Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
225,00 217,00 212,00
GO MT RJ
216,00 209,00 219,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1930,00
Garrote 18m 2140,00
Boi Magro 30m 2590,00
Bezerra 12m 1430,00
Novilha 18m 1630,00
Vaca Boiadeira 1830,00

Atualizado em: 24/7/2024 10:16

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Fora do governo, Neri Geller critica Carlos Fávaro

 
 
 
Publicado em 13/06/2024

O ex-secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, afirmou que o leilão de compra de arroz importado, que resultou em sua exoneração, foi um "equívoco político" conduzido de forma desorganizada pelo governo.

"Não sou culpado por esse equívoco. Não posso ser penalizado por um erro político na condução desse leilão", disse Geller à Band News. Ele reclamou de ser usado como "bode expiatório" devido a suas ligações com operadores do certame.

Segundo Geller, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi "mal orientado" e o governo não seguiu orientações técnicas. A decisão do leilão partiu do ministro Carlos Fávaro e da Casa Civil.

Geller negou ilegalidade no pregão e favorecimento ao ex-assessor Robson França, envolvido na intermediação da venda de 116 mil toneladas de arroz por R$ 580 milhões.

Geller negou ter pedido exoneração, afirmando que Fávaro informou sobre sua saída após reunião com Lula. A exoneração foi publicada no Diário Oficial da União, com Geller pedindo retificação do texto inicial que indicava saída "a pedido".

Sobre a relação com Robson França, Geller afirmou que não houve favorecimento. "Zero favorecimento. Robson é advogado e tem escritório de consultoria. Não posso tolher seu direito de atuar no mercado", disse.

Geller ressaltou que o edital de compra do arroz foi legal e o pagamento ocorreria após depósito de garantias e entrega do cereal nos armazéns da Conab.

França também é sócio de Marcelo Geller, filho do ex-secretário, em outro negócio. Geller afirmou que a empresa não está ativa e não participou do certame.

"Se houver irregularidade, que seja punido. Estou tranquilo porque o edital foi confeccionado dentro dos parâmetros legais", completou.

Geller criticou a condução do leilão e a politização do tema pela oposição. "Faltou organização e orientação. As posições técnicas não foram seguidas. O assunto foi puxado para o gabinete. A decisão não foi nossa. Orientávamos alíquota zero fora do Mercosul", disse.

Ele destacou que a importação de arroz foi decidida sem ouvir o setor e que Lula foi mal orientado. "A importação mexe no preço, mas é justo se preocupar com o preço do arroz e a inflação, que atinge os mais pobres", ponderou.

Geller disse que Fávaro precisa melhorar a articulação com o setor produtivo e a bancada ruralista. "Não vou sair atirando no ministro Fávaro, mas a relação com o Congresso precisa ser melhorada. Estou torcendo para que ele dialogue mais e não centralize ações", afirmou.

Ele enfatizou que posições técnicas foram ignoradas na decisão de compra do arroz. Geller defendeu a retirada da Tarifa Externa Comum para pressionar a queda dos preços no Mercosul.

O primeiro leilão para compra de 100 mil toneladas foi cancelado e o segundo, que negociou 263,3 mil toneladas, foi anulado após suspeitas de irregularidades. 


 


   Leia também:
 
[24/07/2024] - Preço da carne bovina tem forte queda na China
[24/07/2024] - Custo de produção do boi parou de subir em MT
[24/07/2024] - Frigoríficos estão segurando a alta do boi
[24/07/2024] - Produtores cobram medidas contra invasões no PR
[24/07/2024] - Fávaro diz que Agro é intolerante com o governo
[23/07/2024] - Exportações de carne já batem julho do ano passado
[23/07/2024] - Exportações devem crescer 12% em 2024

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[23/07/2024] - Pecuarista consegue vantagens nos frigoríficos
[23/07/2024] - Frigoríficos fora das compras em São Paulo?
[23/07/2024] - Leite: custo de produção no RS deve subir
[23/07/2024] - Produtores gaúchos não terão perdão de dívidas
[22/07/2024] - Confinamento pode bater recorde em 2024
[22/07/2024] - Frigoríficos seguram compras de boi
[22/07/2024] - Mato Grosso quer diversificar clientes ao exportar
[22/07/2024] - Leite: preço sobe mesmo com importação em alta
[22/07/2024] - Produtores acampam ao lado de invasores em MS
[22/07/2024] - Produtores rurais gaúchos cobram promessas de Lula
[22/07/2024] - Milho: preços em queda
[19/07/2024] - Brasil suspende exportações de carne de frango
[19/07/2024] - Invasões: FPA exige cumprimento da lei
[19/07/2024] - Onde o preço do boi subiu mais?
[19/07/2024] - Preço do boi volta a subir em São Paulo
[19/07/2024] - Brasl não tem acesso a mercados importantes
[18/07/2024] - Invasões de terras levam insegurança ao produtor
[18/07/2024] - Insegurança jurídica derruba produtividade no País
[18/07/2024] - EUA aumentarão a importação de carne bovina
[18/07/2024] - Oferta de carne bovina bate recorde no Brasil
[18/07/2024] - Preço da carne suína dispara no atacado
[18/07/2024] - Frigoríficos pagam mais pelo boi gordo
[17/07/2024] - Ferramenta da JBS ameaça privacidade do pecuarista
[17/07/2024] - China perde espaço nas exportações de Mato Grosso
[17/07/2024] - Pacheco deve dificultar pautas anti-MST no Senado
[17/07/2024] - Conflito entre produtores e indígenas no Paraná
[16/07/2024] - Exportações de carne bovina disparam 43% em julho
[16/07/2024] - Frigoríficos pagam acima da referência pelo boi
[16/07/2024] - Preço da vaca volta a subir em São Paulo
[16/07/2024] - Custo de produção do leite volta a subir em junho
[16/07/2024] - Importações trazem incerteza ao mercado do leite
[16/07/2024] - Gado roubado seria vendido em leilão em SP
[15/07/2024] - Exportações do Agro crescem 2,4% em 12 meses
[15/07/2024] - Oferta de boi encurtou e preços podem subir
[15/07/2024] - Arroba: boi sobe novamente em São Paulo
[15/07/2024] - Milho: preços estão caindo
[12/07/2024] - Impostos sobre imóveis podem chegar a 25%
[12/07/2024] - Carne isenta de impostos é decisão histórica
[12/07/2024] - Arroba do boi volta a subir
[12/07/2024] - Risco de calote aumenta custo do crédito rural
[12/07/2024] - Aliados de Lula ajudam a eleger membros do MST
[11/07/2024] - Câmara aprova imposto zero para todas as carnes
[11/07/2024] - Como está o preço do boi em SP, RO e Paraná?
[11/07/2024] - Frigoríficos tentam segurar o preço do boi
[11/07/2024] - PIB do Agro caiu em 2024
[11/07/2024] - Em SP, exportações do Agro crescem e têm superávit
[10/07/2024] - Bancada do Agro exige carnes na cesta básica
[10/07/2024] - Senado adia PEC do marco temporal para outubro
[10/07/2024] - Cai a participação de fêmeas nos abates em MT
[10/07/2024] - Cotação do boi China subiu

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br