Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
264,00 251,00 256,00
GO MT RJ
247,00 247,00 249,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2330,00
Garrote 18m 2810,00
Boi Magro 30m 3350,00
Bezerra 12m 2010,00
Novilha 18m 2490,00
Vaca Boiadeira 2670,00

Atualizado em: 23/10/2020 10:25

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Minerva usará software de ONG em monitoramento

 
 
 
Publicado em 23/09/2020

Para minimizar problemas com fornecedores indiretos de gado a Minerva Foods vem implementando medidas que mapeiam a possibilidade de os bovinos que estão sendo abatidos pela empresa terem passado, em alguma etapa da sua vida, por áreas desmatadas ilegalmente, embargadas pelos órgãos ambientais ou que empreguem trabalho análogo à escravidão - práticas proibidas por lei.

O "calcanhar-de-aquiles" para o monitoramento ambiental da cadeia pecuária, sobretudo na Amazônia, está em rastrear a origem do gado dos "fornecedores indiretos", ou seja, aqueles que venderam o bezerro ou o boi magro para o "fornecedor direto" - que é o pecuarista que vende o gado para abate e já é monitorado pelos grandes frigoríficos. Caso esses animais sejam provenientes, em alguma etapa de sua vida, de áreas irregulares, acabam "contaminando" a imagem da indústria em relação à sustentabilidade ambiental.

Assim, para evitar surpresas desagradáveis com fornecedores indiretos, a Minerva Foods iniciou testes com o Visipec, ferramenta criada pela ONG National Wildlife Federation (NWF) e pela Universidade de Wisconsin-Madison, explica ao Broadcast Agro o diretor de Sustentabilidade da Minerva Foods, Taciano Custódio, que apresentou as práticas de sustentabilidade da empresa ontem no webinar "Traceability: Solutions for Sustainability", promovido pela Global Roundtable for Sustainable Beef.

"Os criadores do Visipec desenvolveram um software de avaliação que se baseia nas emissões de GTAs e em suas ligações", disse Custódio, pouco antes de se apresentar no webinar - a Minerva foi a única empresa da América do Sul no evento.

GTA é a sigla para Guia de Trânsito Animal, um documento oficial e obrigatório no transporte de animais no País. Na GTA, deve constar, entre outras informações, a finalidade do transporte, as condições sanitárias, a origem e o destino do animal. O Ministério da Agricultura obriga a emissão do GTA em qualquer movimento de animais - até mesmo os de estimação, como cachorros ou gatos. "Essa é a ferramenta mais promissora para monitorar o risco dos fornecedores indiretos", afirmou o executivo.

A companhia começou a testar o Visipec em agosto deste ano. "É a primeira vez que isso está sendo testado em indústria exportadora, de capital aberto, é o primeiro teste nessa escala, e a expectativa é muito positiva." A expectativa, segundo Custódio, é que haja algum resultado formal entre outubro e novembro. "Por enquanto, são resultados muito preliminares", diz.

O software está sendo testado em Mato Grosso, Pará e Rondônia, e é abastecido com as GTAs emitidas até meados de 2019 - quando os dados sobre GTAs eram abertos. Como a idade média de abate de bovinos nos frigoríficos da Minerva é de 30 meses, os animais abatidos em 2021 ainda estarão dentro da janela de abrangência do programa. Enquanto isso, serão analisadas formas de melhorar, junto com o mercado e entidades de classe, o mapeamento de risco dos fornecedores indiretos - já que as GTAs são sigilosas agora e é nelas que o Visipec se baseia.

Outro pioneirismo da companhia, nas palavras de Custódio, foi ter levado o sistema privado de monitoramento de fornecedores diretos da empresa para o Paraguai. "Levamos o mesmo racional para avaliar a linha de fornecimentos lá", disse. O sistema permite que, a partir de um mapa, se possa encontrar pontos de desmatamento e a situação da habilitação do fornecedor. Nesse sentido, a empresa também avança no monitoramento dos fornecedores do Cerrado. "A unidade de Barretos, por exemplo, está 100% monitorada para fornecedores diretos." A companhia realiza monitoramento geolocalizado para acompanhar mais de nove mil fornecedores ao longo de mais de nove milhões de hectares na Amazônia. Com informações do portal Estadão.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[23/10/2020] - Arroba: frigoríficos sobem ofertas e não acham boi
[23/10/2020] - Consultor acredita que confinamento caiu 25%
[23/10/2020] - Acionista da JBS pede que Batistas a indenizem
[23/10/2020] - Confiança do consumidor caiu em outubro
[23/10/2020] - Aftosa: Mato Grosso deve adiar retirada da vacina
[22/10/2020] - Mercado já projeta arroba acima de R$ 290
[22/10/2020] - Arroba do boi: alta vai parar nos R$ 270?

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[22/10/2020] - Alta do boi alivia custos que não param de subir
[22/10/2020] - China pede correções em frigoríficos embargados
[22/10/2020] - Disparada do milho não dá sinal de trégua
[22/10/2020] - Feiras do Pró-Genética chegarão a São Paulo
[21/10/2020] - Arroba: alta do boi continua
[21/10/2020] - Arroba dispara na Bolsa e passa de R$ 280
[21/10/2020] - Exportações seguem fortes
[21/10/2020] - JBS vai emitir dívida para comprar bois
[21/10/2020] - Leite: possível queda de preço preocupa o produtor
[21/10/2020] - Milho: preços dispararam hoje na Bolsa
[21/10/2020] - Milho: preços em alta em Goiás
[21/10/2020] - Milho: retirada de imposto não deve reduzir preços
[21/10/2020] - Exportação de milho deve superar expectativas
[21/10/2020] - Sementes misteriosas: já são 525 casos
[20/10/2020] - Brasil registra primeiro caso de Covid em animais
[20/10/2020] - Guerra JBS x BNDES entra em fase decisiva
[20/10/2020] - Exportações podem crescer 8% em outubro
[20/10/2020] - Arroba: começo de semana estável
[20/10/2020] - Como está a demanda chinesa pelo boi?
[20/10/2020] - MT tem a maior área plantada de milho desde 2014
[20/10/2020] - Estoques de milho continuarão curtos em MT
[20/10/2020] - Alta do IGP-M perde força
[20/10/2020] - EUA e Brasil dão passo para acordo comercial
[20/10/2020] - EUA e Brasil podem dobrar comércio em 5 anos
[19/10/2020] - Arroba: frigoríficos vão em busca de vacas
[19/10/2020] - Mercado futuro segue prevendo arroba a R$ 280
[19/10/2020] - Carne sem osso subiu em SP
[19/10/2020] - JBS diz que parcelou incentivo irregular de MS
[19/10/2020] - Governo zera imposto de importação do milho
[19/10/2020] - Importação de milho pode reduzir custo do leite
[19/10/2020] - Milho dispara e passa de R$ 70 a saca
[19/10/2020] - Brasil e EUA iniciam hoje acordo comercial
[19/10/2020] - Bolsonaro defende acordo comercial com os EUA
[16/10/2020] - Arroba: boi segue rumo aos R$ 270
[16/10/2020] - Medida do governo pode derrubar arroba do boi
[16/10/2020] - Exportações de carne têm reação em outubro
[16/10/2020] - Boi: rebanho cresceu pela primeira vez em 3 anos
[16/10/2020] - Leite: produção é a segunda maior desde 1974
[16/10/2020] - Preço do milho dispara na bolsa
[16/10/2020] - JBS: Brasil produz mais carne com menos terra
[16/10/2020] - JBS: operação mira grupo de Cid Gomes
[16/10/2020] - MAPA amplia rede de adidos agrícolas
[16/10/2020] - Mudanças fazem ITR disparar em algumas cidades
[15/10/2020] - Mercado futuro já projeta arroba a R$ 280
[15/10/2020] - Arroba: preço das fêmeas subiu
[15/10/2020] - Procura por bezerros está forte no Rio de Janeiro
[15/10/2020] - JBS: Batistas tentam pôr fim a escândalos nos EUA
[15/10/2020] - Produtores são vítimas de golpe em Santa Catarina
[15/10/2020] - Inmet prevê retorno consistente da chuva
[14/10/2020] - O tombo forte do confinamento

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br