Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
311,00 301,00 302,00
GO MT RJ
301,00 304,00 292,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2850,00
Garrote 18m 3190,00
Boi Magro 30m 3920,00
Bezerra 12m 2380,00
Novilha 18m 2800,00
Vaca Boiadeira 3030,00

Atualizado em: 24/6/2021 10:36

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Marfrig prioriza exportações a partir do Uruguai

 
 
 
Publicado em 13/05/2021

Com um aumento de 52,4% no preço da arroba bovina no Brasil no primeiro trimestre deste ano comparado ao mesmo período do ano passado, a Marfrig, segundo maior frigorífico do país, passou a priorizar a exportação de carne pelo Uruguai, onde o custo da matéria-prima apresentou queda de 10,5% na mesma comparação.

A estratégia, revelada pelo diretor-presidente da companhia para a América do Sul, Miguel Gularte, foi decisiva para preservar a margem financeira da operação, que encerrou os três primeiros meses do ano em 4,6% - queda de 37,4% ante o primeiro trimestre do ano passado.

“Como trabalhamos num sistema de plataformas, de certa forma compensamos a menor oferta de gado no Brasil no primeiro trimestre exportando a partir da plataforma do Uruguai que, ao contrário do Brasil, apresentava um aumento no volume de abates e de produto disponível para exportar”, explicou o executivo durante apresentação dos resultados financeiros da companhia.

No total, a Marfrig reduziu em 18% os abates na América do Sul diante de uma queda de 8,6% nas vendas nos três primeiros meses do ano, com 311 mil toneladas. A medida, explica Gularte, também foi uma estratégia para preservar as margens operacionais da empresa com adequação da demanda frente à oferta de animais.

“Se tivéssemos optado por manter os abates em níveis históricos, haveria uma diminuição muito mais drástica das margens”, ponderou.

Em seu resultado consolidado, que considera também as operações da National Beef, subsidiária da Marfrig na América do Norte, a companhia apresentou lucro líquido de R$ 279 milhões ante prejuízo de R$ 137 milhões em igual período do ano passado.

O desempenho, explica o diretor executivo da companhia, Tang David, se deu graças aos bons resultados das exportações na América do Sul e da operação da América do Norte. O continente respondeu por 73% da receita líquida da companhia e por 89% do lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização.

“O crescimento no trimestre é explicado pelo maior volume de vendas no mercado doméstico da operação América do norte, pelo aumento das exportações e melhorias de eficiência e produtividade e da redução de custos promovida pela operação América do Sul – além da desvalorização de 23% do real frente ao dólar no período”, explicou David.

Mercado interno frágil

No Brasil, o diretor-presidente da companhia destacou a fragilidade do mercado interno. “Não vejo, por exemplo, que essa ajuda emergencial que o governo está mantendo agora, e talvez mantenha nos próximos meses, tenha aquele efeito positivo que teve no ano passado”, pontuou Gularte.

Apesar do leve aumento na oferta de animais no país e do recuo no preço da arroba este mês, ele ressalta que o cenário ainda é desafiador para o setor, que deve seguir com baixa rentabilidade no país.

“A gente vê um cenário ainda desafiador, de arroba alta e de um dólar em queda. Então, vai ser um exercício bastante desafiador para as empresas brasileiras, até mesmo no caso da Marfrig”, avalia o diretor-presidente da companhia ao destacar que o país também tem apresentado entraves logísticos como a restrição de navios e de contêineres.

“As empresas que têm uma tradição de exportação, com relacionamento comercial há mais tempo na exportação, conseguem uma vantagem logística no sentido de mais contêineres e escalar mais navios. E quando há uma plataforma diversificada, podemos atender o mesmo cliente de diferentes plataformas. Fizemos esse ajuste e, até agora, embora não seja uma situação muito fácil, a gente vem performando muito bem”, conclui Gularte. Com informações do Globo Rural e da Reuters.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[24/06/2021] - Arroba: frigoríficos não conseguem pressionar
[24/06/2021] - Queda do dólar pode travar exportações de carne?
[24/06/2021] - Pecuarista lucrava mais com arroba mais barata?
[24/06/2021] - Arroba em dólares bate recorde histórico
[24/06/2021] - Guedes prevê queda maior para o dólar
[24/06/2021] - Leite: alta pode garantir maior margem ao produtor
[24/06/2021] - Polícia prende quadrilha que roubava gado em SP
[24/06/2021] - Ricardo Salles pede demissão do ministério
[24/06/2021] - Substituto de Salles é ligado ao Agro
[24/06/2021] - Tereza: Ricardo Salles fez um bom trabalho
[24/06/2021] - Comissão aprova novas regras para demarcações
[24/06/2021] - BC revê para cima previsão de alta do PIB
[24/06/2021] - MAPA muda modelo da GTA impressa

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[23/06/2021] - Golpistas dão prejuízo de R$ 30 mi a pecuaristas
[23/06/2021] - Arroba: frigoríficos seguem cautelosos em SP
[23/06/2021] - Leite: referência subiu mais de 5% no RS
[23/06/2021] - Preços dos lácteos dispara no Paraná
[23/06/2021] - Preço do milho tem queda forte em Goiás
[23/06/2021] - IPEA prevê PIB maior para o Agro
[23/06/2021] - Plano Safra será 6% maior em 2021
[23/06/2021] - Tereza quer mais verba para seguro rural
[23/06/2021] - Argentina: governo libera exportações, com limites
[23/06/2021] - STF não vai interferir na reforma agrária
[22/06/2021] - Estiagem pode travar PIB do Agro em 2021
[22/06/2021] - Arroba: sinais preocupantes vindos da China
[22/06/2021] - Arroba: frigoríficos paulistas fora das compras
[22/06/2021] - Exportações de carne ensaiam recuperação em junho
[22/06/2021] - China: rebanho de suínos está recuperado
[22/06/2021] - Milho: produtores pedem ação do governo
[22/06/2021] - Milho: preço cai ao menor valor desde março
[22/06/2021] - Plano Safra: liberação do dinheiro pode atrasar
[22/06/2021] - Expointer 2021 será realizada com público presente
[21/06/2021] - Arroba: indicador do CEPEA bate recorde histórico
[21/06/2021] - Arroba: ágio para o boi China chega a R$ 9
[21/06/2021] - Os dólares trazidos pela exportação de carnes
[21/06/2021] - Governo argentino fecha acordo com pecuaristas
[21/06/2021] - Leite: produtor deve receber 5% a mais
[21/06/2021] - Minerva vai exportar pratos prontos aos EUA
[21/06/2021] - Marfrig vai construir unidade no Paraguai
[21/06/2021] - Milho: compradores acreditam em quedas maiores
[21/06/2021] - É hora de vender milho?
[18/06/2021] - Arroba: dá para receber mais pelo boi
[18/06/2021] - Arroba: frigoríficos paulistas saem do mercado
[18/06/2021] - China dará subsídio a produtores rurais
[18/06/2021] - O que virá no próximo Plano Safra?
[18/06/2021] - Milho: preço sobe após se aproximar de R$ 80
[18/06/2021] - Brasil vai importar milho dos EUA
[18/06/2021] - Dólar cai abaixo dos R$ 5 nesta sexta
[17/06/2021] - Pecuaristas dos EUA não querem depender da JBS
[17/06/2021] - China está comprando menos carne do Brasil
[17/06/2021] - Arroba: mercado preocupado com vendas à China
[17/06/2021] - Arroba: boi já vale mais em Goiás
[17/06/2021] - Queda do dólar pode derrubar a arroba do boi
[17/06/2021] - Custo de produção do leite continua a subir
[17/06/2021] - Combater desperdício de alimentos é prioridade
[17/06/2021] - Guedes: governo precisa reduzir encargos
[17/06/2021] - Herdeiros da BRF aprovam sociedade com Marfrig
[17/06/2021] - Construção de ferrovia depende de consulta a índio
[17/06/2021] - Câmara adia projeto que altera demarcações
[16/06/2021] - Agro brasileiro bateu recorde de exportações
[16/06/2021] - Arroba: frigoríficos pagam mais que a referência
[16/06/2021] - Arroba: boi volta a subir em várias praças
[16/06/2021] - Confinador precisará fazer muita conta em 2021

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br