Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
152,00 139,00 149,00
GO MT RJ
139,00 139,00 143,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1500,00
Garrote 18m 1820,00
Boi Magro 30m 2060,00
Bezerra 12m 1140,00
Novilha 18m 1360,00
Vaca Boiadeira 1520,00

Atualizado em: 19/7/2019 10:14

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

China: sindicato teme demissões no Minerva

 
 
 
Publicado em 12/06/2019

O Sindicato dos Trabalhadores da Alimentação teme demissões após o frigorífico Minerva anunciar férias coletivas para a unidade em Barretos (SP). A partir de segunda-feira (17), 635 funcionários paralisarão as atividades para a realização de serviços de manutenção.

As férias acontecem durante o período de suspensão das exportações de carne bovina brasileira para a China, anunciado no início de junho pelo governo federal após a morte de um animal no Mato Grosso. De acordo com informações do Ministério da Agricultura, uma vaca contraiu encefalopatia espongiforme bovina (EEB), a chamada doença da "vaca louca".

“A gente não sabe por quanto tempo pode durar a suspensão e o sindicato está preocupado com possíveis demissões se o quadro não se reverter brevemente. São 635 empregos. Isso dentro do nosso município faz uma diferença muito grande”, diz o presidente Enilson Roberto da Silva.

Em nota, Minerva Foods informou que a manutenção é preventiva. "O objetivo é garantir a conservação adequada das instalações e a eficiência máxima da operação". As atividades da unidade serão retomadas a partir do dia 1 de julho, disse a empresa.

A medida tomada pelo governo federal atende a um acordo bilateral assinado em 2015. O protocolo prevê a suspensão quando houver algum risco após a detecção de alguma doença.

Segundo o Ministério da Agricultura, o animal doente já foi abatido e todo o material "de risco específico para a doença" foi removido durante o abate e incinerado.

A previsão é que as férias no frigorífico sigam até 30 de junho. De acordo com o sindicato, a unidade é a única da empresa no Brasil a exportar carne para a Ásia. Diariamente, são abatidas 840 cabeças de gado.

De acordo com Silva, manutenções são feitas periodicamente na Minerva em cumprimento às exigências sanitárias. Mas, desta vez, os serviços estão sendo feitos em razão da suspensão das exportações.

Na segunda-feira (10), funcionários começaram a ser comunicados sobre as férias, mas o sindicato já havia sido informado na semana passada.

Apesar da paralisação do abate na unidade e da possibilidade de prejuízo, o pecuarista Tonico Carvalho vê com bons olhos a atuação do governo no problema e espera que a situação seja normalizada até o fim de junho.

“O único caso foi com a China, nenhum outro país parou a exportação, está tudo normal. O que acontece é que tem o lado comercial e ele foi afetado. O preço do boi caiu R$ 9 em uma semana, coisa que é completamente anormal. Em 15 dias deve estar tudo normal.”

Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) prevê que as exportações sejam retomadas no fim deste mês e que os embarques represados podem ser compensados em julho, com possibilidade atingir números recordes.

A suspensão das exportações ocorre em um momento em que o Brasil tenta ampliar os embarques de carnes para a China, diante do surto de peste suína que vem reduzindo a oferta de proteína animal no país.

No começo de maio, uma comitiva brasileira, chefiada pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, visitou uma série de países asiáticos. Um dos principais objetivos da visita era a liberação de frigoríficos brasileiros para exportar para a China.

Segundo a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), a China é principal mercado para carne do Brasil em faturamento e o segundo em volume (atrás somente de Hong Kong).

Em 2018, os embarques de carne bovina para a China somaram 322,4 mil toneladas e US$ 1,49 bilhão. Os números representam alta de 52,54% e 60,04%, respectivamente, em relação a 2017.

Nos primeiros quatro meses deste ano, as vendas para o mercado chinês representaram 17,8% do volume total de carne bovina embarcado, com 95,7 mil toneladas e um faturamento de US$ 442,4 milhões, de acordo com a associação. Com informações do G1.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[19/07/2019] - Consultoria prevê alta de 12% nas exportações
[19/07/2019] - Arroba: frigoríficos pressionam o preço do boi
[19/07/2019] - Carne: consumo piorou, mas preço não caiu
[19/07/2019] - Liberação do FGTS pode ser ótima para o Agro
[19/07/2019] - O preço do leite vai mesmo despencar?
[19/07/2019] - Exportações de milho podem bater recorde
[19/07/2019] - Delegado da PF é nomeado presidente da Funai

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[19/07/2019] - Ministro promete nova reunião sobre frete
[19/07/2019] - Caminhoneiros voltam a ameaçar entrar em greve
[19/07/2019] - Bolsonaro não cré em nova greve
[19/07/2019] - Projeto acaba com licença ambiental para estradas
[18/07/2019] - China deve habilitar mais 25 frigoríficos
[18/07/2019] - China inspeciona frigoríficos até por aplicativo
[18/07/2019] - Preço da carne continua a subir na China
[18/07/2019] - China aumenta importações de carne da Europa
[18/07/2019] - Arroba: pecuarista segura o boi esperando alta
[18/07/2019] - Como ficará o confinamento em 2019?
[18/07/2019] - Marfrig emitirá R$ 300 milhões em dívida
[18/07/2019] - Reposição firme em Rondônia
[18/07/2019] - Liberdade para os produtores de queijo artesanal
[18/07/2019] - Paraguai exige divisão da cota de carne à Europa
[18/07/2019] - Aftosa: Paraná pode não vacinar já em novembro
[18/07/2019] - Reforma da previdência passa de R$ 900 bi
[18/07/2019] - Imposto maior sobre o milho revolta produtores
[17/07/2019] - Exportações devem crescer com doença na China
[17/07/2019] - Arroba: como ficará o preço do boi em agosto?
[17/07/2019] - Preço da carne subiu no atacado
[17/07/2019] - Arroba: frigoríficos pressionam a arroba do boi
[17/07/2019] - Rebanho bovino cresceu no Mato Grosso
[17/07/2019] - Crise eleva abates de vacas na Argentina
[17/07/2019] - Deputado quer proibir cães na caça ao javali
[17/07/2019] - ANTT aprova mudanças na tabela de frete
[16/07/2019] - Como estão as exportações de carne em julho?
[16/07/2019] - Arroba: mercado devagar e indefinido
[16/07/2019] - Exportações de carne do MS cresceram 60%
[16/07/2019] - Turquia está importando menos bois do Brasil
[16/07/2019] - PIB da Pecuária sobe e evita queda maior do Agro
[16/07/2019] - Mercosul avança em novos acordos comerciais
[16/07/2019] - Impostos travam investimento na pecuária do MT
[16/07/2019] - Agro: 97% das exportações do Mato Grosso
[16/07/2019] - Indenizações sanitárias em alta no RS
[15/07/2019] - Há espaço para uma alta da arroba do boi?
[15/07/2019] - Arroba: o que está segurando uma alta do boi?
[15/07/2019] - Pecuária mostra força e puxa vendas do Agro
[15/07/2019] - Milho: exportações seguem fortes
[15/07/2019] - Milho: recordes travam negócios
[15/07/2019] - Acordo UE-Mercosul: agora, italianos protestam
[12/07/2019] - Fusão BRF-Marfrig não vai acontecer
[12/07/2019] - Por que a fusão BRF-Marfrig fracassou?
[12/07/2019] - PIB da Pecuária deve crescer mais de 7%
[12/07/2019] - Arroba: consumo interno está segurando o boi
[12/07/2019] - Reposição: mercado congela com tempo frio
[12/07/2019] - MAPA marca auditoria para retirar vacina no RS
[12/07/2019] - Acordo com a UE pode começar a valer em 2 anos
[12/07/2019] - Produtores não aceitam imposto maior no MT
[12/07/2019] - Polícia prende cobradores de dívidas rurais
[11/07/2019] - Arroba: frio pressiona o preço do boi

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br