Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
279,00 268,00 274,00
GO MT RJ
271,00 265,00 271,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2400,00
Garrote 18m 2940,00
Boi Magro 30m 3660,00
Bezerra 12m 2100,00
Novilha 18m 2630,00
Vaca Boiadeira 2850,00

Atualizado em: 23/11/2020 10:10

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Justiça manda JBS seguir normas estaduais

 
 
 
Publicado em 10/07/2020

O Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT) publicou uma decisão liminar nesta quinta-feira (9/7) determinando que a unidade da JBS em Campo Mourão (PR) adote os protocolos de manejo e prevenção da Covid-19 em frigoríficos publicados pela Secretaria Estadual de Saúde no início deste mês. As normas, consideradas mais rígidas que as estabelecidas pelo governo federal, estabelecem distanciamento mínimo de dois metros na linha de produção - ou de 1,5 metro quando houver barreira física - e uso de equipamentos de proteção individual.

“No caso, o laudo pericial realizado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) demonstra que em vários ambientes produtivos da empresa o distanciamento mínimo não é observado, tendo sido constatada a distância de aproximadamente 0,6 metro entre os trabalhadores na sala de cortes e no setor de pendura, de 0,7 metro no setor de evisceração, e 0,6 metro na plataforma, em contrariedade à Resolução n.º 855/2020 da Secretaria da Saúde do Paraná”, apontou o juiz titular da Vara do Trabalho de Campo Mourão, Jorge Luiz Soares de Paula, ao atender a uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Trabalho.

O MPT também apontou o uso inadequado de equipamentos de proteção individual, com máscaras de proteção utilizadas por até cinco dias, “enquanto os casacos, luvas, capacetes e protetores auriculares dos trabalhadores do setor de expedição eram mantidos em cabideiros de forma conjunta na área de recuperação térmica”. A liminar obriga a JBS a oferecer treinamento para o uso correto dos equipamentos e a substituir as máscaras de proteção a cada oito horas ou cinco reutilizações sob pena de multa de R$ 1.000 por item descumprido.

Além do distanciamento mínimo e da adequação no uso dos equipamentos de proteção, a JBS também terá que realizar testagem para identificação da Covid-19 em todos os trabalhadores em até cinco dias e afastar aqueles que apresentarem sintomas compatíveis com a doença até o resultado dos testes. Nesse caso, pena prevista pela justiça é a mesma para o distanciamento, com multa de R$ 10.000 por obrigação descumprida a cada mês em que se constatar o descumprimento.

A JBS não comentou a decisão. Informou apenas que "implementou uma série de medidas de controle, prevenção e segurança em todas as suas unidades e que estão em conformidade com a Portaria interministerial nr. 19, de 18 de junho de 2020 (Ministérios da Saúde, Agricultura e Economia)." Com informações do Globo Rural.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[23/11/2020] - Arroba: analista crê em alta do boi em dezembro
[23/11/2020] - Arroba: frigoríficos fora das compras
[23/11/2020] - Carne recua no atacado
[23/11/2020] - Milho: como está o mercado no início da semana?
[23/11/2020] - Bolsonaro: conservação ambiental com prosperidade
[23/11/2020] - Como registrar gratuitamente seu trator?
[23/11/2020] - Vândalos destroem silos com soja na Argentina

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[20/11/2020] - Leite: deputados pedem travas às importações
[20/11/2020] - Arroba: frigoríficos conseguem pequena folga
[20/11/2020] - Semana foi de pressão dos frigoríficos
[20/11/2020] - Analista diz que tendência para o boi não mudou
[20/11/2020] - China continuará importando carne suína por anos
[20/11/2020] - Carne suína alemã pode ser banida por mais de ano
[19/11/2020] - SEM ALTERNATIVA, PRODUTOR DE LEITE ABATE VACAS
[19/11/2020] - Arroba: pecuarista não vende a preço menor
[19/11/2020] - CEPEA confirma queda de braço no boi
[19/11/2020] - Balança comercial do Agro bate novo recorde
[19/11/2020] - Produtores artesanais de carne têm novas regras
[18/11/2020] - Arroba: pecuaristas reagem e travam venda de bois
[18/11/2020] - China defende inspeções em embalagens de carne
[18/11/2020] - CEPEA: leite pode cair até 7% em novembro
[18/11/2020] - Leite: produtores do PR também prevêem queda forte
[18/11/2020] - Produtor de leite sofre com alta nos custos
[18/11/2020] - IGP-M sobe forte, sem sinal de alívio
[18/11/2020] - Dólar cai a R$ 5,30 com otimismo global
[18/11/2020] - Crédito rural dispara 20% no Banco do Brasil
[18/11/2020] - Gripe aviária se espalha por países europeus
[17/11/2020] - Exportações devem bater novamente o recorde
[17/11/2020] - Exportadores protestam contra acusações da China
[17/11/2020] - Argentinos crêem que acusação é para baixar preços
[17/11/2020] - CEO da Marfrig nega contaminação na carne
[17/11/2020] - Arroba: quem aceitou a manobra dos frigoríficos?
[17/11/2020] - Pecuaristas não aceitam queda de preço no boi
[17/11/2020] - Disparada dos grãos anula alta do boi
[17/11/2020] - Até quando vai faltar milho?
[16/11/2020] - Arroba: estratégia dos frigoríficos funcionou?
[16/11/2020] - Carne sobe no atacado, mas negócios travam
[16/11/2020] - Acusação da China não trará problemas ao Marfrig
[16/11/2020] - Frigol reforça time para encarar os grandes
[16/11/2020] - Leite: pecuaristas gaúchos pedem socorro
[16/11/2020] - Leite: produtores contam prejuízos
[16/11/2020] - Milho: impasse no mercado
[16/11/2020] - IGP-10 mostra aceleração da inflação
[16/11/2020] - Ferrovia ganha espaço no Agro de Mato Grosso
[16/11/2020] - Pix: pagamento instantâneo começa a funcionar hoje
[13/11/2020] - FRIGORÍFICOS UNIDOS PARA DERRUBAR A ARROBA
[13/11/2020] - Frigoríficos se queixam do preço do boi
[13/11/2020] - Arroba: hora de tomar cuidado
[13/11/2020] - China: cidade centro da epidemia acusa o Marfrig
[13/11/2020] - China: notificação não assusta mercado do boi
[13/11/2020] - Acusação chinesa derruba ações da Marfrig
[13/11/2020] - MAPA prevê crescimento de 6% para PIB da Pecuária
[13/11/2020] - PIB brasileiro se recupera acima da expectativa
[13/11/2020] - SP retira período de carência após a vacinação
[12/11/2020] - Arroba: boi comum também vai bater os R$ 300?
[12/11/2020] - Scot: dia agitado no mercado do boi
[12/11/2020] - CEPEA: alta do boi passa de 5% em novembro

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br