNB
[15/02/2019] - Empresa da JBS tem prejuízo nos EUA
[15/02/2019] - Marfrig já está exportando ao Japão
[14/02/2019] - Carne: margem de lucro do varejo aumentou
[14/02/2019] - Arroba: o mercado está devagar?
[14/02/2019] - CEPEA: produtividade aumentou nos últimos anos
[14/02/2019] - Justiça pede explicações sobre fim da tarifa
[14/02/2019] - Produtores de leite protestam por falta de energia
[14/02/2019] - Indígenas plantam 18 mil hectares de grãos
[14/02/2019] - Tereza defende o direito de índios de produzir
[14/02/2019] - Funrural: produtor tem dúvidas sobre o pagamento
[14/02/2019] - Governo incentiva financiamento rural
[14/02/2019] - Frio extremo mata gado leiteiro nos EUA
[13/02/2019] - Leite: como o governo aumentará a tarifa da UE?
[13/02/2019] - Reforma aumenta contribuição rural ao INSS
[13/02/2019] - Conta de luz rural pode aumentar
[13/02/2019] - Arroba: oferta curta está puxando preço do boi
[13/02/2019] - Exportações de couro em alta
[13/02/2019] - Oferta de gado pode diminuir
[13/02/2019] - MT: utilização de capacidade dos frigos é recorde
[13/02/2019] - Falta reposição no Pará
[13/02/2019] - Exportações do agro batem US$ 102 bi em 1 ano
[13/02/2019] - Minerva quer incentivo fiscal para reabrir unidade
[12/02/2019] - Exportações: fevereiro já começou com recordes?
[12/02/2019] - Exportações à Rússia em 2019 já batem 2018
[12/02/2019] - Governo deve rever fim de taxa ao leite europeu
[12/02/2019] - Arroba: frigoríficos têm dificuldade para comprar
[12/02/2019] - Reposição: expectativa pela chegada dos bezerros
[12/02/2019] - Carne: queda nos preços perde força
[12/02/2019] - Milho: produtor deve ter cautela
[12/02/2019] - Funrural: Abrafrigo diz que dívida não existe
[12/02/2019] - Crédito rural tem forte alta nas contratações
[12/02/2019] - Índios e produtores comemoram colheita juntos
[11/02/2019] - Arroba: pecuarista segura o boi esperando a alta
[11/02/2019] - Exportações de gado cresceram 55% em 1 ano
[11/02/2019] - Conta do boi não fecha, diz líder rural
[11/02/2019] - Ministério não vê danos com leite da UE
[11/02/2019] - Produtores pedem taxa sobre o leite em pó
[11/02/2019] - Milho: colheita não reduziu preços

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br