Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
279,00 268,00 274,00
GO MT RJ
271,00 264,00 272,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2400,00
Garrote 18m 2940,00
Boi Magro 30m 3660,00
Bezerra 12m 2100,00
Novilha 18m 2630,00
Vaca Boiadeira 2850,00

Atualizado em: 24/11/2020 08:55

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

China precisará de mais carne até 2029

 
 
 
Publicado em 12/11/2020

Estudo do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) projeta que as importações das três carnes pela China experimentarão aumento contínuo até, pelo menos, 2029.

A expansão maior, naturalmente, recai sobre a carne suína. O USDA estima que ao final da corrente década as importações do produto estarão muito próximas dos 5 milhões de toneladas, o que mantém o mercado chinês como o maior importador mundial do produto, ocupando – por larga diferença – posição que tradicionalmente pertenceu ao Japão.

Se atingido, o volume apontado corresponderá a, praticamente, o dobro do que foi importado pela China em 2019 – perto de 2,5 milhões de toneladas, de acordo com o próprio USDA e que, por sua vez, correspondem a dois terços a mais que o registrado em 2017 (1,5 milhão de toneladas).

As importações de carne bovina, por seu turno, também tendem a um crescimento expressivo, devendo aproximar-se dos 4 milhões de toneladas em 2029. Neste caso, embora o volume importado seja menor que o de carne suína, o índice de expansão será igualmente expressivo: em torno de 80% a mais que o importado em 2019 (cerca de 2,2 milhões/t). Ou quase 350% a mais que o volume de 2017 (pouco mais de 900 mil/t).

Por fim, as importações chinesas de carne de frango devem ter crescimento mais moderado, mas não menos significativo. A projeção é a de que ultrapassem o milhão de toneladas no final desta década, seu volume correspondendo a pouco mais de 25% do total de carne suína importada.

Contrapondo-se as projeções para 2029 ao que a China importava nos primeiros anos desta década observa-se que elas redundarão em um incremento de volume radical, da ordem de 600% em cerca de duas décadas. Claro, a maior evolução é a da carne suína, com mais de 1000% de incremento. Mas as carne bovina e de frango também obterão expansão significativa – de 400% e 350%, respectivamente.

Confirmadas essas projeções, as importações totais da China passarão de perto de 1,5 milhão de toneladas para quase 10 milhões de toneladas. Um aumento decorrente não apenas dos desdobramentos da peste suína africana (PSA), mas também da maior capacidade econômica dos consumidores chineses.

A propósito ainda da PSA, o USDA observa que o governo chinês tem adotado medidas agressivas para recuperar a produção de suínos, mas a retomada do volume esbarra em questões biológicas (atrasos na reprodução), na continuidade de casos da doença e na escassez de terra, capital e expertise. Isto, sem contar os custos de produção, crescentes em todo o mundo. Com informações do Avisite.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[24/11/2020] - Frigoríficos usam domínio para derrubar o boi
[24/11/2020] - Arroba: pecuaristas não aceitam ofertas menores
[24/11/2020] - Exportações perdem força mas recorde é provável
[24/11/2020] - Frigoríficos não conseguem alongar as escalas
[24/11/2020] - Consultoria prevê que pressão sobre o boi continua
[24/11/2020] - Seca leva produtores do RS ao desespero
[24/11/2020] - Governo vai cobrar IPVA de trator?

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[23/11/2020] - Arroba: analista crê em alta do boi em dezembro
[23/11/2020] - Arroba: frigoríficos fora das compras
[23/11/2020] - Carne recua no atacado
[23/11/2020] - Milho: como está o mercado no início da semana?
[23/11/2020] - Bolsonaro: conservação ambiental com prosperidade
[23/11/2020] - Como registrar gratuitamente seu trator?
[23/11/2020] - Vândalos destroem silos com soja na Argentina
[20/11/2020] - Leite: deputados pedem travas às importações
[20/11/2020] - Arroba: frigoríficos conseguem pequena folga
[20/11/2020] - Semana foi de pressão dos frigoríficos
[20/11/2020] - Analista diz que tendência para o boi não mudou
[20/11/2020] - China continuará importando carne suína por anos
[20/11/2020] - Carne suína alemã pode ser banida por mais de ano
[19/11/2020] - SEM ALTERNATIVA, PRODUTOR DE LEITE ABATE VACAS
[19/11/2020] - Arroba: pecuarista não vende a preço menor
[19/11/2020] - CEPEA confirma queda de braço no boi
[19/11/2020] - Balança comercial do Agro bate novo recorde
[19/11/2020] - Produtores artesanais de carne têm novas regras
[18/11/2020] - Arroba: pecuaristas reagem e travam venda de bois
[18/11/2020] - China defende inspeções em embalagens de carne
[18/11/2020] - CEPEA: leite pode cair até 7% em novembro
[18/11/2020] - Leite: produtores do PR também prevêem queda forte
[18/11/2020] - Produtor de leite sofre com alta nos custos
[18/11/2020] - IGP-M sobe forte, sem sinal de alívio
[18/11/2020] - Dólar cai a R$ 5,30 com otimismo global
[18/11/2020] - Crédito rural dispara 20% no Banco do Brasil
[18/11/2020] - Gripe aviária se espalha por países europeus
[17/11/2020] - Exportações devem bater novamente o recorde
[17/11/2020] - Exportadores protestam contra acusações da China
[17/11/2020] - Argentinos crêem que acusação é para baixar preços
[17/11/2020] - CEO da Marfrig nega contaminação na carne
[17/11/2020] - Arroba: quem aceitou a manobra dos frigoríficos?
[17/11/2020] - Pecuaristas não aceitam queda de preço no boi
[17/11/2020] - Disparada dos grãos anula alta do boi
[17/11/2020] - Até quando vai faltar milho?
[16/11/2020] - Arroba: estratégia dos frigoríficos funcionou?
[16/11/2020] - Carne sobe no atacado, mas negócios travam
[16/11/2020] - Acusação da China não trará problemas ao Marfrig
[16/11/2020] - Frigol reforça time para encarar os grandes
[16/11/2020] - Leite: pecuaristas gaúchos pedem socorro
[16/11/2020] - Leite: produtores contam prejuízos
[16/11/2020] - Milho: impasse no mercado
[16/11/2020] - IGP-10 mostra aceleração da inflação
[16/11/2020] - Ferrovia ganha espaço no Agro de Mato Grosso
[16/11/2020] - Pix: pagamento instantâneo começa a funcionar hoje
[13/11/2020] - FRIGORÍFICOS UNIDOS PARA DERRUBAR A ARROBA
[13/11/2020] - Frigoríficos se queixam do preço do boi
[13/11/2020] - Arroba: hora de tomar cuidado
[13/11/2020] - China: cidade centro da epidemia acusa o Marfrig
[13/11/2020] - China: notificação não assusta mercado do boi

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br