Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
247,00 242,00 247,00
GO MT RJ
236,00 238,00 240,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2180,00
Garrote 18m 2430,00
Boi Magro 30m 3010,00
Bezerra 12m 1860,00
Novilha 18m 2330,00
Vaca Boiadeira 2440,00

Atualizado em: 28/9/2020 09:32

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Novos adidos agrícolas tomam posse

 
 
 
Publicado em 20/01/2020

Os novos adidos agrícolas começaram a tomar posse nas representações diplomáticas brasileiras no exterior. Antes de iniciarem a missão, os nove adidos foram recebidos pela ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) quando foram orientados.

“A orientação da ministra é que eles mergulhem de cabeça nessa experiência e que possam engrandecer a missão de levar nosso agronegócio para o mundo e diversificar a pauta exportadora”, relata o secretário-adjunto de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Mapa, Flávio Bettarello, sobre o encontro da ministra com os adidos no último dia 8 deste mês.

Um dos papeis do adido é identificar as oportunidades, os desafios e as possibilidades de comércio, investimentos e cooperação para o agronegócio brasileiro. “Com base nessa vivência em campo, na qual eles estão naturalmente engajados com as autoridades locais, com o setor privado local, no acompanhamento da imprensa, da Academia, eles poderão auxiliar a identificar uma estratégia que seja coerente no curto, médio e longo prazo para cada país, para cada mercado específico”.

Bettarello destaca que há mercados em que o esforço maior consiste na superação de barreiras sanitárias e fitossanitárias; em outros, há maior necessidade de iniciativas de promoção de comércio e investimentos, tais como participação em feiras internacionais e organização de road shows. Por fim, em alguns países, o desafio é trabalhar a imagem da agricultura brasileira junto com a sustentabilidade ambiental. O adido agrícola deve contribuir para o diagnóstico adequado dos problemas e para a busca de soluções.

O secretário-adjunto destaca que o Ministério trabalha para harmonizar a política agrícola doméstica com a internacional. “Nós olhamos para fora, mas com os pés fincados no campo. Não adianta abrir um mercado que a gente não tenha condições de atender ou um mercado onde serão necessárias muitas adequações.”

No caso da China, por exemplo, buscaram-se oportunidades para o melão, que é uma fruta economicamente importante para a Região Nordeste. No Peru, pela proximidade geográfica com o Acre, o interesse é incrementar as vendas de carne suína.

Outro exemplo é a Tailândia, onde a pauta exportadora brasileira está concentrada na soja. “Nosso esforço agora é diversificar essa pauta, inserindo nela outros produtos. Já fizemos algo importante que foi a reciclagem animal; subprodutos sendo usados como insumos para a indústria deles. Estamos em processo de negociação sobre a carne bovina.” Para o êxito das tratativas, busca-se conciliar interesses dos dois países envolvidos. “A Tailândia gostaria de investir mais em agricultura familiar e nós temos expertise nessa matéria.”

Novos adidos

Em janeiro e fevereiro deste ano, os novos adidos agrícolas se apresentarão nos seguintes países: China, Reino Unido, Singapura, Itália (sede da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação – FAO), Rússia, Estados Unidos, Japão, Bélgica (sede da Comissão Europeia) e Peru.

Os decretos de designação foram assinados pelo presidente Jair Bolsonaro e publicados no Diário Oficial da União do dia 26 de dezembro de 2019.

Na mesma edição do DOU, também foram publicados os decretos de recondução, por mais dois anos, dos adidos agrícolas nas representações diplomáticas brasileiras na Arábia Saudita, África do Sul, Argentina, China, Índia, Coreia do Sul, no México, na Tailândia e no Vietnã.

Em 2021, outros seis adidos poderão ser reconduzidos – que exercem missão nas representações no Canadá, na Colômbia, no Egito, na Indonésia, no Marrocos e na Bélgica. Com informações do MAPA.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[28/09/2020] - Reposição já subiu mais de 50% em 2020
[28/09/2020] - Arroba: fim do auxílio emergencial vai bater no bo
[28/09/2020] - China quer parar de importar carne suína
[28/09/2020] - Milho volta a bater recorde do CEPEA
[28/09/2020] - Milho pode chegar a R$ 70 a saca ainda em 2020
[28/09/2020] - Sementes misteriosas chegaram ao Paraná
[25/09/2020] - Arroba: boi China já se aproxima de R$ 260

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[25/09/2020] - Alta do boi está perdendo força?
[25/09/2020] - Tesouro dos EUA monitorava atividades da JBS
[25/09/2020] - Empresa suspeita tem relação com a JBS
[25/09/2020] - Alemanha cerca fronteira contra peste suína
[25/09/2020] - Prazo para entrega do ITR termina no dia 30
[24/09/2020] - JBS: BNDES aumenta pressão contra os Batista
[24/09/2020] - Arroba: frigoríficos sobem a oferta pelo boi
[24/09/2020] - Arroba: vai sobrar boi no final do ano?
[24/09/2020] - Reposição já subiu mais de 80% na Bahia
[24/09/2020] - Leite: alta generalizada nos preços
[24/09/2020] - Milho: alta continua em algumas praças
[24/09/2020] - Filipinas detecta novos focos de peste suína
[24/09/2020] - Polícia apreende gado contrabandeado do Paraguai
[23/09/2020] - Reservas de carne da China estão acabando
[23/09/2020] - Arroba: escalas de abate diminuíram. E agora?
[23/09/2020] - Exportações de carne seguem em bom ritmo
[23/09/2020] - JBS vai aumentar monitoramento de pecuaristas
[23/09/2020] - CEO de empresa da JBS é acusado de fraude
[23/09/2020] - JBS faz nova antecipação no banco do grupo
[23/09/2020] - Minerva usará software de ONG em monitoramento
[23/09/2020] - Agência eleva nota de crédito da Marfrig
[22/09/2020] - Está chegando a hora da queda do boi?
[22/09/2020] - Arroba: alta deu uma trégua
[22/09/2020] - Exportações de carnes seguem em crescimento
[22/09/2020] - Falta de boi deixa frigoríficos ociosos em MT
[22/09/2020] - Milho bate recorde de preço em Mato Grosso
[22/09/2020] - Caroço de algodão subiu mais de 35%
[22/09/2020] - Pecuaristas somam prejuízos com fogo no Pantanal
[22/09/2020] - Bolsonaro: Brasil é vítima de campanha difamatória
[22/09/2020] - Governo anuncia pavimentação da BR-319
[21/09/2020] - Agro registra superávit comercial recorde em 2020
[21/09/2020] - Bolsonaro: Agro evitou colapso do Brasil
[21/09/2020] - Arroba do boi chega a R$ 250 no Pará
[21/09/2020] - Arroba do boi sobe no Norte e no Centro-Oeste
[21/09/2020] - Milho: compradores saem do mercado
[21/09/2020] - Governo crê em lobby contra acordo UE-Mercosul
[21/09/2020] - Peste suína: mais seis casos na Alemanha
[21/09/2020] - Sementes não-solicitadas são entregues no RS
[21/09/2020] - OPINIÃO: Desmatamento é conto do vigário
[18/09/2020] - Produção da Pecuária poderá bater os R$ 200 bi
[18/09/2020] - DISPARADA: bezerro já subiu quase 70%
[18/09/2020] - Arroba: mercado firme por falta de boi
[18/09/2020] - Comissão Europeia tenta aprovar acordo UE-Mercosul
[18/09/2020] - Bolsonaro: Brasil preserva e sofre ataques
[18/09/2020] - IGP-M dispara 4,5% na segunda prévia de setembro
[18/09/2020] - Produtor recebe sementes não-solicitadas
[17/09/2020] - Preço do boi tem espaço para subir ainda mais?
[17/09/2020] - Arroba: ágio do boi China está cada vez menor
[17/09/2020] - Cepea: boi segue nas máximas históricas
[17/09/2020] - Minerva pode distribuir dividendo milionário

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br