Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
150,00 144,00 144,00
GO MT RJ
142,00 134,00 144,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1350,00
Garrote 18m 1570,00
Boi Magro 30m 1940,00
Bezerra 12m 980,00
Novilha 18m 1150,00
Vaca Boiadeira 1380,00

Atualizado em: 11/10/2018 13:36

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Exportações de carne bovina devem bater R$ 7 bi

 
 
 
Publicado em 11/10/2018

A receita com as exportações de carne bovina do Brasil deve superar os US$ 7 bilhões neste ano, amparada pela demanda chinesa firme e pela valorização do dólar frente o real nos últimos meses.

A projeção foi feita pelo presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec), Antonio Camardelli, ontem durante evento em Atibaia, São Paulo.

No ano passado, o Brasil exportou 1,5 milhão de toneladas de carne bovina, com receita de US$ 6,28 bilhões. Camardelli, entretanto, não indicou se a receita seria maior que o recorde de US$ 7,2 bilhões alcançado em 2014, quando o País embarcou 1,5 milhão de toneladas. “De janeiro a setembro, o crescimento foi de 12,8% em volume, para 1,1 milhão de toneladas, e de 13,6% em receita, para US$ 4,9 bilhões no comparativo com o ano passado”, disse.

A China teve um papel relevante nesse avanço. Os embarques ao país asiático cresceram 56,2% em volume no acumulado do ano e 68,5% em receita. Uma missão para habilitar novas plantas para exportação ao mercado chinês está prevista para o final de outubro. “Com 16 plantas, exportamos mais de 100 mil toneladas e chegamos a US$ 1 bilhão. Podemos aumentar no mínimo em 50% esse volume para o próximo ano.”

Para o analista do Rabobank, Adolfo Fontes, os embarques devem superar as expectativas do banco. “Nossa previsão para este ano era de 10% de alta em volumes, mas esperamos que esse avanço possa ser até maior, já que na primeira semana de outubro a média diária já é 30% maior. ” Segundo ele, a guerra comercial entre China e EUA levou a um redirecionamento da cesta de compras chinesa ao Brasil. A valorização da moeda norte-americana também favoreceu os negócios. “O câmbio influenciou as exportações positivamente em setembro, embora em outubro haja um ajuste”, acrescenta.

Camardelli afirmou que uma missão do Canadá chega ao Brasil no próximo dia 15 para visitar o parque fabril nacional e avaliar as garantias sanitárias do País. O dirigente destacou que o governo está traduzindo a última parte do relatório a ser entregue aos Estados Unidos para que o Brasil volte a exportar carne bovina in natura para aquele país.

“A expectativa é que o Ministério da Agricultura e o setor privado consigam entregar este material técnico aos norte-americanos até o final de novembro e, então, ficaremos disponíveis para uma visita e a consequente reabertura do mercado”, ponderou.

Suínos e aves

Os exportadores de carne suína também devem ter acesso a novos mercados em breve, apesar do ano difícil para o segmento. No dia 20 deste mês, o País receberá uma missão para a abertura de mercado ao produto brasileiro no México. “Este é um grande passo, porque o Brasil vem há anos tentando um início efetivo de negociações com o México, que é um dos maiores importadores de carne suína do mundo”, afirmou o vice-presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin.

A missão chinesa, que avaliará a habilitação de novas plantas para carne bovina, também deve averiguar novas unidades de abate de suínos – além das oito já habilitadas – assim como farão os canadenses. Uma missão da Coreia do Sul também deve visitar o País em outubro. Com informações do DCI.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[11/10/2018] - Exportações do Agro devem chegar a R$ 100 bi
[11/10/2018] - Exportações de carne bovina devem bater R$ 7 bi
[11/10/2018] - Arroba: frigoríficos pressionam e mercado trava
[11/10/2018] - CEPEA: preço do boi oscila com força
[11/10/2018] - EUA batem recorde na exportação de carne
[10/10/2018] - Aliado detalha propostas de Bolsonaro para o Agro
[10/10/2018] - Bancada vai ao RJ para dar apoio a Bolsonaro

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[10/10/2018] - Arroba: confinamento pressiona cotação do boi
[10/10/2018] - Preço da carne não caiu
[10/10/2018] - Leite: primeira queda em sete meses
[10/10/2018] - Custo para produzir leite continua subindo
[10/10/2018] - Novas regras devem facilitar o SISBOV
[10/10/2018] - Mato Grosso bate recorde de exportação de carne
[10/10/2018] - Senado deixa Funrural para o último dia
[09/10/2018] - Arroba: frigoríficos testam o mercado
[09/10/2018] - Carne tem preço firme no varejo
[09/10/2018] - Abrafrigo: exportações bateram recorde histórico
[09/10/2018] - Exportação começa outubro mantendo ritmo
[09/10/2018] - UE comprará mais carne bovina dos EUA
[09/10/2018] - Exportação de couro cresceu quase 20%
[09/10/2018] - Leite: preço do longa vida continua recuando
[09/10/2018] - JBS dobra capacidade em duas unidades
[09/10/2018] - CNA tenta cancelar audiência sobre frete
[08/10/2018] - Bolsonaro e Haddad farão segundo turno
[08/10/2018] - Como fica a Bancada do Agro após as eleições?
[08/10/2018] - JBS sofre processo por carne contaminada
[08/10/2018] - Arroba: frigoríficos pisam no freio
[08/10/2018] - Queda do dólar chega ao farelo de soja
[08/10/2018] - Milho: preço cai com retração compradora e dólar
[08/10/2018] - MAPA investiga multas canceladas
[08/10/2018] - Paraná deve antecipar retirada da vacina
[05/10/2018] - BB vê ótimas perspectivas para carne bovina
[05/10/2018] - Arroba: mercado sem força para cair
[05/10/2018] - Qual a perspectiva para os preços de reposição?
[05/10/2018] - Preço da carne pára de subir
[05/10/2018] - Para onde vão os preços do leite?
[05/10/2018] - Italac negocia fusão e acirra guerra pelo leite
[05/10/2018] - Deputado diz que prazo do Refis será prorrogado
[05/10/2018] - Foco de aftosa tira certificado da Colômbia
[04/10/2018] - Arroba: exportações firmes sustentam o boi
[04/10/2018] - Arroba: oferta curta segue puxando o boi
[04/10/2018] - JBS faz recall de carne por suspeita de salmonela
[04/10/2018] - Leite: pressão de baixa sobre o longa vida
[04/10/2018] - Milho: preços recuam
[04/10/2018] - A confusão sobre o fim do Refis do Funrural
[03/10/2018] - Sauditas vão importar boi e carne do Brasil
[03/10/2018] - Arroba continua em alta, sem sinal de virada
[03/10/2018] - Leite: depois de 7 meses, preço caiu
[03/10/2018] - Queda de postes mata 18 vacas no RS
[02/10/2018] - Exportações de carne bovina batem novo recorde
[02/10/2018] - Frente do Agro oficializa apoio a Jair Bolsonaro
[02/10/2018] - Frigorífico tenta justificar dívida milionária
[02/10/2018] - JBS faz refinanciamento bilionário do Funrural
[02/10/2018] - Arroba: poucos ajustes, mas para cima
[02/10/2018] - Carne subiu no atacado
[02/10/2018] - Reposição: poder de compra do pecuarista melhorou
[02/10/2018] - Milho: safra é 25% menor no MS

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br