Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
214,00 202,00 213,00
GO MT RJ
202,00 190,00 200,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2010,00
Garrote 18m 2310,00
Boi Magro 30m 2780,00
Bezerra 12m 1445,00
Novilha 18m 1690,00
Vaca Boiadeira 2110,00

Atualizado em: 13/7/2020 10:37

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Justiça fecha novamente unidade de bovinos da JBS

 
 
 
Publicado em 23/06/2020

O Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT-14) suspendeu, pela segunda vez, as atividades do frigorífico JBS em São Miguel do Guaporé (RO). Segundo a Justiça, a decisão visa resguardar a vida e saúde dos trabalhadores e, por consequência, de todos os moradores da cidade. O frigorífico já tinha sido fechado no dia 27 de maio por uma infecção de Covid-19 em funcionários, mas o local foi reaberto em 5 de junho.

Segundo a nova decisão da desembargadora Maria Cesarineide de Souza Lima, o número de casos de coronavírus subiu mais de 1000% em São Miguel entre 26 de maio e 15 de junho, quando o número de infectados saltou de 46 para 558.

O pedido para suspender as atividades da JBS, de novo, foi do Ministério Público do Trabalho (MPT), que alega uma possível disseminação do vírus nas dependências do frigorífico. A Justiça do Trabalho acatou o pedido e destacou:

"Está claro que o diferencial em São Miguel é a existência da planta da JBS, maior empregador da região. Sem querer adentrar, neste momento, acerca da culpabilidade da JBS na transmissão da doença, é fato que a atividade frigorífica contribui para a disseminação do vírus, pois a maior parte dos operários laboram em ambiente fechado, artificialmente frio", diz.

Outro ponto determinante para a justiça suspender as atividades frigoríficas é quanto a rede pública e privada de saúde. Segundo o judiciário, a cidade não comporta atender tantos casos graves da doença e, com isso, os pacientes precisam se deslocar para a Cidade de Cacoal (RO), a 190 quilômetros de São Miguel.

"Visualiza-se o perigo da demora, porquanto a continuidade da empresa pode ocasionar danos irreparáveis aos empregados e a toda a região, não apenas de violação ao direito a saúde, mas com potencial de ocasionar morte", afirma a decisão.

Segundo o TRT-14, as atividades do frigorífico precisam ficar suspensas até o frigorífico cumprir todas as medidas que 'inibam' a proliferação da Covid-19.

Procurada pela reportagem, a JBS disse 'não comentar processos judiciais em andamento'.

Até o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), São Miguel do Guaporé tem 677 casos de Covid-19, sendo que destes, 532 pacientes já estão recuperados. A cidade tem seis óbitos decorrentes da doença.

Interdição e reabertura da JBS após liminar

A JBS foi interditada no dia 27 de maio, depois de dezenas de funcionários testarem positivo para Covid-19 em São Miguel. O caso na época foi denunciado pelo MPT, que alegou:

"O frigorífico tem setores, como desossa e abate, em que trabalham confinadas mais de 100 pessoas, em temperaturas muito baixas, sem que haja janelas para circulação de ar e sem que seja mantida uma distância mínima entre os funcionários. Há informações de aglomerações de funcionários, sobretudo nos momentos de pausa (em que todos os funcionários saem ao mesmo tempo por uma única porta existente em cada um dos seus setores) e nos momentos de troca de roupa", dizia a denúncia da promotoria, que ainda pediu o pagamento de R$ 20 milhões por danos morais aos trabalhadores.

O Ministério Público também denunciou que a JBS não teria ofertado aos seus funcionários qualquer teste para detecção de Covid-19, e também não encaminhou os trabalhadores para a coleta dos exame. Com isso, a Justiça do Trabalho determinou a interdição do frigorífico no fim de maio.

Em uma audiência de conciliação, dias depois, o judiciário ordenou que a JBS só poderia retomar as atividades se seguisse uma série de medidas, como a testagem em massa de seus funcionários, a redução da quantidade de funcionários nos vestiário, o fornecimento de máscaras PFF2 no labor, entre outras medidas.

A JBS então chegou alegou já estar atendendo os pedidos da justiça e, no dia 5 de junho, conseguiu liminar para reabrir o frigorífico de São Miguel do Guaporé.

Porém o MPT recorreu da decisão de uma desembargadora de plantão e fez novo pedido de suspensão, sendo acatado pelo judiciário trabalhista no dia 18 de junho. A justiça marcou uma audiência entre as partes envolvidas para esta quinta-feira (25).

"A JBS não comenta processos judiciais em andamento.

A empresa reitera que tem como objetivo prioritário a saúde de seus colaboradores e ressalta que desde o início da pandemia tem adotado um rígido protocolo de prevenção contra a Covid-19 na sua unidade de São Miguel do Guaporé (RO) e em todas as suas plantas no Brasil, conforme as orientações dos órgãos de saúde e protocolo do Ministério da Saúde, Economia e Agricultura. A JBS também segue as orientações do Hospital Albert Einstein e especialistas médicos contratados pela Companhia para apoiar na implantação rigorosa de medidas para a proteção de seus colaboradores.

Entre as ações adotadas pela Companhia, estão:

- afastamento de pessoas que fazem parte do grupo de risco como maiores de 60 anos, gestantes e todos os que tiveram recomendação médica;

- desinfecção diária das unidades;

- medição de temperatura de todos antes do acesso às fábricas;

- vacinação contra gripe H1N1 para 100% dos colaboradores;

- ações de distanciamento social;

- monitoramento permanente de 100% dos colaboradores;

- forte comunicação de prevenção e de cuidados contra a Covid-19, entre outras ações. Com informações do G1.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[13/07/2020] - Agro brasileiro ocupa espaço no mercado mundial
[13/07/2020] - EUA: Covid não é transmitido pelos alimentos
[13/07/2020] - MP já pediu o fechamento de 11 frigoríficos
[13/07/2020] - Impasse no mercado do boi
[13/07/2020] - Arroba: pressão de baixa não funcionou
[13/07/2020] - JBS aproveita caixa alto para antecipar dívidas
[13/07/2020] - Molina compra mais ações da Marfrig
[13/07/2020] - Qual a tendência para o preço do milho?

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[10/07/2020] - PIB do Agro deve crescer quase 9% em 2020
[10/07/2020] - Exportações do Agro são as maiores da história
[10/07/2020] - FIESP prevê disparada no preço da carne bovina
[10/07/2020] - Arroba: frigoríficos continuam precisando de boi
[10/07/2020] - Mercado faz sua aposta para o futuro da arroba
[10/07/2020] - Carne bovina volta a subir no atacado
[10/07/2020] - Justiça manda JBS seguir normas estaduais
[10/07/2020] - Normas podem reduzir produção de frigos em 50%
[09/07/2020] - Começa a faltar carne na China
[09/07/2020] - Exportações: governo manda carta aos chineses
[09/07/2020] - Arroba: frigoríficos pressionam o pecuarista
[09/07/2020] - Arroba do boi volta ao recorde de dezembro
[09/07/2020] - Frigoríficos: excesso de normas gera confusão
[09/07/2020] - Preço do milho em alta
[09/07/2020] - Pedidos de seguro-desemprego recuam em junho
[09/07/2020] - Governo permite inspeção privada em frigoríficos
[09/07/2020] - Crédito rural cresceu 11% em 2020
[09/07/2020] - Agro responde por 72% das exportações de SC
[08/07/2020] - Tendência para o boi é de alta
[08/07/2020] - Como estão as exportações de carne em julho?
[08/07/2020] - Arroba: pressão dos frigoríficos fracassou
[08/07/2020] - Onde o preço do bezerro disparou?
[08/07/2020] - Comércio tem maior alta nas vendas em 20 anos
[08/07/2020] - Inflação subiu em junho, segundo a FGV
[08/07/2020] - Mais um recorde a ser batido pelo Agro brasileiro
[08/07/2020] - Teste detecta 185 funcionários curados em frigoríf
[07/07/2020] - PIB da Pecuária cresceu 8% de janeiro a abril
[07/07/2020] - Frigoríficos querem testar carne vendida à China
[07/07/2020] - Pequenos frigoríficos têm medo de vender à China
[07/07/2020] - Arroba: o boi vai continuar subindo?
[07/07/2020] - Reposição: mercado está aquecido
[07/07/2020] - Leite: preço dos lácteos disparou em junho
[07/07/2020] - Marfrig lança crédito para bares e restaurantes
[07/07/2020] - JBS informa contaminação em outra unidade
[07/07/2020] - Governador do MS é indiciado por propinas da JBS
[07/07/2020] - Bolsonaro testa positivo para o coronavírus
[06/07/2020] - China suspende importações de mais duas unidades
[06/07/2020] - Justiça permite que JBS reabra unidade
[06/07/2020] - Tereza Cristina fala sobre o embargo chinês
[06/07/2020] - Abrafrigo confirma recorde na exportação de carne
[06/07/2020] - Arroba; mercado firme para o boi
[06/07/2020] - Reabertura de restaurantes pode puxar preço do boi
[06/07/2020] - Varejo segue repassando alta do boi para a carne
[06/07/2020] - Milho chega perto de R$ 50 a saca
[03/07/2020] - Um alerta urgente para toda a Pecuária Brasileira
[03/07/2020] - Qual será o real impacto do embargo chinês aqui?
[03/07/2020] - Arroba: frigoríficos precisam comprar boi
[03/07/2020] - Arroba do boi já chegou a R$ 214 em MG
[03/07/2020] - Preço do boi disparou também no Rio Grande do Sul
[03/07/2020] - Expointer 2020 é oficialmente cancelada

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br