Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
147,00 142,00 140,00
GO MT RJ
137,00 133,00 143,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1370,00
Garrote 18m 1600,00
Boi Magro 30m 1970,00
Bezerra 12m 1000,00
Novilha 18m 1190,00
Vaca Boiadeira 1390,00

Atualizado em: 14/11/2018 10:38

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Bancada ruralista sai fortalecida das eleições

 
 
 
Publicado em 07/11/2018

De volta ao Congresso Nacional, onde já defendeu dois mandatos como deputado federal, o ex-ministro da Agricultura Neri Geller acredita que a bancada ruralista deve atrair novas lideranças e se manter fortalecida para a próxima legislatura. Além de ministro de Dilma Rousseff, Neri também foi secretário de Política Agrícola do Ministério durante o governo de Michel Temer. Para ele, a capacidade de articulação dos parlamentares ligados à agropecuária no Congresso Nacional será um ponto importante a partir da próxima legislatura.

“A bancada deve ter capacidade de se articular e acredito que vamos ter bons quadros, e eu me incluo entre eles”, diz ele, em conversa por telefone com a reportagem de Globo Rural.

Durante a campanha eleitoral, a Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) formalizou apoio à candidatura de Jair Bolsonaro e tende a compor a base aliada do novo governo. Entre os principais itens da pauta dos representantes do agronegócio, estão mudanças na lei de licenciamentos ambientais, regulamentação das questões fundiárias e demarcação de terras indígenas.

Em reuniões com o então candidato à presidência pelo PSL, o discurso da bancada ruralistas era o de que ele estava “sensível” às demandas do agronegócio. Bolsonaro manifestou publicamente contrariedade com a atual política de demarcação, defendeu mudanças no licenciamento ambiental e uma política de segurança no campo que inclui ampliação do acesso a armas.

“Há pessoas que não são diretamente ligadas à produção que nos procuram. Se tivermos uma liderança forte, vamos arrastar votos porque a pauta é importante para o país”, acredita o parlamentar eleito.

Nas eleições deste ano, 110 integrantes da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA) se mantiveram no Congresso Nacional. O número é mais da metade dos integrantes do colegiado que se candidataram para um novo mandato parlamentar.

A maior parte se manteve onde está, caso da deputada Tereza Cristina (DEM-MS), atual presidente da FPA. Houve mudanças de endereço, como a de Luiz Carlos Heinze (PP-RS), que termina essa legislatura como deputado e na próxima será senador.

Mas houve baixas consideradas importantes. Caso de Ana Amélia Lemos (PP-RS), no Senado, e de Valdir Colatto (MDB-SC), Carlos Melles (DEM-MG) e Nilson Leitão, ex-presidente da FPA, na Câmara.

Eleito deputado federal pelo PP de Mato Grosso, Neri Geller não acredita em um enfraquecimento da Frente Parlamentar Agropecuária por conta do resultado das urnas em outubro.

“Tudo acontece no momento certo. Há pessoas de bem que farão falta lá. Mas ganhamos com Heinze no Senado, algumas novas lideranças chegam no Congresso e vão ocupar esse espaço. A bancada se fortaleceu”, acredita.

Nesse contexto, ele não ignora a possibilidade de estar entre as principais lideranças da bancada ruralista na próxima legislatura. Promete “colocar uma agenda muito forte” a favor do trabalho e da eficiência. Analisa que o país passa por um momento importante, em que a sociedade pede mudanças.

“As mudanças precisam acontecer para destravar o país, trazer mais eficiência e cortar gastos. Não há espaço para aumento da carga tributária. É preciso fazer as reformas necessárias, especialmente da previdência e tributária, e reduzir a burocracia”, defende o parlamentar eleito. Com informações do Globo Rural.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[14/11/2018] - Exportações têm o terceiro maior valor da história
[14/11/2018] - Exportações puxam abates no terceiro trimestre
[14/11/2018] - Funrural leva JBS a prejuízo
[14/11/2018] - Arroba: feriado não puxou preço do boi
[14/11/2018] - Exportação de boi cai com crise na Turquia
[14/11/2018] - Paraná: está mais caro repor o gado
[14/11/2018] - CNA pede que multas por frete sejam suspensas

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[14/11/2018] - Carne Fraca ainda preocupa o MAPA
[13/11/2018] - Qual a previsão para a pecuária em 2019?
[13/11/2018] - Frigoríficos crêem em ano bom para eles
[13/11/2018] - STJ manda soltar Joesley Batista
[13/11/2018] - Arroba: prisão de Batista não afetou cotações
[13/11/2018] - Reposição: preços firmes para quem vende
[13/11/2018] - Atacado da carne segue sem definição
[13/11/2018] - Como estão as exportações em novembro?
[13/11/2018] - MAPA começa a fazer a transição
[13/11/2018] - Brasileiros vão à Venezuela combater a aftosa
[12/11/2018] - Justiça solta dois presos da Operação Capitu
[12/11/2018] - Operação começou por gravação com Geller
[12/11/2018] - Arroba: pressão de baixa diminuiu
[12/11/2018] - Carne: varejo segue devagar
[12/11/2018] - Milho sobe, depois de três meses de queda
[12/11/2018] - Tereza Cristina fala sobre o futuro do MAPA
[12/11/2018] - Minerva negocia investimento com árabes
[12/11/2018] - Crise não reduz consumo de carne na Argentina
[12/11/2018] - Mosca-dos-estábulos: como controlar?
[09/11/2018] - PF: Batista pagava para garantir monopólio à JBS
[09/11/2018] - Com Joesley preso, desconfiança volta à JBS
[09/11/2018] - Arroba: confinamento pressiona e o boi cai
[09/11/2018] - Preço do boi firme no RS
[09/11/2018] - Leite: segundo mês de queda para o produtor
[09/11/2018] - Leite: custo de produção tem leve queda
[09/11/2018] - Milho: pressão de baixa pode acabar
[09/11/2018] - Funrural: governo oficializa prazo até 31/12
[09/11/2018] - Tereza: frete não pode esperar até janeiro
[09/11/2018] - Descumprir tabela do frete: multa de R$ 10,5 mil
[08/11/2018] - Arroba: mercado está devagar
[08/11/2018] - CEPEA: alguns frigoríficos pagam mais pelo boi
[08/11/2018] - Consumo de leite segue fraco
[08/11/2018] - Tereza Cristina será a nova titular do MAPA
[08/11/2018] - Nova ministra quer defender a propriedade
[07/11/2018] - Arroba: alta da carne pode puxar o preço do boi
[07/11/2018] - Reposição em alta em Rondônia
[07/11/2018] - Irã e Egito querem importar gado do RS
[07/11/2018] - Bolsonaro: decisão sobre Israel não está tomada
[07/11/2018] - Sergio Moro defende punição contra invasões
[07/11/2018] - Bancada participa da transição de governo
[07/11/2018] - Bancada ruralista sai fortalecida das eleições
[07/11/2018] - Minerva anuncia prejuízo e culpa alta do dólar
[07/11/2018] - Marfrig: margem com carne em alta nos EUA
[06/11/2018] - Arroba: frigoríficos tentam pagar menos pelo boi
[06/11/2018] - Reposição sobe há 18 semanas
[06/11/2018] - CEPEA: lácteos seguem em queda
[06/11/2018] - JBS fecha acordo bilionário para vender carne
[06/11/2018] - Exportações do agro faturaram 10% mais
[06/11/2018] - Retaliação árabe traz apreensão ao mercado
[06/11/2018] - Marfrig reduz prejuízo

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br