Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
 
 
 
 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

JBS dita preço do boi em Barra do Garças
 
 
Publicado em 26/07/2010

A região de Barra do Garças, em Mato Grosso, já foi o melhor lugar do Estado para vender gado. A presença de unidades dos frigoríficos Independência, Margen, Bertin e JBS garantia competição entre eles e a oferta dos preços mais altos para os pecuaristas. De dois anos para cá, Independência e Margen quebraram e o Bertin foi comprado pelo JBS, que ficou sozinho na região e derrubou o preço da arroba.

"O JBS é o dono do pedaço e paga quanto quer. Barra do Garças agora paga um dos piores preços do Estado", diz Luciano Vacari, superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), o Estado que tem o maior rebanho de gado bovino do País.

Os outros frigoríficos, concorrentes de JBS e Marfrig, também reclamam. "Queremos igualdade", afirma Péricles Salazar, presidente da Associação Brasileira de Frigoríficos. "Tudo bem apoiar o Friboi e Marfrig, mas outros frigoríficos precisam de financiamento e o BNDES só tem dinheiro para os grandes."

De acordo com José Vicente Ferraz, analista da consultoria Agra FNP, a política de criação de grandes frigoríficos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deu ao JBS - e em menor escala, também ao Marfrig - uma força desproporcional em relação aos pecuaristas e mesmo a frigoríficos menores. "Isso provoca um desequilíbrio na cadeia produtiva. É perigoso", afirma Ferraz.

Para José Carlos Hausknecht. sócio da consultoria MB Agro, a estratégia do BNDES é equivocada. "Pelas nossas contas, o JBS hoje tem 80% de seu faturamento no exterior. Por que o BNDES precisa financiar a produção em outros países?", questiona.

O consultor cita como exemplo a compra da Pilgrim"s Pride, uma das líderes no abate de frangos nos Estados Unidos, pelo JBS, com apoio financeiro do BNDES. "Além de gerar empregos lá fora, vão usar dinheiro do BNDES para fortalecer a exportação americana de frangos, que vai competir com a produção brasileira." Com informações do portal Estadão.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[28/01/2015] - Arroba e clima devem puxar confinamento
[28/01/2015] - Pressão de baixa na arroba do boi
[28/01/2015] - Custo de produção do leite aumentou
[28/01/2015] - Pecuária intensiva é mais lucrativa, diz Acrimat
[28/01/2015] - Sindicato pede que Marfrig aguarde 6 meses
[28/01/2015] - Um ano difícil para o mercado de couro
[28/01/2015] - Brasil recorre a escambo por calote venezuelano

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[28/01/2015] - Filho de Lula vai à Justiça por polêmica sobre JBS
[28/01/2015] - Preço do milho deve subir
[28/01/2015] - Prazo para o CAR deve ser estendido por 1 ano
[27/01/2015] - Especulação toma conta do mercado do boi
[27/01/2015] - Falta boi no Mato Grosso
[27/01/2015] - Boi firme em Três Lagoas
[27/01/2015] - Liminar impede demissões no Marfrig
[27/01/2015] - Justiça manda União indenizar produtores
[27/01/2015] - Produtores recorrem contra demarcação
[26/01/2015] - Oferta curta segura a arroba do boi
[26/01/2015] - Rebanho em alta no Mato Grosso
[26/01/2015] - Preço da carne dispara no RS
[26/01/2015] - Churrasco está mais caro também em SP
[26/01/2015] - Venezuela quer comprar mais carne brasileira
[26/01/2015] - Seguro rural: calote ainda sem solução
[23/01/2015] - Arroba: vendas de carne preocupam frigoríficos
[23/01/2015] - Fim do embargo russo: preocupação para o Brasil?
[23/01/2015] - JBS já é a quarta maior exportadora do Brasil
[23/01/2015] - Falta de chuva e preço travam a reposição
[23/01/2015] - Produtores de leite vivem drama no RS
[23/01/2015] - Crise no leite também chegou a SC
[23/01/2015] - Carne já é apontada como vilã da iinflação
[23/01/2015] - Crédito: o maior desafio de Kátia Abreu
[23/01/2015] - Venezuela deve US$ 5 bi a exportadores do Brasil
[22/01/2015] - Governo investiga brucelose em frigorífico
[22/01/2015] - Já tem frigorífico pagando mais pela arroba
[22/01/2015] - CEPEA: pecuarista não aceita pressão
[22/01/2015] - Kátia promete novas regras para frigoríficos
[22/01/2015] - Dilma volta a obrigar produtor a emplacar trator
[22/01/2015] - Indicados por Kátia respondem a processos
[22/01/2015] - Superávit do agro caiu 17% em SP
[21/01/2015] - Arroba do boi: animais de pasto começam a aparecer
[21/01/2015] - Kátia Abreu define relacionamento com frigoríficos
[21/01/2015] - Vendas caem mas preço da carne se mantém
[21/01/2015] - Inseminação cresce com alta na arroba
[21/01/2015] - Brasil dobrou exportações de lácteos em 2014
[21/01/2015] - Ministro quer Kátia fora da PEC das demarcações
[21/01/2015] - Governo tenta solucionar calote do seguro rural
[20/01/2015] - Sindicato ameaça Marfrig com greve nacional
[20/01/2015] - Mais um Batista para dominar o mercado?
[20/01/2015] - Mercado do boi gordo espera por uma definição
[20/01/2015] - Cinco países dominam exportações do agro do Brasil
[20/01/2015] - Bezerro 45% mais caro em Rondônia
[20/01/2015] - Importação de lácteos caiu em 2014
[20/01/2015] - Processo de rastreabilidade gera polêmica no MS
[19/01/2015] - Queda da carne trava compra de boi
[19/01/2015] - Frango na frente na concorrência com o boi
[19/01/2015] - Governo quer dar benefícios para manter Marfrig
[19/01/2015] - Área do milho deve cair 10%
[19/01/2015] - Kátia Abreu: abertura chinesa ajudou pouco

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br