Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
179,00 166,00 169,00
GO MT RJ
164,00 161,00 172,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1600,00
Garrote 18m 1850,00
Boi Magro 30m 2220,00
Bezerra 12m 1260,00
Novilha 18m 1470,00
Vaca Boiadeira 1610,00

Atualizado em: 12/11/2019 09:46

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Mercado reduz previsão de inflação

 
 
 
Publicado em 21/10/2019

Instituições financeiras reduziram, pela 11ª vez seguida, a estimativa para a inflação este ano. Segundo pesquisa do Banco Central (BC) feita ao mercado financeiro, divulgada todas as segundas-feiras pela internet, a previsão para a inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, desta vez passou de 3,28% para 3,26% em 2019.

Para 2020, a estimativa caiu de 3,73% para 3,66%, na quarta redução seguida. A previsão para os anos seguintes não teve alterações: 3,75% em 2021, e 3,50%, em 2022.

As projeções para 2019 e 2020 estão abaixo do centro da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta de inflação, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é 4,25% em 2019, 4% em 2020, 3,75% em 2021 e 3,50% em 2022, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

O principal instrumento usado pelo BC para controlar a inflação é a taxa básica de juros, a Selic. Quando o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

Com expectativa de inflação em queda, o mercado financeiro reduziu a previsão para a Selic ao final de 2019. Para o mercado financeiro, a Selic deve terminar 2019 em 4,50% ao ano. A previsão da semana passada era 4,75% ao ano. Atualmente, a Selic está em 5,50% ao ano.

O mercado financeiro não alterou a expectativa para o fim de 2020: 4,75% ao ano.

Para 2021, a expectativa é que a Selic termine o período em 6,50% ao ano, a mesma previsão há duas semanas. Para o fim de 2022, a previsão permanece em 7% ao ano.

Crescimento da economia

A previsão para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – foi ajustada de 0,87% para 0,88% em 2019.

As estimativas para os anos seguintes não foram alteradas: 2% em 2020; e 2,50% em 2021 e 2022.

Dólar

A previsão para a cotação do dólar segue em R$ 4 e, para 2020, passou de R$ 3,95 para R$ 4. Com informações do Notícias Agrícolas.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[11/11/2019] - Arroba do boi: semana do feriado será de alta?
[11/11/2019] - Arábia Saudita libera 8 novos frigoríficos
[11/11/2019] - Bezerro subiu 25% em Mato Grosso do Sul
[11/11/2019] - Preço do garrote tem forte alta no Tocantins
[11/11/2019] - Exportações do Agro batem recorde de volume
[11/11/2019] - Milho: preços sobem no mercado interno
[11/11/2019] - Milho: preços ainda podem subir?

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[11/11/2019] - Novas regras do leite podem ser suspensas
[11/11/2019] - Leite: produtor pode ter leite descartado
[08/11/2019] - Exportações: alta é puxada por vários países
[08/11/2019] - Alta da arroba do boi não dá sinal de trégua
[08/11/2019] - Qual será o preço do boi em janeiro?
[08/11/2019] - O preço do boi vai subir ainda mais?
[08/11/2019] - Carne: preços sobem com força para o consumidor
[08/11/2019] - Vendas de sêmen cresceram 17,5%
[08/11/2019] - Aumenta a entrega de fertilizantes em 2019
[08/11/2019] - STF derruba prisão em segunda instância
[07/11/2019] - Arroba do boi dispara em vários estados
[07/11/2019] - CEPEA: arroba bate novamente o recorde histórico
[07/11/2019] - Arroba já passa de R$ 200 no mercado futuro
[07/11/2019] - Frigoríficos: exportações vão continuar com força
[07/11/2019] - Governo prevê crescimento maior da economia
[07/11/2019] - Inflação tem o menor índice em 21 anos
[07/11/2019] - Com ações em queda, JBS anuncia nova compra
[07/11/2019] - CNA protesta contra mais impostos sobre o Agro
[06/11/2019] - China deve aumentar ainda mais as importações
[06/11/2019] - Bolsonaro terá nova reunião com presidente chinês
[06/11/2019] - Tereza: veto dos EUA não é nenhuma catástrofe
[06/11/2019] - Arroba a R$ 200 reais já é realidade?
[06/11/2019] - Arroba: frigos pagam até R$ 5 a mais por boi China
[06/11/2019] - Reposição: preços vão continuar subindo?
[06/11/2019] - JBS: PF pediu prisão de Dilma em operação
[06/11/2019] - JBS perde R$ 3 bilhões com ação da PGR
[06/11/2019] - Mais um estado quer taxar o produtor rural
[06/11/2019] - Preço do caroço de algodão caiu em Mato Grosso
[06/11/2019] - Produtor PF pode conseguir recuperação judicial
[05/11/2019] - Arroba: exportações e oferta curta puxam alta
[05/11/2019] - Preços do boi e da vaca subiram em Mato Grosso
[05/11/2019] - Carne em alta no varejo
[05/11/2019] - Exportações de carne para China cresceram 62%
[05/11/2019] - EUA mantêm veto à carne do Brasil
[05/11/2019] - Porta-voz: expectativa era fim do veto
[05/11/2019] - Banco do Brasil está otimista com mercado da carne
[05/11/2019] - Dona da JBS é alvo da PF em nova operação
[05/11/2019] - Leite: produtor do nordeste pode ter aumento
[05/11/2019] - Leite: está mais caro produzir
[05/11/2019] - Milho: mercado perdeu força, mas fechou em alta
[04/11/2019] - Arroba do boi pode chegar perto de R$ 200 em 2020
[04/11/2019] - Exportações de carne batem recorde histórico
[04/11/2019] - Arroba do boi continua em alta
[04/11/2019] - Está faltando reposição em Mato Grosso
[04/11/2019] - Mercado vê crescimento maior em 2019
[04/11/2019] - China libera novos frigoríficos de suínos
[04/11/2019] - Milho: alta perdeu força
[04/11/2019] - Como ficará a questão do Funrural?
[01/11/2019] - Arroba: o maior valor desde novembro de 2016
[01/11/2019] - O boi vai mesmo continuar subindo?

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br