Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
154,00 143,00 149,00
GO MT RJ
141,00 139,00 146,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1440,00
Garrote 18m 1760,00
Boi Magro 30m 2030,00
Bezerra 12m 1110,00
Novilha 18m 1330,00
Vaca Boiadeira 1500,00

Atualizado em: 20/8/2019 10:29

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Bancada ruralista sai fortalecida das eleições

 
 
 
Publicado em 07/11/2018

De volta ao Congresso Nacional, onde já defendeu dois mandatos como deputado federal, o ex-ministro da Agricultura Neri Geller acredita que a bancada ruralista deve atrair novas lideranças e se manter fortalecida para a próxima legislatura. Além de ministro de Dilma Rousseff, Neri também foi secretário de Política Agrícola do Ministério durante o governo de Michel Temer. Para ele, a capacidade de articulação dos parlamentares ligados à agropecuária no Congresso Nacional será um ponto importante a partir da próxima legislatura.

“A bancada deve ter capacidade de se articular e acredito que vamos ter bons quadros, e eu me incluo entre eles”, diz ele, em conversa por telefone com a reportagem de Globo Rural.

Durante a campanha eleitoral, a Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) formalizou apoio à candidatura de Jair Bolsonaro e tende a compor a base aliada do novo governo. Entre os principais itens da pauta dos representantes do agronegócio, estão mudanças na lei de licenciamentos ambientais, regulamentação das questões fundiárias e demarcação de terras indígenas.

Em reuniões com o então candidato à presidência pelo PSL, o discurso da bancada ruralistas era o de que ele estava “sensível” às demandas do agronegócio. Bolsonaro manifestou publicamente contrariedade com a atual política de demarcação, defendeu mudanças no licenciamento ambiental e uma política de segurança no campo que inclui ampliação do acesso a armas.

“Há pessoas que não são diretamente ligadas à produção que nos procuram. Se tivermos uma liderança forte, vamos arrastar votos porque a pauta é importante para o país”, acredita o parlamentar eleito.

Nas eleições deste ano, 110 integrantes da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) se mantiveram no Congresso Nacional. O número é mais da metade dos integrantes do colegiado que se candidataram para um novo mandato parlamentar.

A maior parte se manteve onde está, caso da deputada Tereza Cristina (DEM-MS), atual presidente da FPA. Houve mudanças de endereço, como a de Luiz Carlos Heinze (PP-RS), que termina essa legislatura como deputado e na próxima será senador.

Mas houve baixas consideradas importantes. Caso de Ana Amélia Lemos (PP-RS), no Senado, e de Valdir Colatto (MDB-SC), Carlos Melles (DEM-MG) e Nilson Leitão, ex-presidente da FPA, na Câmara.

Eleito deputado federal pelo PP de Mato Grosso, Neri Geller não acredita em um enfraquecimento da Frente Parlamentar Agropecuária por conta do resultado das urnas em outubro.

“Tudo acontece no momento certo. Há pessoas de bem que farão falta lá. Mas ganhamos com Heinze no Senado, algumas novas lideranças chegam no Congresso e vão ocupar esse espaço. A bancada se fortaleceu”, acredita.

Nesse contexto, ele não ignora a possibilidade de estar entre as principais lideranças da bancada ruralista na próxima legislatura. Promete “colocar uma agenda muito forte” a favor do trabalho e da eficiência. Analisa que o país passa por um momento importante, em que a sociedade pede mudanças.

“As mudanças precisam acontecer para destravar o país, trazer mais eficiência e cortar gastos. Não há espaço para aumento da carga tributária. É preciso fazer as reformas necessárias, especialmente da previdência e tributária, e reduzir a burocracia”, defende o parlamentar eleito. Com informações do Globo Rural.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[20/08/2019] - Arroba: escalas encurtaram em SP
[20/08/2019] - Frigoríficos seguram compra para não perder lucro
[20/08/2019] - Está faltando boi em algumas praças
[20/08/2019] - Faltam animais para reposição
[20/08/2019] - Exportações de carnes perderam força
[20/08/2019] - CNA pede que ADA não seja obrigatório no ITR
[20/08/2019] - MAPA digitaliza registro genealógico de animais
[20/08/2019] - Leite está estável no RS
[20/08/2019] - BNDES estende renegociação de crédito rural
[20/08/2019] - Governo vai monitorar represas em fazendas

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[19/08/2019] - JBS: MPF vai denunciar funcionários do BNDES
[19/08/2019] - BRF não é mais acionista do Minerva
[19/08/2019] - Arroba: frigoríficos menores pagam mais pelo boi
[19/08/2019] - Arroba: fim de mês vai esfriar as cotações?
[19/08/2019] - Oferta curta encareceu reposição na Bahia
[19/08/2019] - Fundos estão de olho em empresas do agronegócio
[19/08/2019] - Ex-ministro de Lula elogia ações do governo
[19/08/2019] - Milho: queda no exterior pressiona preço no Brasil
[19/08/2019] - ITR deverá ser apresentado junto com CAR
[16/08/2019] - JBS muda estratégia para exportar mais à China
[16/08/2019] - JBS volta a falar em aquisições
[16/08/2019] - Dívida do Marfrig voltou a crescer
[16/08/2019] - Marfrig lamenta fim da fusão com a BRF
[16/08/2019] - China aumentará tarifa sobre carne da Austrália
[16/08/2019] - Arroba: oferta curta mantém preços firmes
[16/08/2019] - Atacado da carne em alta
[16/08/2019] - Milho: safra do MS baterá recorde
[16/08/2019] - Imposto sobre exportações preocupa o governo
[16/08/2019] - Agronegócio pede Embrapa mais moderna
[15/08/2019] - JBS lucrou mais de R$ 2 bi no trimestre
[15/08/2019] - Marfrig reverte prejuízo e volta a lucrar
[15/08/2019] - Frigoríficos lucraram pagando menos pelo boi
[15/08/2019] - Quem ganharia com a abertura da Indonésia?
[15/08/2019] - Carne: preço segue firme
[15/08/2019] - Arroba: frigoríficos não conseguem pressionar
[15/08/2019] - Arroba: pecuarista deve negociar bem o boi
[15/08/2019] - Vendas de sêmen cresceram 19% no semestre
[15/08/2019] - Soja puxa para baixo exportações do Agro
[15/08/2019] - Agro do MT confirma faturamento recorde
[15/08/2019] - Caminhoneiros querem tabela de frete obrigatória
[14/08/2019] - Arroba do boi subiu em várias praças
[14/08/2019] - Exportações de boi em pé seguem em queda
[14/08/2019] - IBGE: abates cresceram no Brasil
[14/08/2019] - Compra de leite subiu 7,1% em um ano
[14/08/2019] - Mercado futuro do boi gordo vai mudar
[14/08/2019] - China: liberação de frigoríficos está demorando
[14/08/2019] - China: economia piorou em julho
[14/08/2019] - JBS: alta das ações pode acelerar venda
[14/08/2019] - CPI do BNDES ouve ex-presidente do Independência
[14/08/2019] - Setor de insumos comemora crescimento do agro
[14/08/2019] - PIB do Agro: segundo maior em 30 anos
[14/08/2019] - Crédito rural cresceu 23% em um ano
[13/08/2019] - O acordo UE-Mercosul depende da Argentina?
[13/08/2019] - Arroba: frigoríficos pagam mais em algumas praças
[13/08/2019] - Reposição lenta no Mato Grosso
[13/08/2019] - Carne: como estão as exportações em agosto?
[13/08/2019] - Leite: preço dos lácteos subiu
[13/08/2019] - Milho: situação pior para o pecuarista
[13/08/2019] - MPF vê dolo em empréstimos à JBS
[13/08/2019] - Governo prepara MP do Agro para facilitar crédito

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br