Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
 
 
 
 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Preço do bezerro preocupa criadores
 
 
Publicado em 09/04/2009

Os pecuaristas que tem gado para a recria estão preocupados com o aumento no preço dos bezerros. Na região de Araçatuba, em São Paulo, a oferta de animais é pequena.

Alexandre Ferreira é pecuarista em Araçatuba, no noroeste do estado. Ele compra bezerros para engorda. Entre comprar o animal jovem e esperar até o abate, são 24 meses, em média. Na última semana, ele comprou 200 animais e disse que foi difícil encontrar os bezerros no mercado. “Está cada dia mais complicado de comprar, está tendo uma falta de bezerro. Antes você comprava mais perto de casa. Cada dia que passa, está precisando ir mais longe para adquirir os animais”, conta Alexandre Ferreira, pecuarista.

No mais recente lote comprado pelo pecuarista, foram pagos 12% a mais do que no lote anterior.

O valor do bezerro vem subindo de preço. De acordo com o Cepea, O Centro de Estudos Avançados da USP, a média em São Paulo, em abril do ano passado, era de R$ 550 por animal. Hoje a média é de R$ 650. Aumento que preocupa quem faze recria, como Alexandre.

“Quando você consegue terminar de engordar ele no confinamento, na hora que você vai pegar tua matéria prima que é o bezerro, que você tem que comprar para engordar novamente, daí você cai na mão dos criadores que estão com o preço muito elevado”, garante ele.

Na tela do computador, o consultor de agronegócio Gustavo Garcia acompanha a evolução dos preços e explica o aumento. “O motivo é um só, o abate de matrizes, principalmente de 2005 para cá. Nós estamos tendo agora, uma continuação da trajetória do preço do bezerro. Ele subiu em 2008, ele não subiu de graça, subiu porque estava faltando. Em 2009 ele continua sua trajetória de alta. Continua tendo pouco bezerro, uma demanda maior, o preço do bezerro continua subindo”, explica Gustavo Garcia, consultor agropecuário. Com informações do Globo Rural.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir


   Leia também:
 
[22/07/2014] - Acordo com EUA poderá prejudicar carne do Brasil
[22/07/2014] - Pressão e lentidão no mercado do boi
[22/07/2014] - Indea confirma estomatite e descarta aftosa no MT
[22/07/2014] - O boi em xeque
[22/07/2014] - Governo destina R$ 25 mi à qualidade do leite
[22/07/2014] - Escândalo da carne se espalha na China
[21/07/2014] - Exportações aos países árabes crescem 18,4%

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[21/07/2014] - Situação econômica já afeta vendas de carne
[21/07/2014] - Oferta de boi encurta, escalas ainda confortáveis
[21/07/2014] - Reposição: fêmeas têm queda de preço
[21/07/2014] - No Triângulo Mineiro, o problema é a seca
[21/07/2014] - Cheias destroem pastos e lavouras no RS
[21/07/2014] - Superavit do agro continua em alta: US$ 8,4 bi
[21/07/2014] - Venda de adubo bate recorde
[21/07/2014] - CAR avança, mas ainda tem problemas
[21/07/2014] - Fazendas sofrem com falta de mão-de-obra
[18/07/2014] - China derruba embargo à carne brasileira
[18/07/2014] - Brasil espera vender R$ 1 bi de carne à China
[18/07/2014] - ABIEC: abertura chinesa é estratégica
[18/07/2014] - Economia afeta consumo e segura a arroba
[18/07/2014] - Milho abaixo de R$ 10 a saca
[17/07/2014] - Pressão de baixa sobre a arroba não é generalizada
[17/07/2014] - CEPEA: arroba cai, custos em alta
[17/07/2014] - Embargos derrubam exportações do Mato Grosso
[17/07/2014] - Reposição está até 26% mais cara no MT
[17/07/2014] - Alta das carnes ajuda a reduzir deflação
[17/07/2014] - Produtores denunciam abates clandestinos de índios
[17/07/2014] - Lácteos Brasil pode se tornar venezuelana?
[16/07/2014] - Mercado do boi continua devagar
[16/07/2014] - Reposição: só bezerro caiu no MS
[16/07/2014] - Laboratório tenta relançar promotor polêmico
[16/07/2014] - BNDES: quebra do Independência foi surpresa
[16/07/2014] - LBR pode arrecadar R$ 740 mi com ativos
[15/07/2014] - Exportações de carne: alta forte e novos recordes
[15/07/2014] - Frigoríficos mantém pressão de baixa
[15/07/2014] - Vendas de carne melhoram
[15/07/2014] - China dificulta compras de produtos elaborados
[15/07/2014] - Lei contra a tuberculose já vale no Mato Grosso
[15/07/2014] - Como usar a ureia no período da seca?
[15/07/2014] - JBS avança no setor de aves com nova compra
[15/07/2014] - O tombo no preço do milho
[15/07/2014] - Deputado quer proibir transgênicos por lei
[14/07/2014] - JBS demite e funcionários temem fechamento em SP
[14/07/2014] - Arroba: escalas mais longas e pressão de baixa
[14/07/2014] - Preço da carne bovina faz surgir rodízio suíno
[14/07/2014] - Lácteos: exportações aumentaram
[14/07/2014] - Valor da produção cresce menos que previsão
[11/07/2014] - Avermectinas: guerra entre frigorífico e produtor
[11/07/2014] - Oferta de confinado melhora e pressiona a arroba
[11/07/2014] - Venda de carne está lenta e pressiona frigoríficos
[11/07/2014] - Semana lenta na reposição
[11/07/2014] - Renegociação depende de norma do governo
[11/07/2014] - Acabou a tranquilidade nas fazendas de SP
[10/07/2014] - Escalas mais longas pressionam o boi, diz CEPEA
[10/07/2014] - Exportações de carne continuam com força
[10/07/2014] - Bezerro continua em alta no Mato Grosso do Sul
[10/07/2014] - Indústria do agro cresce 7,1% no MS

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br