Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
191,00 176,00 187,00
GO MT RJ
179,00 171,00 179,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1790,00
Garrote 18m 2100,00
Boi Magro 30m 2610,00
Bezerra 12m 1380,00
Novilha 18m 1620,00
Vaca Boiadeira 1890,00

Atualizado em: 29/5/2020 10:38

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Fiscais de MG entram em greve em meio à pandemia

 
 
 
Publicado em 19/03/2020

A greve dos fiscais agropecuários do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), iniciada na segunda-feira (16), pode comprometer a segurança sanitária do Estado. Sem previsão de retorno às atividades, as fiscalizações em frigoríficos, em propriedades rurais e no controle das fronteiras estão reduzidas. De acordo com as informações do Sindicato dos Fiscais Agropecuários Estaduais e Fiscais Assistentes Agropecuários Estaduais de Minas Gerais (Sindafa-MG), cerca de 70% dos servidores da categoria estão em greve. O quadro é composto por cerca de mil profissionais atuando em todo o Estado. Duas categorias estão em greve: os fiscais e os fiscais assistentes agropecuários.

A vice-presidente do Sindafa-MG, Priscila Gonçalves Dias Presotti, explica que foram feitas várias tentativas de negociação junto ao governo do Estado, porém, até o momento, nenhum posicionamento foi dado e, por isso, a greve não tem previsão de ser suspensa.

“Com o aumento concedido à Polícia Militar, resolvemos suspender as atividades. Desde 2015, estamos tentando negociar com os governos e não tivemos sucesso. A princípio, o reajuste da categoria foi negado devido à Lei de Responsabilidade Fiscal, mas como tem categorias recebendo aumentos de salários, a lei não é um impeditivo e o governo pode cumprir com nossas negociações anteriores”, afirma.

Dentre os serviços prestados pelos fiscais estão a inspeção dos produtos de origem vegetal e animal. Priscila explica que os serviços prestados pelos fiscais são essenciais para o Estado, que tem cerca de 40% do Produto Interno Bruto (PIB) oriundos do setor agropecuário.

“Os profissionais atuam de forma permanente nos frigoríficos e granjas vistoriando as carcaças e processos, e este serviço está comprometido. As fiscalizações nas propriedades, tanto de produção animal como vegetal, também estão reduzidas. No caso dos vegetais, a fiscalização avalia o uso de agrotóxicos permitidos e a dosagem utilizada, também há o controle do greening, doença que atinge as lavouras de citros. As barreiras sanitárias (físicas) estão sendo fechadas e está ocorrendo o livre comércio de animais e vegetais, o que pode trazer doenças para o Estado, colocando em risco a saúde da população, da produção vegetal e dos rebanhos”, destaca.

Ainda segundo Priscila, com a greve, os laboratórios de análise também estão fechados. Há ainda a redução do efetivo no acompanhamento do surto de Senecavírus A, que atinge o rebanho dos suínos, na região do Triângulo Mineiro.

Febre aftosa

“O Estado é considerado livre de febre aftosa com vacinação e está em busca da suspensão das vacinas até 2022. Esse cronograma pode ser prejudicado, porque os fiscais não estão indo nas propriedades e verificando a vacinação. Em maio, tem a campanha de vacinação, que ficaria comprometida também caso a greve continue”, explica.

A categoria reivindica o envio imediato para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) do projeto de lei que institui o novo plano de carreiras do IMA, com impacto financeiro mínimo de R$ 64 milhões, já aprovado pela Secretaria de Fazenda, conforme acordo firmado para o término da greve de 2018.

A categoria pede, ainda, a sanção do artigo 21 do Projeto de Lei nº 14.151/2020, que reajusta em 28,82%, a partir de 1º de julho de 2020, os valores das tabelas de vencimento básico das carreiras do pessoal do Grupo de Atividades da Agricultura e Pecuária do Poder Executivo de que trata a Lei 15.303, de 10 de agosto de 2004. Com informações do Diário do Comércio.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[29/05/2020] - China compra metade das exportações do Brasil
[29/05/2020] - China pode reduzir compras do Agro dos EUA
[29/05/2020] - Sem acordo, unidade da JBS continuará fechada
[29/05/2020] - Frigoríficos querem protocolo único para Covid-19
[29/05/2020] - Arroba: fim da quarentena pode puxar preço do boi
[29/05/2020] - Reposição: procura aumenta e preços sobem
[29/05/2020] - Confinamento: entidade prevê queda de 10%
[29/05/2020] - JBS: irmãos Batista tentam evitar volta à prisão
[29/05/2020] - Preço do leite caiu 5% em maio. Como ficará junho?
[29/05/2020] - PIB recua 1,5% no primeiro trimestre de 2020
[29/05/2020] - IBGE: agronegócio foi o único setor a crescer
[29/05/2020] - Dólar volta a subir com tensões EUA-China

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[28/05/2020] - Unidades fechadas: pecuarista deve se preocupar?
[28/05/2020] - Arroba: frigoríficos aumentam ofertas pelo boi
[28/05/2020] - Exportações recordes sustentam o preço do boi
[28/05/2020] - Como está o mercado do leite?
[28/05/2020] - Desemprego sobe e volta ao nível de abril de 2019
[28/05/2020] - Maia adia projeto da regularização fundiária
[28/05/2020] - FPA agiliza emissão de certidão negativa de débito
[27/05/2020] - Justiça interdita unidade de bovinos da JBS
[27/05/2020] - Justiça permite que Joesley volte à JBS
[27/05/2020] - Brasil bem posicionado para exportar mais carne
[27/05/2020] - Carne já falta nos supermercados dos EUA
[27/05/2020] - Arroba: procura maior pelo boi para exportação
[27/05/2020] - Quais unidades foram habilitadas pela Tailândia?
[27/05/2020] - Pecuária evita, e não aumenta, o desmatamento
[27/05/2020] - Senado aprova prorrogação de dívidas rurais
[27/05/2020] - Doria anuncia reabertura gradual da economia em SP
[27/05/2020] - Brasil perde mais de 860 mil empregos em abril
[26/05/2020] - Exportações podem fechar maio com alta de 22,6%
[26/05/2020] - Tailândia abre mercado e pode começar a comprar
[26/05/2020] - PIB do Agro crescerá 1,3% no pior caso, diz Ipea
[26/05/2020] - É hora de repor o gado?
[26/05/2020] - Frigoríficos pagam até R$ 10 a mais pelo boi China
[26/05/2020] - Arroba: mercado vive calmaria
[26/05/2020] - Justiça manda Marfrig mudar processos em unidade
[26/05/2020] - Leite: pandemia preocupa muito os produtores
[26/05/2020] - Milho: preço firme
[26/05/2020] - Dólar amplia queda em relação ao real
[25/05/2020] - Agronegócio será o único setor a crescer em 2020
[25/05/2020] - China: importações de carne bovina cresceram 28%
[25/05/2020] - Produção de carne caiu com força nos EUA
[25/05/2020] - Preço da carne continuará alto
[25/05/2020] - Atacado da carne segue firme
[25/05/2020] - Arroba: mercado prevê oferta curta na entressafra
[25/05/2020] - Marfrig: 25 funcionários afastados em Mato Grosso
[25/05/2020] - Carne contaminada transmite o coronavírus?
[25/05/2020] - Segurança em frigoríficos ficará melhor
[25/05/2020] - ACNB diz que Expoinel 2020 está mantida
[25/05/2020] - Relação de troca do boi com milho segue ruim
[25/05/2020] - Dólar tem nova queda forte
[22/05/2020] - Carne brasileira começa a chegar aos EUA
[22/05/2020] - EUA: estoques de carne caíram
[22/05/2020] - China vai aumentar a importação de carne
[22/05/2020] - PIB da Pecuária bateu R$ 600 bi em 2019
[22/05/2020] - Arroba: como ficará o boi com o fim da safra?
[22/05/2020] - Preço da carne tem leve queda no varejo
[22/05/2020] - Marfrig e Minerva registram casos de Covid-19
[22/05/2020] - Decreto deve evitar fechamento de frigoríficos
[22/05/2020] - Minerva cria fundo para apoiar o varejo
[21/05/2020] - Arroba: nem oferta maior derruba o boi
[21/05/2020] - CEPEA: preço do boi segue firme

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br