Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
153,00 138,00 145,00
GO MT RJ
139,00 138,00 142,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1380,00
Garrote 18m 1650,00
Boi Magro 30m 2060,00
Bezerra 12m 1050,00
Novilha 18m 1300,00
Vaca Boiadeira 1480,00

Atualizado em: 19/2/2019 11:10

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Exportações de carne bovina devem bater R$ 7 bi

 
 
 
Publicado em 11/10/2018

A receita com as exportações de carne bovina do Brasil deve superar os US$ 7 bilhões neste ano, amparada pela demanda chinesa firme e pela valorização do dólar frente o real nos últimos meses.

A projeção foi feita pelo presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec), Antonio Camardelli, ontem durante evento em Atibaia, São Paulo.

No ano passado, o Brasil exportou 1,5 milhão de toneladas de carne bovina, com receita de US$ 6,28 bilhões. Camardelli, entretanto, não indicou se a receita seria maior que o recorde de US$ 7,2 bilhões alcançado em 2014, quando o País embarcou 1,5 milhão de toneladas. “De janeiro a setembro, o crescimento foi de 12,8% em volume, para 1,1 milhão de toneladas, e de 13,6% em receita, para US$ 4,9 bilhões no comparativo com o ano passado”, disse.

A China teve um papel relevante nesse avanço. Os embarques ao país asiático cresceram 56,2% em volume no acumulado do ano e 68,5% em receita. Uma missão para habilitar novas plantas para exportação ao mercado chinês está prevista para o final de outubro. “Com 16 plantas, exportamos mais de 100 mil toneladas e chegamos a US$ 1 bilhão. Podemos aumentar no mínimo em 50% esse volume para o próximo ano.”

Para o analista do Rabobank, Adolfo Fontes, os embarques devem superar as expectativas do banco. “Nossa previsão para este ano era de 10% de alta em volumes, mas esperamos que esse avanço possa ser até maior, já que na primeira semana de outubro a média diária já é 30% maior. ” Segundo ele, a guerra comercial entre China e EUA levou a um redirecionamento da cesta de compras chinesa ao Brasil. A valorização da moeda norte-americana também favoreceu os negócios. “O câmbio influenciou as exportações positivamente em setembro, embora em outubro haja um ajuste”, acrescenta.

Camardelli afirmou que uma missão do Canadá chega ao Brasil no próximo dia 15 para visitar o parque fabril nacional e avaliar as garantias sanitárias do País. O dirigente destacou que o governo está traduzindo a última parte do relatório a ser entregue aos Estados Unidos para que o Brasil volte a exportar carne bovina in natura para aquele país.

“A expectativa é que o Ministério da Agricultura e o setor privado consigam entregar este material técnico aos norte-americanos até o final de novembro e, então, ficaremos disponíveis para uma visita e a consequente reabertura do mercado”, ponderou.

Suínos e aves

Os exportadores de carne suína também devem ter acesso a novos mercados em breve, apesar do ano difícil para o segmento. No dia 20 deste mês, o País receberá uma missão para a abertura de mercado ao produto brasileiro no México. “Este é um grande passo, porque o Brasil vem há anos tentando um início efetivo de negociações com o México, que é um dos maiores importadores de carne suína do mundo”, afirmou o vice-presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin.

A missão chinesa, que avaliará a habilitação de novas plantas para carne bovina, também deve averiguar novas unidades de abate de suínos – além das oito já habilitadas – assim como farão os canadenses. Uma missão da Coreia do Sul também deve visitar o País em outubro. Com informações do DCI.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[19/02/2019] - Procuradoria deve cobrar R$ 2 bilhões da JBS
[19/02/2019] - Exportações de carne podem ter alta de quase 40%
[19/02/2019] - Frigoríficos tentam continuar a vender ao Irã
[19/02/2019] - Exportações de carne do MS batem recorde
[19/02/2019] - Arroba: pressão mesmo com oferta curta
[19/02/2019] - Leite longa vida sobe com menor produção
[19/02/2019] - Minerva tenta atrair interesse por ações

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[18/02/2019] - Estados aumentam impostos sobre o Agro
[18/02/2019] - Arroba: frigoríficos seguem tentando pagar menos
[18/02/2019] - Milho: procura está em alta
[18/02/2019] - Leite: governo tentará retaliar a UE
[18/02/2019] - Enchente mata meio milhão de bois
[15/02/2019] - Frigoríficos aumentam a pressão sobre o boi
[15/02/2019] - Carne: será que as vendas melhoram no Carnaval?
[15/02/2019] - Leite: governo ainda não aumentou tarifa da UE
[15/02/2019] - Leite: CEPEA mudará cálculo do preço ao produtor
[15/02/2019] - China fecha acordo para importar frango do Brasil
[15/02/2019] - Acordo com China puxa ações de frigoríficos
[15/02/2019] - JBS substitui Marfrig e assina parceria com ACNB
[15/02/2019] - Empresa da JBS tem prejuízo nos EUA
[15/02/2019] - Marfrig já está exportando ao Japão
[14/02/2019] - Carne: margem de lucro do varejo aumentou
[14/02/2019] - Arroba: o mercado está devagar?
[14/02/2019] - CEPEA: produtividade aumentou nos últimos anos
[14/02/2019] - Justiça pede explicações sobre fim da tarifa
[14/02/2019] - Produtores de leite protestam por falta de energia
[14/02/2019] - Indígenas plantam 18 mil hectares de grãos
[14/02/2019] - Tereza defende o direito de índios de produzir
[14/02/2019] - Funrural: produtor tem dúvidas sobre o pagamento
[14/02/2019] - Governo incentiva financiamento rural
[14/02/2019] - Frio extremo mata gado leiteiro nos EUA
[13/02/2019] - Leite: como o governo aumentará a tarifa da UE?
[13/02/2019] - Reforma aumenta contribuição rural ao INSS
[13/02/2019] - Conta de luz rural pode aumentar
[13/02/2019] - Arroba: oferta curta está puxando preço do boi
[13/02/2019] - Exportações de couro em alta
[13/02/2019] - Oferta de gado pode diminuir
[13/02/2019] - MT: utilização de capacidade dos frigos é recorde
[13/02/2019] - Falta reposição no Pará
[13/02/2019] - Exportações do agro batem US$ 102 bi em 1 ano
[13/02/2019] - Minerva quer incentivo fiscal para reabrir unidade
[12/02/2019] - Exportações: fevereiro já começou com recordes?
[12/02/2019] - Exportações à Rússia em 2019 já batem 2018
[12/02/2019] - Governo deve rever fim de taxa ao leite europeu
[12/02/2019] - Arroba: frigoríficos têm dificuldade para comprar
[12/02/2019] - Reposição: expectativa pela chegada dos bezerros
[12/02/2019] - Carne: queda nos preços perde força
[12/02/2019] - Milho: produtor deve ter cautela
[12/02/2019] - Funrural: Abrafrigo diz que dívida não existe
[12/02/2019] - Crédito rural tem forte alta nas contratações
[12/02/2019] - Índios e produtores comemoram colheita juntos
[11/02/2019] - Arroba: pecuarista segura o boi esperando a alta
[11/02/2019] - Exportações de gado cresceram 55% em 1 ano
[11/02/2019] - Conta do boi não fecha, diz líder rural
[11/02/2019] - Ministério não vê danos com leite da UE
[11/02/2019] - Produtores pedem taxa sobre o leite em pó
[11/02/2019] - Milho: colheita não reduziu preços

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br