Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
191,00 176,00 190,00
GO MT RJ
179,00 176,00 175,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1750,00
Garrote 18m 2100,00
Boi Magro 30m 2550,00
Bezerra 12m 1350,00
Novilha 18m 1600,00
Vaca Boiadeira 1890,00

Atualizado em: 21/1/2020 09:45

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

BNDES errou com JBS, diz novo presidente do banco

 
 
 
Publicado em 12/08/2019

Prestes a completar um mês como presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o engenheiro Gustavo Montezano disse ao Valor que até o fim do ano espera transformar a instituição de fomento no "banco mais transparente do mundo". Na semana passada, Montezano definiu um novo desenho para o BNDES, separando as áreas de negócios daquelas de apoio e de controle interno. A nova estrutura das superintendências busca melhorar aspectos ligados à conformidade (compliance, no termo em inglês).

Em entrevista na sede do banco, na sexta-feira, Montezano disse ter tomado conhecimento de operação de crédito feita pelo BNDES com a JBS S.A, em 2005, que resultou em desconto "não validado contratualmente" na taxa de juros cobrada pelo banco. O empréstimo foi para a compra da Swift Argentina pela JBS e teria resultado, segundo ele, em perda para o banco de R$ 180 milhões. Depois da entrevista, o banco atualizou a informação. Disse que o prejuízo teria sido de R$ 70 milhões, a valores corrigidos. Os R$ 180 milhões consideram encargos por inadimplência. Procurada, a JBS disse que "cumpriu com todas as condições contratuais do empréstimo firmado com o BNDES à época, saldando integralmente suas obrigações nos prazos devidos, e recebeu plena quitação do referido empréstimo pela instituição".

Montezano também adiantou seus planos de médio prazo para o BNDES. Em até cinco anos quer fazer o banco aumentar a sua inadimplência, que é muito baixa. "É normal porque faz mais operações, tem um pouco mais de inadimplência, mas acessa mais devedores, ganha mais dinheiro no spread de operação." Ele disse ainda que estuda pacote de medidas e ações para tornar o banco mais transparente.

O executivo trabalha com cinco metas: explicar a suposta caixa preta do BNDES até 16 de setembro, acelerar o desinvestimento da BNDESPar, transformar a instituição em prestadora de serviços para o setor público, definir plano trianual com orçamento e revisão das dimensões do banco, e devolver R$ 126 bilhões ao Tesouro este ano. Informou que, até agora, foram restituídos R$ 84 bilhões e que os R$ 42 bilhões que restam serão repassados no quarto trimestre.

Ele afirmou que o banco tem um time dedicado à recuperação judicial da Odebrecht, na qual o BNDES tem créditos de R$ 8 bilhões, e disse que o banco vai se orientar pelo estatuto vigente para analisar o pedido do governo de antecipação de dividendos. O estatuto reserva 40% dos lucros para a própria instituição. Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[21/01/2020] - China quer renegociar até carne já embarcada
[21/01/2020] - Exportações perderam ritmo mas seguem fortes
[21/01/2020] - Frigoríficos querem forçar baixa do boi
[21/01/2020] - Pecuaristas travam vendas com arroba menor
[21/01/2020] - Queda da carne não é generalizada
[21/01/2020] - PIB do Agro cresceu 1,15% até outubro

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[20/01/2020] - Arroba: preços continuarão caindo?
[20/01/2020] - SC bate recorde na exportação de carne
[20/01/2020] - Vai faltar leite em 2020?
[20/01/2020] - Farelo de soja está mais caro
[20/01/2020] - Novos adidos agrícolas tomam posse
[20/01/2020] - Anvisa decide que abamectina continuará à venda
[20/01/2020] - MS deve criar fundo privado para sanidade
[20/01/2020] - Tabela de frete será julgada em fevereiro?
[17/01/2020] - O acordo EUA-China prejudica a carne brasileira?
[17/01/2020] - China: produção de carne suína tem queda histórica
[17/01/2020] - Bois e carne viram foco de bandidos
[17/01/2020] - Carne volta a cair com força no atacado
[17/01/2020] - Arroba volta a cair: pressão de baixa continua
[17/01/2020] - Controladores do Minerva venderão ações
[17/01/2020] - Minerva quer voltar a distribuir lucro
[17/01/2020] - Saída do BNDES da JBS vai atrasar novamente
[17/01/2020] - Nova tabela de frete: alta de 11 a 15%
[16/01/2020] - Arroba: frigoríficos estão pagando preços iguais?
[16/01/2020] - A alta do boi em 2019 foi realmente forte?
[16/01/2020] - Agro respondeu por 43% das exportações do Brasil
[16/01/2020] - Pecuarista investiu apesar da crise
[16/01/2020] - Inflação medida pelo IGP mostra desaceleração
[16/01/2020] - Leite: preço deve subir no curto prazo
[16/01/2020] - Minerva fará oferta de ações
[15/01/2020] - Arroba volta a cair com pressão dos frigoríficos
[15/01/2020] - Preço da carne bovina tem queda forte em MT
[15/01/2020] - China pressiona frigoríficos por preços menores
[15/01/2020] - China vende mais carne das reservas estatais
[15/01/2020] - Arábia Saudita abre mercado ao Uruguai
[15/01/2020] - Vendas do varejo tiveram alta em novembro
[15/01/2020] - MAPA prevê crescimento de 17% no PIB da Pecuária
[15/01/2020] - Reposição: muita especulação em Mato Grosso
[15/01/2020] - Leite: captação caiu com força no RS
[15/01/2020] - Milho: exportações reduzem ritmo em janeiro
[14/01/2020] - Exportações de carne começaram o ano em alta
[14/01/2020] - JBS aumentará abates em SP
[14/01/2020] - Arroba: frigoríficos aumentam a pressão de baixa
[14/01/2020] - CEPEA prevê ano bom para a pecuária brasileira
[14/01/2020] - Impasse trava mercado de reposição
[14/01/2020] - Acordo tenta formalizar pecuaristas em MT
[13/01/2020] - Frigoríficos: exportações continuarão com força
[13/01/2020] - Arroba: frigoríficos pressionam por arroba menor
[13/01/2020] - Chuvas ajudam pecuarista a segurar o boi
[13/01/2020] - Carne caiu no atacado
[13/01/2020] - Preço da carne caiu no pasto, mas não no prato
[13/01/2020] - Donos da JBS venderam ações em dezembro
[13/01/2020] - JBS anuncia aumento de produção em outra unidade
[13/01/2020] - Agro protesta contra aumento de impostos
[13/01/2020] - Acordo com China vai puxar vendas do agro dos EUA
[10/01/2020] - JBS abre unidade prevendo demanda forte da Ásia

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br