Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
250,00 242,00 245,00
GO MT RJ
236,00 238,00 241,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2180,00
Garrote 18m 2430,00
Boi Magro 30m 3010,00
Bezerra 12m 1860,00
Novilha 18m 2330,00
Vaca Boiadeira 2440,00

Atualizado em: 1/10/2020 11:03

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Boi sobe e pecuaristas aumentam as vendas

 
 
 
Publicado em 07/08/2020

As indústrias frigoríficas conseguiram alongar as escalas de abate na maioria das localidades. A IHS Markit destacou que as escalas estão próximas de uma semana em São Paulo e que as empresas reajustaram os níveis dos abates diários que, em muitas praças, operava diminuído ou, até mesmo, escalonado.

Diante dos ganhos da arroba nos últimos dias, os pecuaristas que contavam com lotes de animais para negociar se posicionaram no mercado de forma mais ativa. “Os produtores se posicionaram de forma mais ativa nas vendas, enxergando margens mais remuneradoras com os custos do gado de reposição”, reportou a IHS Markit.

A média das escalas de abate estavam com uma média de até 5 dias úteis na semana anterior. Nesta semana, os termômetros das programações de abate já contam com níveis de escalas entre seis a 10 dias úteis no estado de São Paulo, Pará e parte do Mato Grosso do Sul.

Nos demais estados, as programações de abate ainda seguem curtas com uma média ao redor de 01 a 06 dias úteis. Podemos observar que os estados que estão com as escalas mais curtas estão com preços mais elevados para a arroba e com encurtamento do diferencial de base, quando comparado as praças paulistas.

Os pecuaristas informaram negócios para o boi com premiação cota Hilton em Rio Verde/GO ao redor de R$ 224,00/@, à prazo com trinta dias para pagar e com data para abater em 13 de agosto. Em Juti/MS, o animal com padrão exportação foi comercializado a R$ 222,00/@, à prazo com vinte dias para pagar e com data para abater em 17 de agosto.

Nas praças paulistas, os negócios para o boi China permaneceram no patamar dos R$ 230,00/@à vista, como observado na localidade de Novo Horizonte/SP e com data para abate em 18 de agosto. 

Acompanhe as cotações da arroba do boi gordo e da reposição em: www.pecuaria.com.br/cotacoes.php

Já no mercado futuro, as cotações finalizaram a sessão desta quinta-feira (06) com desvalorizações nos principais contratos negociados na Bolsa Brasileira (B3). O vencimento Agosto/20 registrou uma queda de 0,26% e está precificado a R$ 225,90/@. O Setembro/20, fechou o dia em R$ 224,00/@, perda de 0,22% na comparação diária, enquanto, o Outubro/20 teve uma desvalorização de 0,09% e está cotado a R$ 224,30/@

Mato Grosso

No estado do Mato Grosso, o número de abates registrou um crescimento de 8% na comparação mensal, em que foram abatidos 507,26 mil animais. De acordo com o Instituto de Defesa Agropecuária do Mato Grosso (Indea/MT), o volume ainda é 5% menor do que o número de cabeças abatidas durante o mesmo período do ano passado.

O total de fêmeas encaminhadas para a linha de abate caiu 4%, o número de machos abatidos no Estado cresceu 16% no comparativo mensal. “A participação das fêmeas na linha de abate mato-grossense caiu ao menor nível para um mês de julho desde 2015, com apenas 39,05% do volume total abatido sendo representado por fêmeas”, comentou o Instituto.

Segundo o levantamento do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (IMEA), os preços da arroba registraram valorizações nas maioria das praças pesquisas. A região de Araputanga/MT registrou o maior ganho com 1,54% em que a arroba está precificada a R$ 195,26/@. O maior preço nominal foi observado em Rondonópolis, em que o boi está cotado a R$ 200,00/@, com uma alta de 0,13% frente ao dia anterior. Com informações do Notícias Agrícolas.


Quer vender seus animais? Anuncie no Pecuária.com.br! Clique aqui e veja como fazer. 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[01/10/2020] - MPF quer que Batistas expliquem suspeitas dos EUA
[01/10/2020] - JBS se socorre novamente no banco do grupo
[01/10/2020] - Frigoríficos podem dar férias coletivas?
[01/10/2020] - Disputa pelo boi está forte, arroba já bate R$ 260
[01/10/2020] - Arroba bate recorde, mas pecuarista não vê lucro
[01/10/2020] - Arroba: oferta maior não deve derrubar o boi
[01/10/2020] - China: oferta suína demorará a se recuperar
[01/10/2020] - Safra brasileira confirmou recorde em 2019
[01/10/2020] - Mercado de máquinas já voltou ao nível pré-crise
[01/10/2020] - Pecuaristas também são vítimas das queimadas
[01/10/2020] - Argentina deve reduzir impostos sobre a carne

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[30/09/2020] - Pecuaristas protestam contra ação dos frigoríficos
[30/09/2020] - Candidato à presidência dos EUA ameaça o Brasil
[30/09/2020] - Bolsonaro reage às ameaças de Biden
[30/09/2020] - China barra importações de unidade do Minerva
[30/09/2020] - Por que a unidade do Minerva foi embargada?
[30/09/2020] - Marfrig aposta em novas liberações pela China
[30/09/2020] - Arroba: referência já subiu em São Paulo
[30/09/2020] - Leite: até quando vai a alta nos preços?
[30/09/2020] - EUA podem comprar mais carne do Brasil
[30/09/2020] - MAPA está analisando sementes suspeitas em MS
[30/09/2020] - Mercado está mais otimista com a economia
[30/09/2020] - Desemprego bate recorde no Brasil
[30/09/2020] - Polônia também tem surto de peste suína
[29/09/2020] - Brasil recebe menos que concorrentes pela carne
[29/09/2020] - Arroba do boi pode voltar a subir em outubro
[29/09/2020] - Arroba: frigoríficos pagam acima da referência
[29/09/2020] - Paraná muda regras para trânsito de bovinos
[29/09/2020] - MAPA reforça alerta contra sementes misteriosas
[29/09/2020] - Chuvas podem voltar antes ao Centro-Sul do país
[29/09/2020] - IGP-M dispara em setembro
[28/09/2020] - Reposição já subiu mais de 50% em 2020
[28/09/2020] - Arroba: fim do auxílio emergencial derruba o boi?
[28/09/2020] - China quer parar de importar carne suína
[28/09/2020] - Milho volta a bater recorde do CEPEA
[28/09/2020] - Milho pode chegar a R$ 70 a saca ainda em 2020
[28/09/2020] - Sementes misteriosas chegaram ao Paraná
[25/09/2020] - Arroba: boi China já se aproxima de R$ 260
[25/09/2020] - Alta do boi está perdendo força?
[25/09/2020] - Tesouro dos EUA monitorava atividades da JBS
[25/09/2020] - Empresa suspeita tem relação com a JBS
[25/09/2020] - Alemanha cerca fronteira contra peste suína
[25/09/2020] - Prazo para entrega do ITR termina no dia 30
[24/09/2020] - JBS: BNDES aumenta pressão contra os Batista
[24/09/2020] - Arroba: frigoríficos sobem a oferta pelo boi
[24/09/2020] - Arroba: vai sobrar boi no final do ano?
[24/09/2020] - Reposição já subiu mais de 80% na Bahia
[24/09/2020] - Leite: alta generalizada nos preços
[24/09/2020] - Milho: alta continua em algumas praças
[24/09/2020] - Filipinas detecta novos focos de peste suína
[24/09/2020] - Polícia apreende gado contrabandeado do Paraguai
[23/09/2020] - Reservas de carne da China estão acabando
[23/09/2020] - Arroba: escalas de abate diminuíram. E agora?
[23/09/2020] - Exportações de carne seguem em bom ritmo
[23/09/2020] - JBS vai aumentar monitoramento de pecuaristas
[23/09/2020] - CEO de empresa da JBS é acusado de fraude
[23/09/2020] - JBS faz nova antecipação no banco do grupo
[23/09/2020] - Minerva usará software de ONG em monitoramento
[23/09/2020] - Agência eleva nota de crédito da Marfrig
[22/09/2020] - Está chegando a hora da queda do boi?
[22/09/2020] - Arroba: alta deu uma trégua

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br