Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
311,00 292,00 289,00
GO MT RJ
292,00 289,00 294,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2600,00
Garrote 18m 3060,00
Boi Magro 30m 3800,00
Bezerra 12m 2100,00
Novilha 18m 2480,00
Vaca Boiadeira 2820,00

Atualizado em: 5/7/2022 10:25

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Embrapa: leite subiu menos que custo de produção

 
 
 
Publicado em 17/05/2022

O último leilão da Plataforma Global Dairy Trade (GDT) em 03 de maio registrou forte recuo nos preços internacionais dos derivados lácteos. O leite em pó integral caiu 6,5% para US$3.916/tonelada, ficando inclusive abaixo do leite em pó desnatado, que fechou em US$4.130/tonelada. O recuo de preços esteve associado a desaceleração das importações chinesas. Pelo lado da oferta, os principais exportadores seguem com produção limitada. Uma boa notícia neste momento refere-se à situação do plantio de grãos na Ucrânia. A estimativa do Ministério da Agricultura daquele país é conseguir plantar cerca de 80% da área plantada na última safra. Até o momento, as estimativas indicam que 60% da área esperada de plantio já foi semeada. O plantio do milho está um pouco mais atrasado, mas avançando. Isso ajuda a reduzir pressões altistas adicionais em algumas commodities utilizadas na produção de leite.

No mercado brasileiro, os preços na cadeia produtiva do leite registraram elevação nos últimos meses, refletindo a baixa oferta no campo, seja pela entressafra ou pelo aperto de margem do produtor. Como consequência, a alta de preços tem sido repassada ao consumidor, com elevação de 4,15% em março e de 5,52% em abril. No acumulado em 12 meses, o preço médio dos lácteos ao consumidor subiu 18,06%, com o leite UHT chegando a 23,39%. Neste mesmo período, o IPCA acumulou alta de 12,13%. Essa elevação preocupa, pois tem o efeito negativo sobre a demanda, que continua fraca. E o consumidor tem notado a alta. Segundo informações do Observatório do Consumidor/CILeite, o preço dos lácteos foi o segundo atributo mais mencionado pelos brasileiros no Twitter ao longo de março.

No entanto, a alta de preços ao consumidor continua defasada em relação aos aumentos observados nos custos de produção. Entre janeiro de 2020 e março de 2022, enquanto o custo de produção de leite, medido pelo ICPLeite/Embrapa, subiu 64%, os lácteos ao consumidor tiveram elevação de 31%. Ou seja, os demais 33 pontos percentuais do aumento do custo de produção foram absorvidos pelo setor, apertando as margens nos elos da cadeia produtiva. Portanto, essa alta recente nos preços do leite ao produtor e na indústria tem sido positiva para uma recomposição das margens.

O preço real do leite ao produtor, média Brasil, deflacionado pelo ICPLeite, registrou queda de 9,3% no primeiro quadrimestre de 2022 em relação ao ano passado. Mas o preço médio de abril já se encontra no nível de abril de 2021. O mesmo movimento tem sido observado no setor industrial, com uma recuperação de preços e margens em abril. Outro fator positivo neste momento foi a desaceleração dos preços de milho e farelo de soja. Tanto o avanço da comercialização interna da safra de verão, quanto a valorização do real frente ao dólar ajudaram para essa queda de preços.

Mas o início de maio traz algumas preocupações. Apesar do momento ser de entressafra, a alta de preços perdeu força no mercado atacadista e a indústria está encontrando dificuldade para repassar preços. Nos últimos 15 dias, o preço do leite UHT no atacado em São Paulo cedeu 0,5%, conforme levantamentos do Cepea. O queijo muçarela teve queda similar. Na primeira quinzena de maio, o leite no mercado spot em Minas Gerais recuou 7,8% na comparação com a segunda quinzena de abril.

Por outro lado, a oferta segue recuando. Os dados preliminares do IBGE indicaram queda de 10,5% no leite adquirido pelos laticínios no primeiro trimestre de 2022 em relação ao mesmo período de 2021. A balança comercial segue com volumes menores de importação, reduzindo a disponibilidade interna. Assim, se por um lado a demanda está fraca, por outro a oferta também se encontra menor, colocando um certo piso nas cotações. O momento ainda sugere cautela e atenção na gestão de custos. Com informações da Embrapa.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[05/07/2022] - Aftosa na Austrália pode mexer com o boi no Brasil
[05/07/2022] - Disparada do câmbio pode puxar a arroba do boi
[05/07/2022] - Mercado do boi está quente no Centro-Oeste
[05/07/2022] - Arroba: preço do boi estável em SP
[05/07/2022] - Exportações de carne subiram 10% puxadas pelo boi
[05/07/2022] - Exportações do Agro de Mato Grosso batem recorde
[05/07/2022] - Desemprego deve cair ainda mais

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[04/07/2022] - Exportações batem US$ 1 bilhão em junho
[04/07/2022] - Arroba: escalas avançam com alta do boi
[04/07/2022] - Leite: preço ao produtor sobe pelo quarto mês
[04/07/2022] - Leite: preços disparam no atacado e varejo
[04/07/2022] - Milho: preços caem com avanço da colheita
[04/07/2022] - Importações de fertilizantes subiram 17% em junho
[04/07/2022] - MAPA quer árabes na produção de fertilizantes
[01/07/2022] - Mercado do boi vive um impasse
[01/07/2022] - Arroba: mercado firme em SP, alta em GO
[01/07/2022] - Arroba em alta em Goiás
[01/07/2022] - Leite: preço ao produtor já subiu 20% em 2022
[01/07/2022] - China tem dificuldades para repor rebanho suíno
[01/07/2022] - França quer banir o termo carne vegetal
[30/06/2022] - Arroba: frigoríficos têm dificuldade para comprar
[30/06/2022] - Arroba: a maior cotação desde abril
[30/06/2022] - Exportações de carnes se aproximam de US$ 10 bi
[30/06/2022] - Bezerro brasileiro está mais pesado
[30/06/2022] - Governo anuncia Plano Safra 36% maior
[30/06/2022] - CNA diz que Plano Safra atende pedido do setor
[30/06/2022] - Bolsonaro: armas aumentaram segurança no campo
[30/06/2022] - Milho em queda trava negócios no Sul
[30/06/2022] - Produtor rural pode pedir recuperação judicial
[30/06/2022] - Desemprego cai ao menor nível desde 2015
[29/06/2022] - Frigoríficos pedem ação do governo contra greve
[29/06/2022] - Arroba: escalada do boi continua firme
[29/06/2022] - IMEA faz previsões sobre o futuro da arroba
[29/06/2022] - Inflação do produtor rural em alta no RS
[29/06/2022] - Oposição trava projeto de autocontrole no Senado
[29/06/2022] - IGP-M sobe menos que a previsão do mercado
[29/06/2022] - Governadores vão ao STF contra queda do ICMS
[28/06/2022] - Brasil cria 277 mil empregos formais em maio
[28/06/2022] - Arroba: frigoríficos já pagam acima da referência
[28/06/2022] - Arroba: boi volta a subir em São Paulo
[28/06/2022] - Leite: preço subiu 4,4% em um mês
[28/06/2022] - Exportações do Agro batem recorde novamente
[27/06/2022] - Arroba: frigoríficos exportadores precisam de boi
[27/06/2022] - Arroba: preços estáveis em SP
[27/06/2022] - Milho: colheita avança e preços recuam
[27/06/2022] - Cenário permanece otimista para o Agro brasileiro
[27/06/2022] - Confinamento tem forte alta nos EUA
[27/06/2022] - Furto de gado cai 18,5% em Mato Grosso do Sul
[27/06/2022] - Putin garante fornecimento de adubos ao Brasil
[24/06/2022] - Arroba: escalas começam a avançar em SP
[24/06/2022] - Leite: preços continuam em alta
[24/06/2022] - FAESC: produtores estão abandonando o leite
[24/06/2022] - Piracanjuba reduz operações por falta de leite
[24/06/2022] - Senado aprova autofiscalização agropecuária
[24/06/2022] - Greve de fiscais já trava importações do Agro
[24/06/2022] - JBS: STJ dá decisão favorável aos Batista
[23/06/2022] - Ágio para o boi China já bate os R$ 30

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br