Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
200,00 175,00 185,00
GO MT RJ
187,00 182,00 190,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1800,00
Garrote 18m 2200,00
Boi Magro 30m 2500,00
Bezerra 12m 1350,00
Novilha 18m 1620,00
Vaca Boiadeira 1900,00

Atualizado em: 13/12/2019 11:29

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Frigoríficos: consumidor pagará pela alta do boi

 
 
 
Publicado em 19/11/2019

Com tanta carne sendo enviada para o mercado externo nos últimos meses, vai ter produto para o consumidor interno neste fim de ano? Produtores dizem que sim, mas os acertos não virão a curto prazo.

“É um momento de entusiasmo, mas o mercado manterá, pelo menos neste ano, a paridade de 80% do produto para o mercado interno e 20% para o externo”, diz Antonio Camardelli, da Abiec (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne).

Para José Carlos Zanchetta, diretor-presidente do Grupo Zanchetta, “o mercado sempre se ajusta, mas com dor”.

Tradicional fornecedor de carnes para o mercado interno e externo, Zanchetta afirma que mudanças rápidas, como as que estão ocorrendo, forçam ajustes no mercado.

Para avaliar o momento, é preciso uma volta há dois anos, quando o país foi sacudido por operações da Polícia Federal. Na época, diz ele, o preço da carne caiu, houve redução de produção e o setor ainda não se ajustou totalmente. Produtores e frigoríficos foram afetados financeiramente.

Agora, a aceleração da exportação ocorre num momento em que o setor ainda não se recompôs. Com isso, a “dor” do ajuste será do consumidor.

Os setores mais afetados são os de carnes bovina e suína. A produção de frango se ajusta rapidamente e, além disso, as exportações crescem 1%, e a produção, 5% neste ano.

A situação da carne bovina é mais complicada, segundo Zancheta. A demanda externa ocorre em um período de entressafra —baixa oferta— e de maior consumo no país.

Ele acredita que o setor demore três anos para se ajustar. Quando ocorrer, virá uma pecuária com melhor genética, maior produtividade e antecipação na idade dos abates.

No caso da carne suína, a demanda é crescente e os preços vão depender do comportamento da carne bovina, afirma Valdomiro Ferreira, da APCS (Associação Paulista dos Criadores de Suínos).

O valor da carne suína acompanha o da bovina, representando, em média, 55% da cotação do boi. Uma arroba do boi a R$ 200 —nesta segunda (18), fechou a R$ 202,20— empurra a carne suína para R$ 110, afirma ele.

Ferreira acredita em oferta suficiente de carne suína para o mercado interno. O abastecimento ficará mais crítico se a carne de boi subir muito e o consumidor elevar o de suína.

O presidente da APCS diz, porém, que não tem como a oferta de carne suína crescer nos próximos nove meses.

O único ajuste que poderá ser feito é a retenção dos suínos por mais 20 dias nas granjas, o que poderá garantir 15% mais no peso do animal.

Thiago Bernardino de Carvalho, pesquisador do Cepea, diz que esse vai ser um período de substituição. A coincidência do aumento das exportações com um período de formação de estoques pelo atacado gera alta nos preços.

O mercado dependerá de quanto o consumidor estará disposto a pagar. A alta na carne bovina leva o consumidor para a suína. Um aumento desta transfere-o para o frango.

Carvalho não vê falta de produto no mercado neste final de ano. “Se estivéssemos no período pré-crise, poderia haver, mas a renda atual da população ainda não é boa”, diz.

Para o pesquisador, a resposta do setor virá do comportamento da carne bovina. Se ela subir muito, vai puxar até a de frango. Com informações da Folha.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[13/12/2019] - Arroba: espaço para queda é pequeno, diz Marfrig
[13/12/2019] - Arroba: pressão dos frigoríficos aumenta
[13/12/2019] - Reposição perde força com dúvidas sobre o boi
[13/12/2019] - China e EUA anunciam acordo que impacta Agro
[13/12/2019] - Dados do BC confirmam recuperação da economia
[12/12/2019] - JBS paralisa abates para pressionar a arroba
[12/12/2019] - MP pede bloqueio de quase R$ 1 bilhão da JBS

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[12/12/2019] - Arroba: frigoríficos seguem pressionando
[12/12/2019] - Pecuaristas: atenção à reposição
[12/12/2019] - Varejo fraco pressiona preço do boi casado
[12/12/2019] - Abates continuam em alta, segundo o IBGE
[12/12/2019] - Exportações de carne batem recorde em MG
[12/12/2019] - Pecuarista será indenizada por morte de bois
[12/12/2019] - Qual a perspectiva para o preço do milho?
[12/12/2019] - Caminhonete pode ficar isenta de IPI
[12/12/2019] - Pesquisador do CEPEA vai para a equipe do MAPA
[11/12/2019] - Arroba caiu: qual o ponto de equilíbrio?
[11/12/2019] - Como está a previsão do mercado futuro do boi?
[11/12/2019] - Arroba cai a R$ 192 em Mato Grosso
[11/12/2019] - Quanto está a arroba do boi em Rondônia?
[11/12/2019] - Carne: vendas melhoram e preço sobe no varejo
[11/12/2019] - IGP-M acelera alta puxada pelo boi
[11/12/2019] - Onde a reposição ainda está subindo?
[11/12/2019] - MPF pede sequestro de R$ 5 milhões de fiscais
[11/12/2019] - JBS: MAPA acompanha as investigações
[11/12/2019] - O que muda com a MP da regularização fundiária?
[10/12/2019] - Exportações de carne seguem fortes em dezembro
[10/12/2019] - ABIEC acredita em reabertura dos EUA até março
[10/12/2019] - Frigoríficos prevêem recordes para exportação
[10/12/2019] - Exportações do Agro sobem puxadas pela carne
[10/12/2019] - Pecuarista segura o boi e frigoríficos pressionam
[10/12/2019] - Arroba: frigoríficos seguram compras
[10/12/2019] - MT: arroba perdeu força
[10/12/2019] - Pecuarista está cauteloso na reposição
[10/12/2019] - FGV: alta das carnes não chegará à inflação
[10/12/2019] - MP cobra na Justiça R$ 21 bilhões da JBS
[10/12/2019] - PF acusa a JBS de pagar suborno a fiscais
[10/12/2019] - Bolsonaro assina MP da Regularização Fundiária
[10/12/2019] - Crédito rural cresceu 6% em 2019
[09/12/2019] - Arroba: as quedas também não são para sempre
[09/12/2019] - Tereza Cristina falou sobre o futuro da arroba
[09/12/2019] - Arroba: preço do boi tenta estabilidade
[09/12/2019] - Carne parou de subir no atacado
[09/12/2019] - JBS tirará maior parte dos negócios do Brasil
[09/12/2019] - Marfrig anuncia investimento e retomada de unidade
[09/12/2019] - Marfrig oficializa oferta para saída do BNDES
[09/12/2019] - Frigoríficos querem liberação de crédito em SP
[09/12/2019] - Raiva: Tocantins tira obrigação de vacinar
[09/12/2019] - Milho subiu 28% em um ano
[06/12/2019] - Arroba: mercado busca nova referência
[06/12/2019] - China: quase metade das exportações brasileiras
[06/12/2019] - Alta das carnes puxou a alta da inflação no Brasil
[06/12/2019] - Preço da carne bovina subiu no mundo todo
[06/12/2019] - China tenta reativar mercado de suínos do país
[06/12/2019] - Marfrig: Molina não vai comprar parte do BNDES
[06/12/2019] - Banco prevê recuperação para o mercado do leite
[06/12/2019] - Leite: concorrência limita queda maior no preço

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br